11 de setembro de 2013

Doce Veneno #24: A Bienal nossa de cada ano (ou dois!)

Bom dia, envenenados!

Como estão? Tudo bem? Espero que sim, Antes de mais nada peço desculpas pelo atraso com o resultado da promoção, mas hoje entrou no ar. Agradeço a todos que participaram, comentaram e se divertiram. Infelizmente, só um poderia ganhar. Queria que todos vocês que acompanham a coluna pudessem ganhar, rs. =) Mas enfim, vamos à coluna de hoje? Eu pensei, pensei e pensei sobre o que escrever hoje mas só tinha uma ideia que sempre estava na minha cabeça: bienal. Assim, apesar do meu último post ter sido sobre o mesmo assunto, eu vou repetir. Mas relaxem, obviamente esse post tem um enfoque bem diferente.


Doce Veneno: A Bienal nossa de cada ano (ou dois!)

Eu amo Bienal! Não apenas porque eu sou uma apaixonada por livros, mas porque a bienal trás com ela um mundo de coisas juntas. Ela trás a magia, o glamour que os amantes da leitura tanto prezam. Como não ficar excitado com aquele mundo infinito de estandes de editoras, cada um deles recheado com milhares de títulos que você quer ler? Como entrar e escolher apenas alguns dentre tantas opções? É um desespero!

Eu sei que são onze dias de evento, mas a maioria das pessoas não podem comparecer todos esses dias. Uma grande parte – na qual eu me incluo – trabalha ou estuda e só pode estar lá nos finais de semana. Isso torna a aventura ainda maior. Você sabe que seu tempo é reduzido, que o espaço está mais cheio nesses dias, mas ainda assim, você está lá para participar de toda aquela loucura. Há aqueles felizardos que conseguem estar presentes todos os dias, e esses aproveitam mais que ninguém o momento. Mas o importante é que independente de você ir um dia ou onze, é impossível não curtir.

Além disso, tem os eventos promovidos pelas editoras, que esse ano foram muitos e levaram os blogueiros – principalmente – à loucura. O ponto ruim disso foi que muitos foram marcados no mesmo horário e minava a possibilidade de ir em todos. Mas ainda assim, achei excelente a ideia dos encontros na bienal. Na minha opinião, está aprovadíssima. Acho apensa que para a próxima edição tem que ser feita uma logística melhor.

Bienal não seria bienal se não trouxesse aqueles autores maravilhosos e que o público ama. Alguns são obrigatórios de toda bienal, porem, nem por isso, menos amados ou valorizados. Por exemplo, Maurício de Souza e Ziraldo sempre arrastam multidões. Absolutamente compreensível. Outra que sempre lota o estande é a Thalita Rebouças. Outros autores brasileiros que tem sua legião de fãs são: Pedro Bandeira – o eterno divo pai dos Karas; André Vianco e Eduardo Spohr. E, os autores internacionais, sempre levando o caos para o espaço. Esse ano o responsável pela confusão foi Nicholas Sparks. Quem esteve presente no dia certamente não esquecerá o tumulto que foi. Outros autores queridos como Emily Giffin e Matthew Quick também fizeram a alegria do pessoal.

Mas honestamente,sabe o que eu mais amo na bienal? Encontrar as pessoas queridas. Por exemplo, a Jeh, do blog Di Moça, eu só encontro em Bienal. Mesmo sendo rapidinho, é muito bom poder sempre dar um abraço nela. Nessa bienal tive a imensa felicidade de conhecer três figuras especiais, que conheço faz tempo do mundo virtual e agora pude abraçar de verdade: a Rapha (Equalize da Leitura), o Pedro (O Livreiro) e a Gabi (Livros e Citações). Com cada um deles tive uma história engraçada na bienal e felizmente pude registrar o encontro. E teve também a Ana, que finalmente pude conhecer – uma louca, que só me proporcionou gargalhadas. Porém, também me senti extremamente feliz de reencontrar os amigos do Rio e poder compartilhar com eles esse momento especial. Assim foi com as meninas queridas do Envenenadas (Math, Tânia e a filhota, Clarice, Ingryd e Raffa) que sempre estão presentes comigo. E, eu não poderia deixar de citar - dentre as tantas pessoas maravilhosas que encontrei nesses dias – algumas figuras: Tita, que foi minha companheira de todas as manhãs de Bienal e Andressa e Bruna, minhas fiéis escudeiras que estiveram comigo em quase todos os momentos que estive na bienal, mesmo que fosse pelo telefone, sms ou whatsapp. Sem elas essa bienal jamais teria sido tão divertida. E porque ambas trouxeram consigo mais pessoas legais, que eu me encantei de cara.

Eu poderia ainda acrescentar vários outros itens na minha lista como o quanto é legal encontrar o pessoal das editoras que conversam conosco ao longo do ano pelas redes sociais e e-mails, poderia falar da alegria das crianças quando encontram algo que querem... Diante de tudo isso, as filas, mesmo imensas, são suportáveis. Os preços, nem sempre em conta e muitas vezes sem lógica, viram piadas. O cansaço se torna suportável e as longas horas no engarrafamento valem a pena. E tenho certeza que na próxima edição eu, você e quase todo mundo estará mais que disposto a repetir essa experiência. Porque bienal é muito mais que livros; é diversão, realização e amizade.

É isso! Deixem seu comentário e façam uma colunista feliz! Até a próxima coluna, pessoal!!


Beijocas,


12 comentários:

  1. Eu amei essa Bienal, foi a melhor que fui, com tantos amigos em volta com tantos eventos maravilhosos, curti os 3 dias em que estive presente e fiquei muito triste com a hora de sair de lá, conheci muita gente legal e queria ter falado com outros que nem encontrei de tão cheia, mas valeu cada minuto.

    ResponderExcluir
  2. Eu amei ir na bienal, foi minha primeira vez, mas nunca irei esquecer. Consegui conhecer blogueiras, participar de um encontro, conversar com autores/autoras que eu conheço, e claro, consegui sair de lá com bastante livros. Valei super a pena sair da minha cidade para ir no RJ participar de um dia de bienal apenas. Ano que vem estarei na de SP! <3
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Bem realmente é muito bom ir a Bienal, além de você ver livros, você tem a oportunidade de conhecer gente nova e os autores que são divinos. Muito bom interagir nesse ambiente de leitores. Ali o assunto sempre é o mesmo: livros. Mais quem não os ama? Eu não vivo sem. Adorei. Beijocas.

    ResponderExcluir
  4. Tenho certeza de que deve ter sido incrível! Como eu sonho com essa bienal. Queria muito ter ido. Mas moro super longe, e ia ficar totalmente inviável pra mim ir. Mas estarei presente na Bienal de SP em 2014. Poder rever as minhas amigas blogueiras vai ser uma das coisas mais empolgantes, tenho certeza. Amo bienal! Acredito que não exista nenhum leitor, e ainda mais blogueiro que não à ame!

    http://milleguas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Tb amo a Bienal e todo encanto que a acompanha, por isso lamentei em não poder comparecer a do Rio visto que sou de SP, mas ano que vem me esbaldo na daqui até cansar rsrsrs =P

    Miquilis: Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  6. Também gosto do clima da Bienal por muitos fatores, e entre eles também é encontrar as pessoas que a gente conversa todo dia, tem uma certa intimidade até, mas nunca viu pessoalmente, é magico quando encontramos de verdade as pessoas que fazem parte do nosso dia a dia, na Bienal do ano passado foi assim, encontrei varias amigas virtuais, e isso não tem preço!

    ResponderExcluir
  7. Aaai gente que surpresa MARAVILHOSA encontrar meu nome aqui!!!! Sério Reh, nem imaginava que você fosse se lembrar de mim!
    Com certeza o evento foi maravilhoso mas espero que nos próximos a logística seja melhor. O pavilhão azul ficou LOTADO no sábado por ter tantos eventos e editoras maravilhosas ali. Muita coisa em um espaço só, né?
    Eu fiquei na correria todos os dias, o sapato matando meus pés mas valeu a pena. Encontrar, reencontrar e conhecer pessoas! Amei conhecer as pessoinhas que ficam por trás dos e-mails parceiros (editoras)! Achei todos super simpáticos!!! <3

    Espero que venham mais e possamos nos ver, sempre!
    Super beijo e até a próxima Bienal!
    :*

    ResponderExcluir
  8. Ana, a louca que leva todos às gargalhadas... mas, pode confessar, vc ADOROU eu ter parado todo o pavilhão azul com minha potência vocal... kkkk
    Eu tb adorei conhecer vc pessoalmente, principalmente que veio acompanhada da Andressa que foi mega companheira tb (muuuuuuuuuuitas histórias pra contar... kkk)
    Obrigada por vcs me acolherem sempre tão bem!!!
    bjos e muitas saudades!!!

    ResponderExcluir
  9. Amaria ter ido na Bienal, mas infelizmente não deu... Inveja branca de todos que foram... Eu lá surtaria, eu e meu cartão de crédito.

    ResponderExcluir
  10. Amei participar da Bienal! Realmente para nós que trabalhamos e estudamos fica complicado, só nos resta encarar o movimento frenético do fim de semana! Mas de qualquer forma foi muito bom estar lá! :)

    ResponderExcluir
  11. Meu sonho ir em uma Bienal do Livro! Moro na Bahia e fica difícil ir na do Rio ou de Sampa.

    ResponderExcluir
  12. Esse clima de Bienal deve ser maravilhoso mesmo. Pena que nunca cheguei a ir a uma. Esses encontros devem ser super divertidos mesmo. Acho que mês que vem vai rolar uma aqui em Pernambuco, e farei o possível pra ir.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados