1 de abril de 2014

Resenha: Nós, Os Deuses da Bertrand Brasil


Nós, Os Deuses
Trilogia O CICLO DOS DEUSES – Livro 1

Autor: Bernard Werber
I.S.B.N.: 9788528615784
Edição: 1 / 2014
Número de Páginas: 434
Tradução: Jorge Bastos

Editora: BERTRAND BRASIL 

SINOPSE

Em algum lugar muito, muito distante, no planalto de uma ilha conhecida pelo nome de Aeden, localiza-se a cidade de Olímpia. Ali funciona a Escola dos Deuses, uma inusitada instituição sob o comando dos doze deuses da mitologia grega, responsáveis por ensinar aos seus aprendizes uma arte que requer talento, criatividade, inteligência, sutileza e intuição: a arte de ser deus.
Após evoluírem em suas vidas como mortais e desempenharem satisfatoriamente a função de anjo da guarda, os 144 alunos-deuses receberam a missão de gerenciar multidões humanas. Para isso, cada um deles é encarregado de cuidar de uma população, ajudá-la a desenvolver instintos de sobrevivência, criar cidades, guerrear, inventar religiões.
Entre os escolhidos para essa nova turma de estudantes divinos estão figuras anônimas, como o protagonista Michael Pinson e seus amigos Edmond Wells e Raul Razorback, e personalidades ilustres, como Marilyn Monroe, Édith Piaf, Gustave Eiffel, Joseph Proudhon, Sarah Bernhardt, e muitos outros.
Mas eles logo descobrem que não à toa a profissão de deus é considerada a mais difícil das atividades. Todos precisam lidar com a influência de seus mestres – entre eles Afrodite, a deusa do Amor, que desperta em Michael uma paixão arrebatadora – e com a presença de um deicida desconhecido, que resolve eliminar um a um os próprios colegas.
Além disso, os segredos da Ilha de Aeden despertam muita curiosidade, e os alunos-deuses estão dispostos a arriscar o que for preciso para descobrir, principalmente, o que é a brilhante luz no alto da montanha e que parece vigiá-los. O que será que aquilo significa? Certamente nem todos sobreviverão para desvendar esse mistério.
Em Nós, os Deuses, Bernard Werber leva o leitor ainda mais longe na descoberta das espiritualidades e mitologias. No fim dessa extraordinária saga, em que se misturam aventura, suspense e humor, todos vão se perguntar: “E eu, se fosse Deus, o que faria?”
Nós, os Deuses é o produto de uma imaginação maravilhosa e um suspense fora do comum.
Conhecido mundialmente pela série best-seller O Império das Formigas, que vendeu mais de um milhão de cópias somente na França, Bernard Werber apresenta agora mais uma trilogia: O Ciclo dos Deuses.




Se você gosta de mitologia grega, esse é seu livro.

Quando tomei-o em minhas mãos, a capa me chamou a atenção pela excelente qualidade e capricho da Editora Bertrand Brasil.

Eu não conhecia o autor, e confesso que iniciei a leitura, meio cético. Mas ao percorrer as páginas e os 107 capítulos, tomei conta de como me apegava a Michael Pinson e Edmond Wells, personagens principais da trama. 

Claro que gostar de mitologia me impulsionou na trama, além das belíssimas descrições dos cenários. Bernard Werber tece uma teia de aventura, mistério, romance e suspense muito bem amarrada.

Outro ponto muito interessante no livro é a interação dos personagens principais com figuras históricas bem conhecidas de muitos de nós, senão todos: Julio Verne, Edith Piaf, Gustave Eiffel, Joseph Proudhon, Marilyn Monroe e Sarah Bernhardt.

Michael era um homem que se terna anjo e depois passa ao status de aluno-deus. Ele e os outros são levados a Olímpia onde receberão aulas e terão como mestres os deuses do Olimpo. Em meio aos 144 alunos, existe um deicida que está assassinando os alunos deuses. Isso cria um clima de tensão constante entre os alunos diante da pergunta “Quem será o próximo a morrer?”, além do que devem aprender a lidar com as decisões que deverão tomar agora na posição de deuses, caso sejam aprovados.


“—Onde estou? — No lugar da Última Iniciação. Chamamos habitualmente isso de “Aeden”. — E essa cidade? — É a capital. Chamamos habitualmente de Olímpia.” – p. 26 e 27


É um livro que deve ser lido com a mente aberta e focando na distração e prazer da leitura, sem se prender a temas eclesiásticos /religiosos, pois um religioso mais fervoroso pode tomar certas partes do livro como afronta ou heresia.

Apesar da enorme quantidade de capítulos, eles são intercalados com trechos da Enciclopédia dos Saberes Relativo e Absoluto, escrita por Edmond Wells. Este, amigo e ex-mentor de Michael, cria um equilíbrio na trama e proporciona momentos divertidíssimos.

O livro mistura filosofia, religião, mitologia e aventura. Possui riqueza de detalhes culturais e mostra não só os 12 deuses do Olimpo; como também centauros, sereias e outras criaturas que povoavam (!) a antiga Grécia.


“Acho que o saber não pertence a ninguém. Está à disposição de todos. Nada inventamos, nada criamos, apenas recapitulamos conhecimento já existentes antes de nós, cada qual a sua maneira.” – p. 95

Você vai parar em algumas (ou diversas) partes do texto para pensar e questionar sua maneira de ver e interpretar algumas coisas como amor, vida, o que conhecemos das pessoas que amamos e sobre o mundo. Inclusive sobre uma das perguntas mais antigas do ser humano: “O mundo que existe é apenas o mundo que conhecemos aqui, ou existe algo mais... algo além”?


“Somos todos deficientes em amor.” – p. 419


Mais uma vez, parabéns à Bertrand pelo excelente trabalho: capa, papel e diagramação perfeitos. Ah, e obrigado. Aguardamos ansiosamente a continuação.

Abraços, Victor Assis



Victor M. Assis gosta de histórias sobre mitologia grega desde pequeno, quando leu os livros “O Minotauro” e “Os Doze Trabalhos de Hércules” de Monteiro Lobato.

2 comentários:

  1. Oi Victor, tudo bem?
    O livro realmente parece ser muito bom mesmo, eu fiquei super curiosa para ler ele, eu adoro mitologia grega, a capa dele é linda, eu ainda não conhecia o autor, mas já gostei do livro dele antes mesmo de ler, parabéns pela resenha.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. Oiie
    Nunca li livros de mitologia.. acho q é a unica fantasia q nao li nenhumzinho...
    Acho um tema muito interessante, e nao sei pq ainda nao li..
    Esse livro parece ser bacana e vc elogiou a forma em q o livro foi escrita e faz a gente refletir.. isso é legal!
    bjinhooos
    Pam
    Meus Livros Preciosos

    ResponderExcluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados