10 de outubro de 2013

Resenha: Morte Súbita pela @editorarocco


Morte Súbita

Autor
: J.K. Rowling 
Editora: Nova Fronteira
Categoria: Literatura Estrangeira
Páginas: 506
Lançamento: 2012
Compre_saraiva


Sinopse:

Quando Barry FairBrother morre inesperadamente aos quarenta e poucos anos, a pequena cidade de Pagford fica em estado de choque.

A aparência idílica do vilarejo, com uma praça de paralelepípedos e uma antiga abadia, esconde uma guerra.

Ricos em guerra com os pobres, adolescentes em guerra com seus pais, esposas em guerra com os maridos, professores em guerra com os alunos… Pagford não é o que parece ser à primeira vista.
A vaga deixada por Barry no conselho da paróquia logo se torna o catalisador para a maior guerra já vivida pelo vilarejo. Quem triunfará em uma eleição repleta de paixão, ambivalência e revelações inesperadas? Com muito humor negro, instigante e constantemente surpreendente, Morte Súbita é o primeiro livro para adultos de J.K. Rowling, autora de mais de 450 milhões de exemplares vendidos. 





Preciso tirar o chapéu para J.K Rowling! Certamente não é nada fácil preencher 504 páginas só com o pior do ser humano. Nada de sonhos, amores, famílias com laços afetivos e não só sanguíneos ou nem isso. Chega a ser assustador! 

O título do livro, apesar de remeter ao fato a partir do qual toda a história se desenvolve, na minha humilde opinião se refere ao que é menos impactante em todo o livro. Uma morte súbita deveria ser considerada um prêmio na difícil sociedade de Pagford. 

Logo nos primeiros capítulos a autora descreve com detalhes a recepção da notícia da morte súbita de Barry Fairbrother pelos concidadãos de PagfordO que se apresenta logo de cara é a falta de compaixão e o interesse pela fofoca e papel de maior destaqueAté mesmo os poucos que verdadeiramente se sentiram tocados pelo fato têm as reações mais distorcidas. 

A cada página do livro, durante muitos capítulos, novos personagens são apresentados ao leitor e, sinceramente, cada um mais problemático que o outro. São pais abusivos, indiferentes, adolescentes rebeldes, crianças desprotegidas e tudo isso sem distinção de classe social. A única diferença é quanto à existência de roupa limpa e comida, ou não. 

São tantos detalhes dessa vida sem esperança e tantos personagens que a primeira parte do livro é difícil de vencer, mas não se pode negar que a riqueza de detalhes facilita a compreensão da história como um todo. 

Depois que já é possível identificar os personagens sem ter que pensar “quem é você mesmo???...” o livro flui melhor, mas é, sem dúvida, um livro difícil, pois, aborda vários assuntos complexos que certamente ninguém enfrenta de bom grado, apresentando o retrato de uma sociedade podre, mas, infelizmente, mais próxima do que gostaria de admitir. Trata de negligência, hipocrisia, uso de drogas e suas consequências tanto para quem usa quanto para quem está por perto, violência físicapsicológica e abusos de todos os tipos. 

Não é a morte súbita que incomoda, é a vida vazia que gera morte lenta o que realmente impressiona. 

É um livro que faz pensar...  

Beijinhos




6 comentários:

  1. Oi Hellen eu consegui um exemplar do livro a R$ 10,00 quando estive em São Paulo, pois a guria que comprou não gostou e posso entender o PORQUÊ agora.. Depois do mundo mágico e cheio de amor e magia que a J.K criou de HP ler outra obra dela que é tão diferente do que conhecemos dela deve ser meio frustrante.. Ainda não li o livro, está aqui na minha relação..mais já sei o que esperar da leitura depois da sua resenha.. Algo tenso e com personagens que não nos causam simpatia ao que tudo indica.
    Beijos


    www.quatroamigaseumlivroviajante.com

    ResponderExcluir
  2. Eu sei que o livro foi escrito pela diva da J.K mas a história não me interessou, acho que é muito diferente do mundo de fantasia que eu gosto! Bjos

    ResponderExcluir
  3. Nossa!!!!
    Que complexidade esse livro. Eu realmente não espero nada parecido com HP, mas não imaginei que desse a impressão da história ser real com temas que são TABUS(drogas e violência) na Sociedade. e a Resenha está realmente muito boa.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  4. eu fico dividida entre a curiosidade e o desânimo com esse livro. ao mesmo tempo que gostaria de ler porque é da J.K.Rowling e quero conhecer algo dela além de Harry Potter, acho a sinopse tão sem graça =/ Quem sabe um dia eu leia, mas não sei se faço muita questão.

    Beijocas
    http://nossosromancesadolescentes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro a série Harry Potter e quando soube de Morte Súbita fiquei bastante curiosa para ler, entretanto a grande quantidade de criticas negativas me desanimaram. Lendo sua resenha agora, fiquei novamente curiosa e certamente irei providencia o meu exemplar e ler o mais rápido possível!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Helen!
    Foi discordar de você só um pouquinho... infelizmente preencher mais de 500 páginas com o pior do ser humano é até fácil, difícil na verdade é colocar uma lógica nessas colocações e tornar o livro algo bom de ser lido, mesmo com toda nojeira.
    A autora terá uma grande dificuldade de superar a série Harry Porter e fazer livros melhores, acredito que as críticas ruins venham disso...
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados