31 de dezembro de 2014

Feliz Ano Novo!

"Esperança
Mário Quintana
Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se
E
— ó delicioso vôo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança...
E em torno dela indagará o povo:
— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA..."
Mário Quintana
Texto extraído do livro "Nova Antologia Poética",
Editora Globo - São Paulo, 1998, pág. 118.
Disponível em: http://www.releituras.com/mquintana_esperanca.asp

Mais um ano se inicia...

Olá, meus queridos!
Estamos prestes a iniciar um novo ano.
Este é o momento em que, tradicionalmente, mentalizamos coisas boas para que o ano vindouro seja melhor que o anterior.
Lamentamos o que não conseguimos ou o que não deu certo.
É o momento das orações, das simpatias, das roupas brancas, das calcinhas de cores diferentes (qual escolher, pois cada uma simboliza um desejo em especial), ir à praia, pular não sei quantas ondas, comer romã, não sei quantas uvas, lentilha, e por aí vai.
Mas também deve ser um momento de agradecimentos, não importa o quão difícil possa ter sido o presente ano. Pare e pense, tem sempre alguém em situação ainda pior.
Vamos agradecer por chegarmos até aqui, pela família que temos, de sangue ou não, pelos amigos que são família, pelos parceiros de trabalho, de estudo. Vamos agradecer até mesmo pelos momentos difíceis, principalmente se deles tiramos alguma lição. Vamos agradecer por nunca, por mais complicada que fosse a situação, termos perdido a cabeça, por não permitirmos que uma frustração nos levasse o que temos de melhor.
Agradeça, sempre, não importa a quem ou como, mas agradeça pelos milagres que aconteceram durante esses 365 dias de 2014.
Temos um hábito recorrente de só pedir, de querer e querer e querer...
Que tal se fizermos o contrário: para cada pedido, um agradecimento?
Que eu consiga um novo emprego... obrigado pelo emprego que tenho, pois com ele pude honrar meus compromissos financeiros; que eu encontre um grande amor... obrigado pelo carinho e amor de amigos e familiares, que estiveram ao meu lado o tempo todo...
Se não conseguir fazer isso, tudo bem, mas nunca desista de lutar pelo que deseja. Não ponha a responsabilidade da sua felicidade nas mãos de outra pessoa – namorado, namorada, marido, esposa, patrão, amigos – ou num simples dia do ano.
2015 terá 365 dias e 6 horas, e não será apenas no despertar do seu primeiro dia que as coisas, por um passe de mágica, se realizarão. Você terá bastante tempo para concluir seus projetos.
Fuja da depressão, procure seus amigos, abrace mais, beije mais, leia mais, faça mais sexo, ria mais, dos outros e de si mesmo, zoe mais, deixe-se zoar. Pare de reclamar da falta de tempo, crie oportunidades. Sobretudo, tenha fé e ânimo para enfrentar as batalhas, os desafios que virão. Pois sim, eles virão, então seja também realista e entenda que nem tudo será alcançado e, por isso mesmo seja perseverante e nunca desanime.
Não se leve tão a sério, respeite-se, viva, faça, conquiste, ame, a si mesmo e aos outros.
Adote uma criança, ou apadrinhe, seja caridoso, pelo simples prazer de fazer o bem, quem sabe até adote um bichinho.
Busque a felicidade em cada gesto, em cada palavra dita e sentida. Não se importe com o que vão pensar.
Encontre os amigos para por o papo em dia, largue um pouco as redes sociais e “whatsApp” da vida. Veja-os ao vivo, em carne e osso, sinta o calor de seu abraço, o som não metalizado de suas vozes... vai por mim, você se sentirá renovado a cada encontro, como se fosse um Ano Novo toda vez que encontra aquele amigo(a) que não via há tempos, sempre por culpa da sacana falta de tempo. Lembre-se daquela máxima de que a vida é curta. É demais, não só a nossa, mas a dos outros também.
Reinvente-se, tente agir diferente do usual. Quem sabe o resultado o surpreenderá positivamente.
Não espere nem o melhor, nem o pior dos outros. Apenas viva, consciente de que somos humanos e imperfeitos, mas que temos algo que nenhum outro animal possui, além dos polegares opositores: temos a capacidade de errar, perceber o erro e tentar de novo.
Então, não invente desculpas, pare de reclamar, de falar mal... ignore certas pequenezas que não vão fazer diferença em sua vida.
O futuro é agora.
Certamente, não podemos evitar muitas coisas que acontecem em nossas vidas, mas nossas reações a elas dependem unicamente de nós. Ninguém pode dizer como lidar com nossos problemas, até tentam, mas a decisão final é nossa.
Então, vai lá, aproveite a passagem de ano do seu jeito, vista branco, ou verde, fique em casa ou na praia... não importa. Mas que as realizações que você tanto deseja comecem dentro de você.
Não estou dizendo nada novo, nada que muitos já não tenham dito. “Para sonhar um ano novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.” Carlos Drummond de Andrade.
Que a música Epitáfio dos Titãs não seja motivo de tristeza, por refletir o que sentimos. Mas uma maneira poética de dizer que devemos viver agora, e não depois, com o mínimo possível de arrependimentos.
Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer
Devia ter arriscado mais e até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer
Queria ter aceitado as pessoas como elas são
Cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...
Devia ter complicado menos, trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr
Devia ter me importado menos com problemas pequenos
Ter morrido de amor
Queria ter aceitado a vida como ela é
A cada um cabe alegria e a tristeza que vier
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...
Devia ter complicado menos, trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr.
Feliz Ano Novo, meus amores. O que desejo pra vocês é tudo isso que disse antes, com muita saúde e tempo, para por em prática tudo isso e muito mais.
Fiquem bem, Carpe Diem, Vivens vita ad plenum!


4 comentários:

  1. Amei!! Sempre amo. Feliz e abençoado 2015, minha linda amiga!!! E continue a nos brindar com suas palavras e seus comentários maravilhosos sobre os livros. Amo você. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, minha querida professora!
      Como eu disse, também tenho muito a agradecer: por ter atravessado todo esse ano com um espírito de combatente que sabe que não deve desistir nunca, por ser abençoada com a amizade e o amor de pessoas como você, que desde sempre e para sempre fara parte de mim. Agradecer por ter fé de que os desafios serão vencidos e que a minha árvore de amigos jamais será desfeita.
      Eu também te amo!

      Excluir
  2. Oi
    Eu desejo que nesse 2015 que já chegou tenhamos muitas realizações, motivações diárias, saúde e paz para viver e ler muito!
    Que nossos maiores anseios se tornem realidade baseado nas nossas lutas e fé!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí, Thaila!
      Acreditar e batalhar para que tudo aconteça da melhor maneira possívei!
      Feliz Ano Novo!

      Excluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados