6 de fevereiro de 2014

Resenha: As luzes de Setembro pela @Suma_Br


As Luzes de setembro

Autor
: Carloz Ruiz Zafón

Editora: Suma de letras
Série: Trilogia da Névoa - Volume 03
Categoria: Literatura estrangeira
Páginas: 232
Lançamento: 2013

saraivasubmarinotravessa






Sinopse:

Durante o verão de 1937, Simone Sauvelle fica de repente viúva e abandona Paris junto com os filhos, Irene e Dorian. Eles se mudam para uma cidadezinha no litoral da Normandia, e Simone começa a trabalhar como governanta para Lazarus Jann, um fabricante de brinquedos que mora na mansão Cravenmoore com a esposa doente.

Lazarus demonstra ser um homem agradável, trata com consideração Simone e os filhos, a quem mostra os estranhos seres mecânicos que criou: objetos tão bem-feitos que parecem poder se mover por conta própria. Já Irene, fica encantada com a beleza do lugar e por Ismael, o pescador primo de Hannah, cozinheira da casa. Os dois logo se apaixonam.

Todos estão animados com a nova vida quando acontecimentos macabros e estranhas aparições perturbam a harmonia de Cravenmoore: Hannah é encontrada morta, e uma sombra misteriosa toma conta da propriedade.Juntos, Irene e Ismael, desvendam o segredo da espetacular mansão repleta de seres mecânicos e sombras do passado,enfrentam o medo e investigam as estranhas luzes que brilham através da névoa em torno do farol de uma ilha.Em As luzes de setembro, aquele mágico verão na Baía Azul será para sempre a aventura mais emocionante de suas vidas, num labirinto de amor, luzes e sombras.  


As Luzes de Setembro é mais um romance de um dos meus autores favoritos, Zafón, graças a sua sensibilidade em escrever boas histórias, com personagens cativantes e com um toque de mistério. 

Nesse livro, Irene é uma jovem de 14 anos que se muda com a família para o litoral da Normadia após uma fase difícil que vem em decorrência da morte do pai. Simone, sua mãe, consegue um bom emprego de governanta na casa de um rico fabricante de brinquedos local, que vive sozinho em casa com sua mulher, que sofre de uma grave enfermidade. A cidadezinha encanta a menina logo de cara e depois que conhece Ismael, a paixão entre os dois surge rápido. Juntos, eles descobre o segredo que o fabricante guarda com afinco ao mesmo tempo em que desvendam a história em torno das luzes de setembro.  

A história de Irene começa com a morte do pai. Irene, a mãe Simone e o irmão Dorian, após perderem o patriarca da família, descobrem que além de ter que seguir em frente com a dor e a ausência acompanhando suas vidas, terão que arcar com as dívidas deixadas por ele, e que não param de chegar. Simone acaba retomando seu emprego de professora, a família perde o luxo em que vivia e os bens começam a ser utilizados para pagar as dívidas. Porém, isso não resolve. Dorian e Irene arrumam empregos de meio expediente e eles se mudam para um modesto apartamento, cedido por um amigo da família. É ele que intermedia o novo emprego de Simone em Baía Azul, na mansão de Lazarus Jann. 

Irene é uma menina inteligente, bonito, mas já com as marcas da vida, apesar de ainda jovem. Ela ainda conserva a serenidade e esperança da juventude, mas sabe que a vida nem sempre é fácil. Em Ismael, ela encontra seu par. O menino de 16 anos, assim como ela, já sofreu bastante. Até conhecer Irene, sua maior paixão era o mar, onde também ajudava o tio a conquistar o sustento da casa. As marcas da vida dura no mar já eram aparentes no jovem rapaz, o que apenas o tornou mais interessante para Irene.  

Enquanto os mistérios que cercam as luzes de setembro se tornam cada vez mais intrigante para eles, a curiosidade para descobrir o que Lazarus esconde também cresce. Principalmente porque suas construções mecânicas dão um tom macabro à casa. E numa noite, eles descobrirão muito mais do que desejavam saber.  

Esse livro, diferente dos penúltimos que li do autor, deixa um final aberto, mas muito bem encaminhado. Na verdade, só podemos falara que é aberto porque não vemos a concretização, mas certamente já é um alento em relação aos finais que, geralmente para mim, são desoladores. 

Eu simplesmente amei As Luzes de Setembro. 

Esse, se tornou fácil, meu livro preferido dele junto com Marina. 

Beijinhos

Um comentário:

  1. Amo esse autor. Fiquei apaixonada pelo livro "A sombra do vento"... Muito bem escrito e com uma trama que não te permite pestanejar de tão boa.
    Sua resenha está tão interessante, que já incluí o título "As Luzes de setembro" na lista de prioridades desse ano. Obrigada!

    ResponderExcluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados