30 de abril de 2014

Resenha: 'Obstinada' da Universo dos Livros




Obstinada


Autora: Sylvia Day
Série: Georgian - Volume: 01
Edição: 1

Editora: Universo dos Livros

ISBN: 9788579306860

Ano: 2014
Páginas: 296

Sinopse


Londres, 1770. 

Debaixo de toda a seda e renda da sociedade londrina se encontra uma organização secreta de espiões de elite. 

Proteger a Coroa de seus inimigos é uma tarefa árdua, mas, para Marcus Ashford, proteger seu coração de uma obstinada paixão é um perigo ainda maior. 

Como agente da Coroa, Marcus Ashford, o Conde de Westfield, já enfrentou inúmeros duelos de espada, foi atingido por dois tiros e se esquivou de mais disparos de canhão do que poderia contar. 

Porém, nada o excita mais do que o primitivo apetite sexual de sua ex-noiva, Elizabeth. 

Anos atrás, ela o preteriu pelo charmoso Lorde Hawthorne. 

Mas agora, Marcus deve defender a elegante viúva, e o fará ao mesmo tempo em que cuida de suas outras, mais carnais, necessidades, mostrando a ela até onde vai o real desejo de um homem. 



Primeiro volume da Série Georgia, Obstinada é um romance de época digno das linhas do Sexta Envenenada e não deixa nada a desejar em matéria de intrigas, aventura e mistério.

Marcus Ashford, Conde de Westfield, foi abandonado há 4 anos por sua então noiva Elizabeth que acabou se casando com o Lord Hawthorne que parecia estar no lugar certo e na hora certa.

Acontece que o casamento da Lady Hawthorne durou muito menos que qualquer previsão devido à morte prematura de seu marido e, exatamente, em razão de uma parte de sua herança, por assim dizer, ela acaba precisando de proteção de seu ex-noivo, um agente da Coroa.

Conde Westfield agarra a oportunidade de estar por perto de sua ex e não se faz de rogado. Decide que além de proteger Elizabeth, terá tudo que sempre sonhou e irá seduzi-la.

Depois de tentar se desvencilhar das investidas de Marcus, Elizabeth decide dar a ele o que quer na esperança de ver seu desejo diminuído; ela só não contava que o desejo de ambos só aumentasse...

"- Imagino que você tenha pensado em alguma travessura.

- Não – ela murmurou, afagando sua mão e observando o olhar dele se tornar sombrio. – Minha intenção é dar aquilo que você quer. Certamente não poderá de reclamar disso, não é?

- Hummm... Então, hoje à noite?

Ela arregalou os olhos.

- Deus do céu. Hoje, de novo?

Rindo ele cedeu e mostrou um sorriso que a deixou sem fôlego. A mudança nele era impressionante. A arrogância brutal sumir e foi substituída por um charme jovial ao qual ela achava difícil resistir.

- Que seja – ele deu um passo para trás e ofereceu o braço a ela. – E você está certa, não posso reclamar."


O título, certamente, retrata uma característica bem forte, tanto da Elizabeth quanto de Marcus. Não poderia haver melhor escolha.

Fazendo um momento de confissão, preciso dizer que não achei que fosse gostar do livro, mas vou ter que dar o braço a torcer, Sylvia Day me surpreendeu. 

Tudo se encaixa perfeitamente, sem apelação em nenhum momento. As cenas não parecem fora de lugar ou impostas, a escrita flui com muita naturalidade e a história vai ficando cada vez mais interessante a partir do momento em que os mistérios vão apresentando as respostas!!

Vale a pena!

O que está esperando?

Boa leitura!

Beijos,

29 de abril de 2014

Doce Veneno: Complicado e perfeitinho!



Bom dia envenenadas...

Hoje vamos conversar sobre algo que anda me incomodando muito pela literatura atual...

Os personagens 'Complicados e Perfeitinhos'...

Lembram dessa música do grupo Charlie Brown Jr.??

Complicada e perfeitinhaVocê me apareceuEra tudo que eu queriaEstrela da sorteQuando à noite ela surgiaMeu bem você cresceuMeu namoro é na folhinhaMulher de fases

Pois é... agora imagina essa mesma música numa versão masculina...

Você já encontrou essa versão por aí em vários livros eróticos e outros quase eróticos, não foi?! 

Vejam só... O cara é 'perfeitinho' porque:


1. Ele é rico!
2. Ele é MUITO rico!
3. Ele é phoda!
4. Ele tem o cabelo maravilhoso...
5. O corpo dele é o de um deus grego!
6. Ele tem um olhar quarenta e três que te faz gozar...
7. Ele se veste impecavelmente!!
8. Ele tem 'aquilo' enoooorrrrmmeeee...
9. Ele tem o dedos, a língua e o 'amiguinho' mágicos!!
10. Ele pode transar loucamente várias vezes seguidas e não cansa!!
11.  É melhor para por aqui, mas a lista ainda teria vários itens.


E ele é 'complicado' porque...

1. Ele tem traumas de infância.
2. Ele é controlador!
3. Ele quer TUDO de você...
4. Ele não consegue dormir na mesma cama que você!!
5. Ele quer que você assine um maldito contrato.
6. Ele tem um segredo que não conta nunca!!
7. Ele não quer compromisso sério.
8. Ele te avisa logo que nunca se apaixona...
9. Ele quer te dar uns tapas o tempo todo... e pode até te amarrar!
10. Ele se apaixona, mas nega o fato até a morte!!


Não sei o que vocês estão achando, mas para mim isso está uma lástima...




Quero outro tipo de garanhão!!!

Onde estão os amantes queridos que podem até parecerem perfeitinhos, mas que sejam mais críveis!?! 

Quero acreditar que o cara possa te querer sem ser um sádico ou um masoquista...

E quero mais... quero outros tipo de romances!!

O que deu na cabeça das editoras que não mudam o disco?


Não entendo... dá para lançar algo diferente??

Tenho lido nos comentários aqui no blog a aflição das leitoras que estão sem livros para ler, porque quando pegam o livro e leem a sinopse... leem a repetição do livro que leu na semana passada ou na noite passada... é tudo a mesma coisa...

O que faremos?? Choramos??
"Eu não tenho nada para ler..."

Todo livro erótico precisa ser assim?? Claro que não...

Então, o que preciso de vocês é a indicação de livros diferentes... eróticos ou só picantes, mas que não tenham tanta vulgaridade e nem pancadaria... que seja florzinha ou não... mas que seja diferente!!

Que tenha uma cena de sexo em que eu acredite nela... será que alguém conhece um livro desses?? kakakakaka

Será que alguém conhece um lançamento que seja diferente??

Espero que sim!!! 
E espero que vocês possam colocar aqui embaixo nos comentários!!!

Vamos lá envenenadas... conto com vocês!!

Beijocas,

28 de abril de 2014

Resenha: 'Cartas do Passado' de Lucy Vargas

A resenha de hoje é pra lá de especial... não é todo dia que você tem o privilégio de conhecer a autora do livro que você amou e se apaixonou...

Isso mesmo!!

Antes de conhecer a história deste Conde lindo e gostoso... eu conheci a Luciana, mais conhecida agora por Lucy Vargas.

Todas as minhas amigas literárias falavam com grande carinho desta autora independente e de seus livros, mas eu não tinha tido a oportunidade de ler nenhum deles... 

A Lucy publicou seus livros em e-book e vendeu pra caramba na Amazon.

Assim, quando fiquei sabendo que a Lucy ia publicar sozinha seu livro Cartas do Passado... logo entrei em contato e reservei o meu.

Me apaixonei tanto pela história que tive que contaminar outras pessoas e uma delas foi a Hellen, minha melhor amiga!!

Então sem mais delongas... aí vai a resenha que a Hellen fez do livro!



Autora: Lucy Vargas
Edição: 1
Editora: Lucy Vargas
ISBN: 9781493778614
Ano: 2013
Páginas: 390


Sinopse
Recém–formada, desempregada e com a conta zerada, Luiza recebe uma proposta de emprego em um castelo medieval nos confins da Inglaterra. 

Sem opção, ela parte de Londres com tudo que tem. 

O castelo vai virar um hotel e ela vai trabalhar justamente no museu arruinado dos Warrington. 

Tudo a sua volta grita abandono, até os antigos escritos do último dono do castelo chegarem às suas mãos e lhe contarem outra história.

O conde de Havenford foi um homem sofrido e solitário. 

Assassinado ainda jovem, seu povo foi abandonado e seu castelo destruído. Perdida entre o presente, o passado, a vida do conde e a sua, Luiza vai aprender que a história vai muito além dos livros. 

Mas antes que o fim seja escrito, ela vai precisar de muita coragem para salvar não apenas a vida do conde e de todos no castelo, mas a sua também. 

Tenha coragem, desafie os fatos e vista as roupas da lady mais atípica que já pisou em um castelo. Prove que o amor nasce onde menos se espera e entre de cabeça nessa história. 

As próximas cartas podem ser para você.



Queridos envenenados, normalmente faço a parte da confissão lá para o meio ou final da resenha, mas, dessa vez, vou ter que começar por ela.

Assim que comecei a leitura pensei com meus botões: Porque raios alguém chamada Luiza tinha ido parar num castelo no interior da Inglaterra? (Não sei o motivo mais impliquei com o nome da pobre)

E como assim ela se comunica com o Conde de Havendord? Era só o que me faltava, um amor fantasmagórico!?! 

Mas logo percebi que todos os meus pré-julgamentos estavam pra lá de errados e que o livro é nada menos que ENCANTADOR

Devo um pedido de perdão à autora.

A história começa despretensiosa. Luiza Campbell, como praticamente todo recém-formado, ainda mais em museologia, estava falida e, para completar, sozinha!

Conseguiu o trabalho no Castelo de Havenford por indicação de um antigo professor da faculdade e tudo que ela podia pensar era em como tinha sorte, pois, trabalhando no castelo, não precisaria se preocupar em pagar aluguel ou pagar por sua alimentação que eram itens incluídos no pacote de emprego e isso, por si só, parecia ótimo.

É claro que todo bom emprego tem colegas ótimos e uma chefe chatíssima, mas Luiza estava disposta a ignorar essa questão pela simples oportunidade de ter acesso a documentos tão antigos e poder ajudar a eternizar a história daquele lugar que certamente já tinha visto dias melhores e que fora não só negligenciado, mas surripiado e maltratado por gerações de herdeiros indiretos que só pensavam nos lucros temporários.

Mesmo ciente de que encontraria muitas coisas interessantes, principalmente em razão da antiguidade, Luiza jamais imaginou que existiriam cartas pessoais na documentação, muito menos que o conteúdo das cartas do Conde Jordan D. Warrington, do século XV, fossem se tornar tão impactantes para ela.

Logo nas primeiras cartas, ela viu que o tal Conde parecia escrever sobre tudo o que acontecia em sua volta e não se restringia a escrever sobre propriedades e contas, mas falava sobre suas responsabilidades, seus amigos, sua triste vida familiar e quando Luiza menos percebeu estava tão encantada com a história daquele homem que era difícil não parar tudo o que precisava fazer apenas para se dedicar às memórias do Conde de Havenford.

Cada dia que se passava ela descobria mais alguma coisa que lhe doía o coração. Mesmo que toda aquela história tivesse acontecido há séculos, Luiza se sentia incomodada, com um sentimento de que tudo havia sido uma tremenda injustiça e seus sentimentos pelo Conde passaram a ser tão reais que ela resolveu começar a escrever para ele, como se daquela forma pudesse ajudar a aliviar seu sofrimento...

“Meu estimado suserano,

Milorde deveria ir passear pelos tais campos verdes. Deixe a lady de lado e procure um cavalo para exercitar. Se os defeitos são assim tão aparentes, que dúvida ainda pode haver? 
Por aqui também não há fogo há semanas, aliás, se me permite, não há nada.
Nem frutas.

Simplesmente, não cometa o mesmo erro.
                                                                                                                       L.C.

Logo após seu primeiro bilhete ao Conde, algo mágico acontece e, de repente, o impossível não parecia mais tão impossível.

Aos poucos, a correspondência entre Luiza e o Conde de Havenford passa a viajar por séculos sem qualquer dificuldade e o relacionamento deles vai ficando mais e mais forte até que... 

Bem, descubra você mesmaaaa!!!! (rs)

O livro é para leitores com coração forte. 

Difícil conter a enxurrada de emoções e, em alguns momentos quase não é possível respirar. 

Cada página está repleta de incertezas, guerras, traição, suspense, coragem, muito amor... além de cenas quentes, cenas lindas, cenas leves e cômicas. Perfeito!

Os personagens secundários não são nada mornos, são amigos queridos ou inimigos mortais!

As emoções finais não perdem para os momentos de maior aflição, não existe uma trégua... você vai suspirando a cada palavra, frase e parágrafo!!



Sabe aquela história de que o amor tudo conquista? 

Pois é, Lucy Vargas nos presenteou com um que conquista e transforma!

É um livro que merece uma MEGA distribuição e uma edição belíssima!!!!

O que está esperando???

Boa leitura! Beijocas, 



Curiosidades


Lucy Vargas é uma jornalista e escritora que mora no Rio de Janeiro com a mãe e a cachorra mais louca da vizinhança. Sua paixão pela escrita começou aos 10 anos quando permitiram que assistisse novela e, insatisfeita com o andamento, ela resolveu reescrever tudo o que viu. Desde então nunca mais parou e escreveu todo tipo de história que lhe agradasse. Os romances entraram em sua vida aos 13 anos e é até hoje seu gênero preferido.

Seu livro de estreia, Segunda Chance Para Amar, chegou aos mais vendidos da Amazon Brasil e da iBooks. Cartas do Passado estreou na Amazon Brasil no Top 100 e como 2° romance mais vendido.

Visite o site para saber tudo sobre sobre os próximos lançamentos!!

 Quer comprar o livro físico?

Entre em contato com a autora!!

Eu já comprei o meu!!


Hellen, devolve o meu livro que eu já encomendei o seu, ok?! ;-)

Notícia maravilhosaaaaaa...

O terceiro livro da Lucy acabou de ser lançado e está disponível para compra na Amazon, Kobo e iBooks!!



Beijocas, 

26 de abril de 2014

Importando o Veneno #1 - Hell's Knights


Meninas eu amoooooooooooooooooo estas autoras americanas!!!

Caiu no meu colo semana passada o primeiro livro de uma série de motoqueiros tatuados lindos e maravilhosos chamada The MC Sinners.

Hell's Knights é o primeiro livro da série e foi lançado no ano passado, em agosto e caiu no gosto apurado das pervas de plantão!


A autora Bella Jewel escreve romances eróticos como ninguém e as cenas são beeeeemmmm descritivas. Daquelas que precisamos ligar o ventilador para sobreviver a elas de tão calientes que são!!


A série já tem três livros publicados lá fora e cada um deles conta a história dos motoqueiros tatuados do MC Sinners.

Neste primeiro livro conhecemos Cade, o vice presidente do MC Sinners, o grupo de motoqueiros fodões...


Sexo. 
Quem realmente sabe sobre sexo? Quero dizer, todos nós tivemos sexo, muito sexo mesmo, mas quanto você chega aos detalhes, quantos de nós realmente tivemos o melhor sexo?
Eu achava que sabia sobre o sexo. Eu tive sexo. Yey, eu senti desejo. Uma vez, eu mesmo senti o amor. Eu achava que sabia exatamente o que era sexo.
Até que eu conheci Cade.
Ele é o significado do sexo.
Ele é um motoqueiro.
Ele é perigoso.
Ele é poderoso.
Ele é dominante.
Ele me quer.
Meu mundo está prestes a mudar, para melhor? 
Eu não sei. Mas aqui está minha história, eu espero que você esteja pronto para isso, porque não é bela, é dolorosa, de quebrar o coração... é o que a maioria das pessoas têm a dizer sobre ela. 
É também apaixonada, proibida, moralmente incorreta e francamente, fode bonito.
Mas a história principal é da Addison...

Leia a sinopse:

Um romance moderno sobre motoqueiros. 

Addison teve uma vida dura. Sua mãe é uma inútil, e seu pai não foi na em sua vida por anos. Quando sua mãe morre, ela fica sem dinheiro e com um homem irritado atrás dela. Então, ela corre para a única pessoa que ela acha que pode cuidar dela agora - seu pai. Ela sabe que seu pai é o presidente de um clube de MC, mas ela não tem ideia do quanto vai vir a precisar desse clube. 

Cade é tudo o que ela sabe que deve ficar longe, e ainda assim ela não consegue parar de querer ele. Ele é o vice-presidente do clube, lindo, robusto, charmoso e ele a faz sentir-se viva de novo. Ela deve ficar em movimento, ela deve escapar dos demônios de seu passado, mas em vez disso ela se encontra caindo apaixonada pelo motoqueiro lindo. 

Este é um romance sobre duas pessoas quebradas, que precisam descobrir como juntar as peças um do outro. 

Romance adulto.



É impossível ler o livro e não gostar da protagonista Addison. Ela é forte e determinada, mas por trás da faxada durona ela é frágil e insegura.

Sua vida foi difícil demais e chorei muito com todo o relato cru e real de sua vida.

Ela não espera encontrar carinho e reconhecimento quando procura o pai motoqueiro, mas na verdade ela não sabe de nada... Como nunca teve contato com ele, ela não sabe o que esperar... ela só fica boquiaberta quando percebe que ele é muito mais do que imaginava.

Cade é um bônus em sua nova vida... é tão quebrado e sofrido quanto ela, mas a atração avassaladora que os dois sentem um pelo outro é intensa demais para ser ignorada.

Quando estão juntos o livro pega fogo!!

A escrita da autora é fantástica e ela sabe emocionar e pesar a mão nas horas certas.

Virei fã da Bella...

Este não é um livro recomendado para menores de 18...


Leia por sua conta e risco!!

A autora... Bella Jewel ainda não foi publicada aqui no Brasil, mas você encontra seus livros na Amazon.


O segundo livro da série é... Heaven's Sinners.
Ele conta a história de Spike e Ciara. Os dois aparecem no primeiro livro da série!!
Spike é amigo de Cade!

O terceiro livro é... Knight's Sinners!

O livro conta a história do pai da Addison, Jackson e Serenity. Ele é o presidente da MC Sinners e ela é uma espiã!! O fogo vai queimar!!

Estou ansiosa por ler o segundo e o terceiro livro!! Assim que eu ler... volto aqui e comento sobre eles!

Vamos torcer para que alguma editora se interesse por Bella Jewel... não sei porque, mas acho esta série a cara da Universo dos Livros!!

Beijocas,

25 de abril de 2014

9 anos de @HarlequinBrasil: uma história para contar


Como vocês ja devem estar sabendo, pois postei aqui no blog a um tempo atrás, a Harlequin esta completando 9 anos de ótimas publicações, e para comemorar nada melhor que compartilhar com vocês um pouco da minha história com a editora...

Na época eu estava desempregada e ficava caçando pela net promoções, encontrei uma da Harlequin valendo o livro "Fora da lei" da Nora Roberts (que não é publicado no formado de banca); sem pensar duas vezes acabei participando e ganhei. Fiquei tão apaixonada pela escrita da Nora que virou necessidade ter outros livros dela. Encontrei vários em "formado normal" mas com valor muito alto.
Comentei com a minha mãe que adoraria ler mais romances nesse estilo mais que só encontrava títulos com valor alto. Ela logo me indiciou uma banquinha no centro da cidade, que na época que ela era jovem, só vendia livros assim. 
Encontrar a tal banca foi o paraíso; a dona reservava parte da banca para os romances da Harlequin, e até fazia troca de livros com algumas leitoras, indicando os preferidos dela e aceitando sugestões também...


Infelizmente a procura foi caindo cada vez mais e hoje ela só trabalha com alguns títulos. 

3 anos depois tive a honra de ser chamada para participar do grupo "Queridas Harlequin", nós recebemos em primeira mãos os títulos que serão publicados e o mais legal de tudo é que podemos dividir nossas expectivas e opiniões com outras apaixonadas por romances da Harlequin.

Minha coleção é um grão de areia em relação as outras blogueiras, mas estou focada em não ficar para trás rs... Ler esses romances, seja histórico ou contemporâneo, é como mergulhar em um mundo cheio de boas histórias, bons romances e é claro homens lindos e focados em te conquistar a cada página.

Parabéns a editora Harlequin! Que nossa história nos próximos 9 anos cresça ainda mais!

Beijinhos,

Resenha: 'Austenlândia' da @EditoraRecord







Austenlândia



Autora: Shannon Hale
Editora: Record
Páginas: 240
Edição: 2014






Sinopse

Jane Hayes tem 33 anos e mora na Nova York atual. Bonita, inteligente e com um bom emprego, ela guarda um um segredo constrangedor: é verdadeiramente obcecada pelo Sr. Darcy. 

Embora sonhe com ele, os homens reais com os quais se depara são muito diferentes dos que habitam sua fantasia. Justamente por isso, ela decide deixar de lado sua vida amorosa e aceitar seu destino: noites solitárias aconchegada no sofá assistindo a Colin Firth em seu DVD.

Porém, esses não são os planos que sua rica e velha tia-avó Carolyn, tem para a moça. A única a descobrir o segredo de Jane deixa, em seu testamento, férias pagas para a sobrinha-neta na Austenlândia. 

A ideia é que Jane tenha uma legítima experiência como uma dama no início do século XX e consiga se livrar de uma vez por todas de sua obsessão. Contudo, para isso, ela terá que abrir mão do celular, da internet e até do uso de sutiãs em troca de tardes de leitura, espartilhos e... a companhia de belos cavalheiros. 


     Não é sempre que a gente dá a sorte de receber em casa um livro lindo, fofo, engraçado e cheio de tiradas sarcásticas que é ‘a minha cara’!!

Não é segredo para ninguém que eu amo a Jane Austin e seus romances, então quando a Editora Record divulgou que ia lançar em abril o livro Austenlândia, fiquei super feliz e torcendo para gostar da escrita da autora Shannon Hale.

Para minha alegria, Shannon Hale escreve de forma tocante e cativante sobre uma solteirona romântica de 33 anos que tem uma paixão platônica e secreta pelo Sr. Darcy. Alguém se identifica?? Rs

Apesar de já ter namorado vários rapazes... Jane, nossa querida bem sucedida nova iorquina, não encontrou em nenhum destes rapazes alguma característica do nosso amado personagem fictício.

Então, seguia sua vida corrida de trabalho chegando em casa tarde e jantando com Colin Firth (a paixão da Gabriela Laganowisk), já que assistia diariamente o DVD de Orgulho e Preconceito.

Mas num encontro inusitado seu segredo é descoberto por uma tia avó bem velhinha que ao visitar sua casa e tentar salvar suas plantas, encontra sem querer seus DVD de Jane Austin escondidos atrás dos vasos.

 A cena é hilária e a conversa das duas é hiper mega divertida. A tia avó entende sua paixonite e dá uma dura em Jane para que viva e deixe seu sonho de lado.

“- Sinto muito. 
- Humph. Seria melhor sentir muito por você mesma. Sou velha e rica, e as pessoas me deixam dizer o que eu quiser. Então ouça. Descubra o que é real para você. Não adianta se apoiar na história de outra pessoa a vida toda. Sabe, aquele livro não fez bem nenhum à própria Austen. Ela morreu solteirona.
- Eu sei. – Aquele pensamento assombrara Jane muitas vezes, e era a arma favorita dos antientusiastas de Austen.
- Não que haja algum problema com solteironas – disse Carolyn, batendo nas dobras frágeis do pescoço.       
- É claro que não. Solteirona é só um termo arcaico pra “voltada para o trabalho”. 
- Escute, docinho, minha história está contada. Tive meus dias de glória e agora estou encarando meu fim. Mas o céu e as estrelas sabem como sua história vai acabar. Então, faça seu felizes-para-sempre acontecer. – A voz dela tinha o entusiasmo de um treinador de equipe infantil. Era docemente protetora.”

Um tempo depois, Jane se assusta ao receber de presente da tia avó uma viagem de férias para a Inglaterra, mais precisamente para Austenlândia. Lá, todos devem se portar como se estivessem em uma obra consagrada da autora Jane Austen.

Jane vê neste presente a chance de viver o romance que sempre sonhou.

Sem demora, prepara suas malas e zarpa em busca dos seus sonhos.

O livro é primoroso e em alguns momentos senti vontade de ser a Jane... juro!!

Mas abrir mão do celular, trocar seu sutiã por espartilhos apertados, dizer adeus às calcinhas e usar calçolas, caçar faisões e fazer reverências... não é bem a minha praia! J

Neste lugar dos sonhos, Jane encara sua vida patética e percebe que é hora ou de viver este sonho eternamente fugindo de relacionamentos reais ou deixá-lo para trás em Austenlândia e encarar a vida real com a coragem que herdou de sua tia avó.

No fundo de seu coração, o que ela mais queria era um homem que a fizesse se sentir linda todos os dias...

Será que ela vai encontrar??

Leitura deliciosa que arrebata o coração de todas as românticas de plantão!!


Curiosidade...

Eu estava contando pra Tânia meu entusiamo pelo livro e ela disse: "Tem um filme com este título!!" e eu fiquei boiando porque não tinha ideia que o livro tinha sido adaptado para o cinema.

E foi mesmo... olha só!!


Em 2013 o filme foi lançado no festival de Sundence e sua produção contou com a própria autora e com o dedinho de ouro da titia Stephanie Meyer.



Mas pelo visto... o filme não teve muito sucesso... 
Pelo que li pela internet, a adaptação para o cinema da protagonista do livro deixou a desejar. A Jane do filme é bem patética e lunática... bem diferente a nossa Jane literária!

Eu não vi, mas se você já viu... deixe aqui seu comentário por favor!!

Veja o trailer oficial...



Não perca tempo...

Boa leitura!!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados