10 de fevereiro de 2014

Resenha: 'Morra por mim' pela @FarolLiterario


Morra por mim

Autor
: Amy Plum 

Editora: Farol Literário
Série: Revenants - Livro 01
Categoria: Literatura estrangeira
Páginas: 424
Lançamento: 2013

saraivasubmarinotravessa



Sinopse:

Depois que seus pais morrem em um acidente de carro, Kate e sua irmã, Georgia, vão morar com os avós em Paris. Enquanto Georgia encontra na balada a cura para sua tristeza, Kate é mais introspectiva e se recusa a sair e se divertir, até resolver ir para um café com seus livros para tomar um pouco de sol. Ela conhece Vincent, um belo e misterioso garoto parisiense. Ao se relacionar com o menino e descobrir sua história, Kate tem que escolher entre deixar sua paixão de lado e seguir a vida em segurança, e assumir seus sentimentos e toda a complicação que seria namorar alguém imortal e com inimigos, e mudar para sempre sua vida.

"Eu sabia que existia algo diferente em Vincent. Eu tinha sentido isso, mesmo antes de ver sua foto no obituário. Era algo distante de mim, e muito obscuro para eu conseguir entender. Então eu ignorei. Mas agora vou descobrir quem ele é." 





A primeira coisa que chama atenção em Morra por Mim é a capa; deslumbrantemente bela. Aliás, muito legal o que a Editora Farol fez, ao manter uma jacket para o livro, mesmo ele não sendo de capa dura. 
Deu todo um charme ao livro de Amy Plumm. 

Na história, Kate se muda com a irmã Georgia para Paris, onde irá morar com os avós após a morte de seus pais. Georgia logo faz amigos e se enturma fácil, mas Kate não consegue superar a tragédia. 
Um belo dia, aceita a ideia de sua irmã e leva seus livros para uma cafeteria encantadora no bairro e passa sua tarde lá. É lá que vê um garoto misterioso pela primeira vez. Depois disso, ela o vê outras vezes, até o dia em que uma situação constrangedora aproxima os dois e eles se conhecem oficialmente. O garoto extremamente bonito e com ares de misterioso chama-se Vincent. O interesse entre os dois é óbvio, mas ele esconde um segredo daqueles que podem abalar o mundo, e não é mera retórica. 

Kate é a típica mocinha de dramas sobrenaturais. Frágil que tenta se mostrar forte, egoísta que tenta se mostrar generosa, boba que tenta se mostrar descolada. E tem a incrível capacidade de atrair problemas e fazer o carinha querer protegê-la, além dele se apaixonar inexplicavelmente por ela. Mas ela tem uma irmã ótima, que apesar de trazer um problema com ela sem saber, é extremamente divertida e legal. E tem uma avó que toda gostaria de ter, de tão diferente e normal que é.  

Vincent é tudo que esperamos de um protagonista de romance sobrenatural. Lindo, sexy, misterioso, protetor, apaixonado e cativante. O que falta de carisma em Kate sobra nele e em seus amigos. Impossível não gostar dele, impossível não achar ele uma gracinha. Mas Vincent não é um garoto comum, ele faz parte de um grupo, algo como uma espécie de anjos da guarda. Alguém que morreu no lugar de outra pessoa e, ao invés de permanecer morto, ele recebeu a missão de evitar que pessoas que não devem morrer acabem morrendo por acidente. O problema é que, obviamente, existe um grupo poderoso que quer exatamente o contrário, e eles vão tentar de tudo para atingir o objetivo deles. 

Vincent e Kate vão precisar achar um lugar comum para levar esse relacionamento, isso é, se eles pretendem continuar juntos. Vincent, que é quem mais tem a perder, está disposto a arriscar tudo para levar seu relacionamento com Kate adiante, mas ela está apreensiva com o que isso pode trazer para ele.  

Eu  gostei do livro e da história, apesar de Kate. E principalmente, o final do livro me deixou ansiosa por uma continuação e saber o que vai acontecer entre esse casal e com os dois grupos rivais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados