30 de novembro de 2013

Resenha: Uma Bruxa na Cidade pela @EditoraLeya


Uma bruxa na cidade

Autor
: Ruth Warbueton 
Editora: LeYa
Série: Trilogia Winter vol.01
Categoria: Literatura estrangeira
Páginas: 344
Lançamento: 2013

saraivasubmarinotravessa


Sinopse:

Quando o amor e a magia se misturam, quem poderá distinguir a fantasia da realidade?Anna Winterson não sabe que é uma bruxa, e provavelmente zombaria de quem insinuasse algo parecido. Quando ela se muda para a cidade de Winter, começa a descobrir do que é capaz quando usa seus poderes. A confusão começa quando ela conhece Seth, o garoto mais bonito e cobiçado da escola. Numa brincadeira aparentemente inofensiva, Anna o enfeitiça para que ele se apaixone. E, sem querer, acaba deflagrando uma guerra entre dois clãs de bruxos rivais. A bruxinha quer apenas viver seu amor, mas se sua mágica é capaz de controlar a paixão de Seth, ela poderia ser tão monstruosa quanto os seres que estão tentando usar seus poderes em benefício próprio? 




Anna Winterson se vê forçada a mudar para a pequena cidade de Winter quando seu pai fica cada vez mais endividado. Ele é sua única família e está disposta a tentar se adaptar essa nova vida para vê-lo feliz.

Só que essa adaptação não começa com o pé direito; a casa em que foram morar está precisando de reformas urgentes e todos os moradores ficam comentando, afinal ali é a antiga casa de uma bruxa.Ela tenta ao máximo viver uma vida normal ali, fazer amizades e se acostumar com o ritmo da cidade.

Em um final de semana seu pai precisa voltar para Londres e pede para Anna que convide umas amigas para ela não ficar sozinha na casa. Tudo está correndo super bem até que elas encontram um antigo livro de feitiços, para animar um pouco a noite decidem fazer um que atrai a pessoa amada.

O único garoto que ela conhece é Seth, um bad boy que namora uma das garotas mais bonitas da escola, e como tem certeza de que isso não vai dar certo, pensa nele na hora do feitiço. Mas na segunda feira, quando chega, na escola percebe que deu certo, ele está apaixonadissimo por ela.

Segura de que pode reverter essa cituação, ela vai tentando fazer feitiços que quebrem o primeiro. Só que cada fez que isso é feito o equilibrio natural da cidade muda, causando tempestades e outros efeitos estranhos.

Com medo de seus poderes e tentando descobrir o que ela é Anna vai juntando as peças de seu passado e presente, para conseguir ter um futuro mais seguro.

"Uma bruxa na cidade" é uma leitura mais voltada para o público juvenil, cheio de mistérios e com uma batalha de tirar o folego, só durante a leitura descobri que ele é o primeiro volume de uma trilogia.
Ainda não há previsão para o lançamento do segundo aqui no Brasil.



Beijinhos,







29 de novembro de 2013

Sexta Envenenada: Álbum de Casamento



 “Seduza minha mente e terá meu corpo,
encontre minha alma e serie sua para sempre.”
Anônimo
“Não é apenas a afinidade que é preciosa...
mas a cumplicidade e o sentimento de intimidade nela contidos...
o fato de toda a própria sombra estar gravada ali para sempre.”
Elizabeth B. Browning


Olá, Envenenados!

Estamos voltando, rapidinho, desta vez, pois não tinha como esperar até a próxima semana.
O fato é que nossa querida Nora Roberts está com a corda toda, desta vez pela Editora Arqueiro, que lançou há alguns dias o livro Álbum de Casamento.
Claro que eu precisava conhecer mais esta pérola do talento de Roberts.
“Primeiro livro da série Quarteto de Noivas, Álbum de Casamento conta uma linda história de ano, amizade e família – e daqueles momentos imprevisíveis que transformam uma imagem bonita uma numa verdadeira obra de arte.
Quando crianças, as amigas Parker, Emma, Laurel e Mac adoravam fazer casamentos de mentirinha no jardim. E elas pensavam em todos os detalhes. Depois de anos dessa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida. Mas, apesar de planejar a tornar real o dia perfeito para tantos casais, nenhuma delas teve no amor a mesma sorte que tem nos negócios. Até agora.
Com várias capas de revistas de noivas no currículo, a fotógrafa Mac é especialista em captar os momentos de pura felicidade, mesmo que nunca os tenha experimentado em sua vida. Por causa da separação dos pais de seu difícil relacionamento com eles, Mac não leva muita fé no amor. Por isso não entende o frio na barriga que sente ao reencontrar Carter Maguire, um colega de escola com nunca falara direito.
Carter definitivamente não faz seu tipo. Professor de inglês apaixonado pelo que faz, ele cita Shakespeare e usa paletó de tweed. Por causa de uma antiga quedinha por Mac, fica atrapalhado na frente dela, sem saber bem como agir e o que falar. E mesmo assim ela não consegue resistir ao seu charme. Agora Carter está disposto a ganhar o coração de Mac e convencê-la de que ela é capaz de criar suas próprias lembranças felizes.”
 Mac sempre foi cética quanto aos “finais felizes” que as cerimônias de casamentos prometem.
Não que ela seja alguma traumatizada de guerra. Não.
Ela segue sua vida, aproveitando-a e considerando-se realizada e feliz, uma vez que é independente financeiramente, ama seu trabalho e está com as suas melhores amigas.
Acho que muitas mulheres sonham com isso.
Mac não aspira realizar as mesmas cenas que capta com a lente de sua câmera. Depois de ver seus pais se separando quando ela era ainda uma menininha, e continuar vendo-os entrando e saindo de outros relacionamentos, ela não tem muita disposição para acreditar que com ela seria diferente. Pelo menos até uma das clientes da Votos intimar o irmão para que a acompanhasse durante a reunião para tratar sobre seu casamento.
“Depois de embalar tudo, viu que só teria tempo para um almoço rápido – as sobras da salada de macarrão – antes de enviar as fotos e ir para a mansão.
Deu umas garfadas, apoiando o prato na pia mesmo. Uma terra de conto de fadas congelada, pensou, ao olhar pela janela. Tudo imóvel, perfeito. Pegou o copo de Coca Zero e tomou alguns goles.
Um cardeal se chocou contra a vidraça com um estrondo. Só deu para ver um borrão vermelho. Mac se assustou e entornou o refrigerante na blusa.
Com o coração na boca, viu aquele pássaro idiota se afastar, voando para longe. Então, olhou para a blusa.
– Droga!
Tirou-a e jogou-a em cima da máquina de lavar na área de serviço. De sutiã e calça preta, limpou o que havia entornado na pia. O telefone tocou e ela foi atender, irritada. Pelo identificador de chamadas viu que era Parker e atendeu com um “que foi?” mal-humorado.
– Patty Baker está aqui. Veio buscar os álbuns.
– Bem, ela chegou vinte minutos mais cedo. Estarei aí, e os álbuns também, na hora marcada. Tente distraí-la – acrescentou, andando pelo estúdio.
– E não me encha. – Desligou e se virou.
Então, deu de cara com um homem.
Ele arregalou os olhos, envergonhado, e se virou, reprimindo um “Ai, meu Deus”. Saía como uma bala, quando bateu na parede, fazendo um barulhão.
– Ai! Você está bem? – Mac largou o telefone na mesa e correu para socorrê-lo.
– Sim, estou. Desculpe.
– Você está sangrando. Caramba, bateu a cabeça com força. É melhor se sentar.
– Talvez. – Ao dizer isso, foi deslizando pela parede até sentar no chão.
Seus olhos estavam enevoados e um pouco embaçados.
Mac se agachou, afastou o cabelo castanho-escuro que cobria a testa dele e viu o machucado que sangrava e já havia inchado bastante.
– Ok, não é um corte grande. Escapou de levar uns pontos. Mas ficou com um belo galo. Cara, o barulho foi tão alto que parecia que você tinha batido na parede com um martelo. Talvez um pouco de gelo e depois...
– Me desculpe, mas... humm, não sei se percebeu... Será que você não deveria...
Mac viu os olhos dele baixarem e os acompanhou. Só então notou que, enquanto tentava ajudá-lo, seus seios, mal cobertos pelo sutiã, estavam muito próximos do rosto dele.
– Ops. Eu me esqueci disso. Sente aí. Não se mexa. – Levantou-se de um salto e se afastou.
Ele não sabia se seria capaz de se mexer. Estava desorientado. Ficou sentado onde estava, com as costas apoiadas na parede. Mas, mesmo com passarinhos de desenho animado voando em torno de sua cabeça, tinha que admitir que os seios dela eram bem bonitos. Não pudera deixar de notar.”
Carter é um amor à primeira vista, no nosso caso à primeira leitura, pois é um cara bonito, desajeitado, inteligente, educado e atraente... isso tudo num só pacote? Por isso que é tão bom ler, a perfeição é possível. Mas, no caso de Nora Roberts e outras autoras de qualidade, os personagens não são de todo perfeitos, graças aos deuses!
Ele já nutria uma paixonite por Mac desde o ensino médio, mas nunca teve coragem de se aproximar, mesmo ela sendo mais nova.
Quem nunca teve um amor que quase nos matou porque não pudemos vivê-lo? Todo adolescente já teve aquele amor tão enorme, o maior amor do mundo, tudo muito intenso, muito forte, muito doloroso, sobretudo se não correspondido ou sequer notado.
O surpreendente aqui é que ele ainda sente o mesmo por ela e consegue, sem muito esforço, mexer com as barreiras que Mac ergueu em torno de si.
Fui abençoada por uma leitura limpa, que não força a barra entre os personagens, transformando-os em atletas sexuais.
Carter e Mac são os meus tipos de personagens prediletos – críveis, possíveis, dão duro para se estabelecer e vivem a vida como qualquer um de nós pode viver.
Ele é professor (Uhu! Eu também sou), ela é fotógrafa.
Ele é desajeitado, desastrado e confuso em certos momentos, ela é prática, “pé no chão” e divertida.
Preciso lembrar Julia Quinn: “Vamos encarar os fatos: lemos romances para nos apaixonar. Sobretudo pelo herói. Sem dúvida, as heroínas são importantes – na verdade, em minha opinião, se a mocinha não for alguém que poderia ser a minha melhor amiga, o livro não faz sentido.”
Eu me apaixonei por Carter assim que ele surge diante de Mac, por quem também me encantei e adoraria ter como amiga.
Alinhavando dois personagens simpáticos e bem construídos está a escrita de dona Nora. Uma receita fantástica para um livro de sucesso.
Tiago Gaiotto
Os diálogos deles... envolventes bem escritos e surpreendentemente reais, mesmo quando travados na secretária eletrônica.
 “– Ah, oi. É o Carter. Queria saber se você não quer ir jantar ou talvez pegar um cineminha. Ou prefere teatro? Eu devia ter visto o que está em cartaz antes de ligar. Mas nem pensei nisso. Ou podemos só tomar um café de novo se quiser. Ou... não sou muito articulado com essas coisas. Também não sei deixar um recado decente. E o que isso importa? Se estiver interessada em alguma dessas sugestões que dei, sinta-se à vontade para ligar, por favor. Obrigado. Hum. Tchau.”
– Droga, Carter Maguire – Falou para si mesma. – Por que você tem que ser tão absurdamente fofo? Não dava para ser irritante? Por que não estou irritada? Ai, Deus, vou retornar a ligação. Sei que vou. Estou mesmo encrencada.”
Álbum de Casamente é rico em muitos sentidos, mas não me refiro à riqueza material. Há romance de excelente qualidade, há o medo do compromisso, sem frescuras, há sensualidade, sem seções que esgotem nossa libido e paciência. E, sem exagero: as cenas hot deste texto não são profanas, mas belíssimas e estimulantes – literalmente.
Como nem tudo são flores e valsas, eles precisarão encarar momentos de incertezas, de medo, de insegurança, também graças aos deuses, pois um pouco de complicação dá um tempero exato para que nos sintamos estimulados a continuar com a leitura. Típico de Nora, claro.
Obviamente estou na expectativa do próximo livro, que contará a história da fofa da Emma. E tomara que não tarde.
Parabéns e obrigada à editora e a ilustre autora, por mais uma obra “redonda” em nossas mãos!
Fico por aqui suspirando e torcendo por Carter e Mac!
Fiquem bem e Carpe Diem!

27 de novembro de 2013

Resenha: Olho por olho pela @novo_conceito


Olho por Olho

Autor
: Jenny Han e Siobhan Vivian 
Editora: Novo Conceito
Categoria: Literatura Estrangeira
Páginas: 320
Lançamento: 2013

saraivasubmarinotravessa

Sinopse:

Alguma vez você já quis realmente se vingar de alguém que a ofendeu? Talvez uma ex-amiga que a apunhalou pelas costas, ou um namorado traidor, ou um estúpido da escola que a humilhou desde que você era pequena… Alguma vez você já sonhou em envergonhá-lo na frente de todos? E, então, alguma vez você se uniu com outras duas pessoas para criar um elaborado esquema de destruição e revanche? A maior parte de nós não pode dizer que sim a todas essas perguntas (felizmente). Mas, certamente, todos nós somos capazes de nos identificar com muitos dos sentimentos de KatLillia e Mary em Olho por Olho… No entanto, de um exercício de malícia, de uma simples brincadeira adolescente, o jogo do “aqui se faz, aqui se paga” poderá assumir proporções trágicas, em que até mesmo as leis da natureza vão se dispor, misteriosamente, a acalmar os corações ofendidos. Deixe-se levar por uma genuína história sobre o certo e o errado, o justo e o injustificável e procure entender — se possível — os verdadeiros motivos que transformaram estas três meninas. Dramático, honesto e fascinante, este é um livro que ultrapassa todas as expectativas! 



Kat, Lilia e Mary são adolescentes que, populares, ou não, tem muitas questões pendentes. Moradoras da Ilha Jar, pretendem modificar suas vidas e também as de Rennie, Alex e Reeve. 

As Vingadoras: 
Kat perdeu a amizade da garota mais popular da escola e, por isso, passa seus dias escolares sofrendo bullying e, realmente, já cansou! 

Lilia, apesar de pertencer ao grupo dos populares, tem medo do que possa vir a acontecer com sua irmã mais nova, já que descobriu, a duras penas, que determinadas “amizades” não lhe ajudam quando a necessidade de apoio é realmente importante. 

Mary, por sua vez, se transforma fisicamente para reverter os trágicos efeitos do bullying já sofrido, na esperança de dar o troco, mas, descobre que, sozinha, não tem forças para reverter sua situação. 

Os alvos: 
Rennie, a linda capitã da equipe de torcida da escola, e como a grande maioria delas, acha isso vai ser para a vida toda e, por tanto, nada mais importa. É uma péssima amiga e só olha para o próprio umbigo. 

Reeve, no passado, fez Mary sofrer horrores. Também se acha o tal, mas ainda temos muito que descobrir sobre ele. 

Alex: seduziu a irmãzinha de Lilia... será?? 
É diante desse quadro que Kat, ao ter um vislumbre de discórdia no reino dos populares, aproveita a deixa para apresentar a proposta: VINGANÇA.  

“Ninguém pode jamais saber o que vamos fazer. O que fizermos juntas viverá e morrerá conosco. E, se vamos mesmo fazer isso, ninguém pode desistir na metade do caminho. Se for para entrar, é para ir até o fim. Até nós três conseguirmos o que queremos. Senão, bem... você pode se considerar a caça.” 

Os termos do pacto são claros, então, é hora de colocar os planos em prática, mas sempre lembrando que NINGUÉM pode desconfiar que as três tem qualquer tipo de relacionamento. Viviam em “mundos” separados antes, e precisam permanecer assim. 

O desenrolar da história é cheio de surpresas e até de arrependimentos. É bom ter muita certeza do que aconteceu antes de pensar no playback! 
Algumas das vinganças postas em prática são típicas da vida adolescente, e bem basiquinhas, mas suficientes para agitar o mundo dramático dessa fase da vida.  

Outras, no entanto, podem alterar, para sempre, a vida de todos!  Pena que o resultado da vingança mais dramática a gente só vai ficar sabendo no próximo livro, pois, como tem acontecido com frequência, só na última página descobri que o livro continua... NÃO TINHA QUALQUER DICA DESSA VEZ, TÁ! rs. O próximo livro se chama Dente por Dente já está para ser lançado. 

Como complemento, o próximo livro deve trazer esclarecimentos sobre alguns acontecimentos sobrenaturais... essa história promete! 

O livro é cheio de atitudes verdadeiras... muitas delas até você já fez ou pensou em fazer em algum momento... 

Então é isso! Divirtam-se e boa leitura!!!! 
Beijos,

  

25 de novembro de 2013

Resenha: ´Paixão sem Limites' da @editoraarqueiro


Livro: Paixão sem limites
Volume: 1
Série: Sem Limites
Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Ano: 2013
Páginas: 192
COMPRE AGORAAAAAAAAAAAA!!! #sério

                





Sinopse


Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. 

Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. 

Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. 

Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. 

Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. 

Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. 

Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. 

Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. 

Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. 

Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle.

Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.




'Dio santooooooooooooo'... o que foi isso???

Acabei de ler o livro Paixão sem Limites e estou nocauteada... 

Nocauteada pela escrita viciante da autora... Abbi minha filha... eu te amo!!

Nocauteada pela história deliciosa e super hot... liguem seus ventiladores!!!

Nocauteada pelo casal protagonista com uma química perfeita... paixão sem limites!!

#respirando

#respirando

#respirando

Bem, agora com mais calma posso contar melhor para vocês sobre este new adult maravilhoso que a Editora Arqueiro nos presenteou este ano!!

Aliás... a dona Arqueiro disse por aí que o livro/série O julgamento de Gabriel seria a sua única aposta erótica... e eis que surge com a brilhante Abbi Glines para arrebatar os corações das leitoras vorazes de plantão!!

Só posso agradecer de joelhos por esta aposta!!! A autora arrasa no quesito romance... Meu coração ainda palpita só de pensar no casal protagonista...

E falando no casal...

Blaire é uma garota surrada pela vida. Já apanhou muuuuitoooo...

Ainda adolescente teve uma perda terrível, foi abandonada pelo pai e enfrentou junto com sua mãe uma  das piores doenças que existem.

Quando o câncer leva sua mãe, ela se vê sozinha e totalmente quebrada, pobre, sem dinheiro... falida!!

O único jeito é pedir ajuda a última pessoa no mundo que ela quer encontrar: seu pai!

Essa decisão muda completamente sua vida!!

Ao chegar em Rosemary, Flórida, Blaire só tem uma meta: recuperar o controle de sua vida!! Para isso ela precisa de um empurrãozinho do seu pai até encontrar um emprego e caminhar com suas próprias pernas.

O que ela não podia esperar era levar outra rasteira do próprio pai...

Ao chegar na casa do bastardo pai, ela não o encontra... ela encontra Rush Finlay!

#suspiro

#suspiro

#suspiro

E Rush é aquele cara totalmente malvadooooo...

Ele é lindo de morrer, rico e destemperado...

Ele odeia Blaire de cara e ela não entende o por quê! nem eu entendi... já que o cara é o mair pegador da cidade.

Mas no decorrer do livro a gente vai entendo a personalidade do cara e conhecendo mais sobre sua vida... que também não foi uma mar de rosas.

Blaire e Rush têm esqueletos no armário e no final do livro eles resolvem sair para dizer um olá... e quando isso acontece... prepare sua caixinha de lenços, pois eu chorei como um bebê.

Eu adorei e me identifiquei com a postura de lutadora de Blaire. garota corajosa, com carisma e determinação, cheia de vida e esperanças!! É impossível não torcer por ela do início ao fim e tive vontade de entrar no livro para dar uns 'supapos' no pai dela...

Rush não foi tão fácil de me ganhar... mas ele se redime mudando sua postura quando o amor entra no ar e em seu coração!!


O livro é cheio de personagens secundários maravilhosos que nos encantam e a autora faz de propósito. Ela é tão danada que já escreveu outras série usando um dos personagens secundários deste livro como protagonista. Fique de olho em Woods, amigo de Rush e chefe de Blaire!

Espero que a Editora Arqueiro também lance esta série aqui no Brasil! 

Bem... se você não puder começar a leitura e ler até o final... eu recomendo que não comece... É sério!!! 

NÃO DÁ para largar!!! 

O livro transborda tensão sexual e cenas bem hots. Nada vulgar... Mas são bem descritivas e viciantes!!
Já disse para ler com ventilador ligado, né?!

O final é de arrasar... segurem-se!! #emoçõesfortes

Infelizmente eu não posso escrever mais nada aqui, mas se você já leu... me encontre no facebook porque eu tenho que conversar com você sobre o livro!!!! #precisotrocarfigurinhas

O livro ganha o selo...


... com louvor!!

O próximo livro Tentação sem Limites já tem capa definida e não demora a chegar nas livrarias!



A série é composta por três livros. Vejam as capas americanas!

Espero que também se apaixonem pela série e pela autora... assim como eu!!



Beijocas,

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados