7 de agosto de 2013

Doce Veneno #22: A maldição do personagem favorito

Bom dia, envenenados!

Tudo bem com vocês? Espero que sim! Então, para comemorar o aniversário do blog e o aniversário da coluna, vou fazer um sorteio aqui, como forma de agradecimento à vocês =) Então, no final da coluna, fiquem atentos às regras!



Doce Veneno: A maldição do personagem favorito

Todo mundo que lê ou que acompanha séries de TV ou filmes já passou por isso: a morte do seu personagem favorito. Pois é. Eu canso de passar por esse problema. Basta eu gostar do personagem que o autor vai lá e mata ele. As vezes, sem mais nem menos, outras vezes com justificativa. Mas a verdade é que isso não ameniza a falta do dito cujo.

Tenho lembranças de momentos variados, com histórias variadas. Por exemplo Harry Potter. Eu sempre morri de pena porque o Harry não tinha ninguém da família que o amasse, porque tinha que viver com os Dudley e tal. Aí surge Sirius Black. Pronto, pensei, agora o Harry vai ter alguém! E então, dona J. K. Rowling faz o quê? Mata o Sirius. Assim, com um Avada Kedrava lançado pela Belatrix. =O Aquilo me detonou. Fiquei até o último momento da saga esperando que ela arranjasse um jeito de trazê-lo de volta. Mas não aconteceu e para piorar, ela ainda matou mais outros personagens que eu gostava, como Dumbledore, Moody, Lupin, Snape...

Outro exemplo mais recente é George Martin, o rei de matar os personagens favoritos. Eu JAMAIS imaginaria que Ned ia morrer no final do primeiro livro. Como assim, gente? Eu achava que ele ia ser O rei. Mas George não queria. E por isso, ele acabou logo com o melhor dos Stark sem dó nem piedade (e antes que alguém reclame que isso é spoiler, não é... já faz um tempinho que a série foi lançada.) Mas, não contente com isso, ele mata um personagem querido em cada livro. No terceiro então, ele faz a festa. Com Martin aprendi a não me apegar aos personagens. Sempre que estou gostando mais de um, deixo de lado porque sei que não posso me apegar.

Outra que também feriu meu coração de leitora foi Richelle Mead. Ela mata um dos melhores personagens da história... Triste demais.

Eu não sei vocês, mas eu já pensei em abandonar uma série por causa disso. O que me leva ao ponto do porque dessa coluna. Li em algum site que o autor de Walking Dead – que também adora matar personagens queridos – disse que ninguém era intocável. Isso despertou a fúria dos fãs de Daryl, o melhor personagem da série, sem sombra de dúvidas. O autor não gostou nada de saber que os fãs ameaçaram deixar de ler a série se isso acontecesse e disse que isso era um desafio. Ou seja, é possível que Daryl encontre seu fim em breve. Vamos torcer para que não, porque eu também seria uma dessas a abandonar a série.

Antes que vocês me digam que o autor tem o direito de fazer o que quiser com seus personagens, eu sei disso. Sei e respeito o autor e a decisão dele. Mas também tenho o meu direito de não querer seguir uma história se meu personagem favorito morre, por exemplo. A gente se apega ao personagem, torce, compreende, sofre, comemora... E aí de repente ele morre. É uma punhalada no coração. Mas também tem as aquelas histórias que mesmo quando o personagem querido morre a história continua boa demais. E aí tudo vale a pena.

Enfim, quem já passou por isso? O que vocês pensam sobre isso? Deixem o comentário de vocês ;)

PROMOÇÃO:

Então, people... A promoção de aniversário vai valer um exemplar do livro Sob a Redoma, do mestre Stephen King, um dos meus autores favoritos. Para concorrer você só precisa comentar na coluna Doce Veneno. Valerão os comentários nas colunas de número #12 para frente, até a data de encerramento da promoção. Você pode comentar em quantas delas você quiser. E se você quiser chances extras, basta seguir o twitter do blog e o meu. A promoção será feita via rafflecopter, portanto, é só irem preenchendo o formulário. A promoção vai até o dia 22 de agosto. 

Boa sorte para todos!

Beijocas,


21 comentários:

  1. Me identifiquei muito com essa postagem....
    Meu coração fica despedaçado só de lembrar até hoje a morte do Sirius.....não me conformo !
    E como vc, fiquei esperando até o último momento por um milagre pra que ele ressurgisse de algum lugar e voltasse a viver....mas infelizmente isso não aconteceu!
    E o livro A guardiã da minha irmã também acabou comigo....o final é de morrer de tanto chorar.....

    ResponderExcluir
  2. Verdade ... a morte de Sirius foi pra acabar com qualquer um e nã me esqueço de Edwirges também. Não acompanho a guerra dos tronos, então ainda não estou sofrendo pelos personagens. Nem vou falar muito sobre outros para não dar spoiler a quem não leu, mas com certeza tem autor que abusa do coração da gente!

    ResponderExcluir
  3. Bem, realmente é muito chato quando isso acontece. Ou melhor ainda, decepcionante. Como você disse, começa a conhecer e a se envolver com o personagem, já o sente como parte de sua família e vem aquela guinada... Puxam o seu chão e você descobre que aquele personagem que mais amou e se identificou, já era. Foi-se pra sempre. isso não é nada agradável.

    ResponderExcluir
  4. Morri com essa postagens e exatamente o que eu sinto como assim matam todos que eu gosto, e da vontade sim de abandonar o livro, choro e tudo kkkkk

    ResponderExcluir
  5. Gente,
    Nunca tinha parado para pensar neste assunto... também não gosto quando um personagem favorito meu morre, mas sei lá concordo com o que o autor de Walking Dead disse, ninguém é intocável, é triste, é, mas nunca pensei em deixar de assistir ou ler algo pq deu a louca no cara de matar um personagem que tanto amo. Normalmente é dificil, pois já estamos envolvidos emocionalmente com o personagem.
    Adorei a coluna.
    Beijos.
    Katielle
    Leitura Maravilhosa

    ResponderExcluir
  6. Horrível isso. Estou lendo a série "As peças infernais", li o 1 e o 2 e espero ansiosamente o lançamento do 3, mas meu personagem favorito é o Jem e desde o 1º livro eu sei que ele vai morrer. Ele tem uma doença que ele meio que morre um pouco a cada dia e eu ando morrendo de medo de ler o 3. A história é muito boa e sei que vou gostar de qualquer jeito, além do que meio que já me conformei com a morte dele também, acho que todo mundo morre e o que fica é o que foi feito enquanto estava vivo e isso vale para os personagens também. Mas tenho medo de como vai ser :/

    ResponderExcluir
  7. Adorei saber que tem mais gente que sofre desse problema!!
    Muitas vezes já passei por isso! Harry acho que todo mundo sofreu com as mortes inesperadas nos últimos livros.
    Eu sofro mais com as séries. Assisto Grey's Anatomy e a Shonda (escritora da série) mata gente a rodo, basicamente toda season finale a gente tá lá chorando pelo personagem que morreu (isso quando não são vários)!
    Esse negócio de largar a série... não sei como eu reagiria, talvez continuasse assistindo pra ver se valeria a pena e se eu continuaria gostando haha Tipo uma segunda chance.

    ResponderExcluir
  8. Nossa!!Super verdade isso que você falou,aconteceu comigo com o filme Os Mercenários 2,aquele gato q apareceu pouquinho,e já me apaixonei por ele e o que aconteceu??Mataram ele.
    Não gosto disso.

    ResponderExcluir
  9. Verdade viu. Também sofro e choro quando personagens favoritos morrem, tanto faz se é série ou livro único. Uma autora que me fez chorar muito foi Suzanne Collins, gente o que foi que ela fez em Esperança? Matou muita gente, que isso. E um autor de livro único que me fez chorar por matar meu personagem favorito foi o David Nicholls em Um Dia.

    ResponderExcluir
  10. Odeio, mas ODEIOOOOOOOOOO quando me apego a um personagem e ele morre. Em séries de TV é que é um saco completo, porque você não tem mais ele ali pra ver quando o resto continua.
    Mas, se alguém já leu livros do Martin (Game of Thrones *-* ) sabe como a vida literária é um sonho que dura pouco xD
    Depois que li livros dele perdi a esperança em amar personagens. O legal é que depois desses livros li um monte com personagens que amei e morreram. Isso é que é maldição!
    Sério, as vezes acho que esses autores são na verdade serial Killers disfarçados. E esses personagens são as vítimas... =P
    ps: sorte nossa que é só os personagens que se ferram :S

    ResponderExcluir
  11. Oi Renata!
    Eu também não superei a morte de Sirius! Eu posso perdoar qualquer outra baixa, até a de Dumbeledore, mas não a do Sirius, ainda mais quando Harry finalmente achava que ia ter uma família! Imperdoável...
    Quanto ao Ned Stark, fique tão chocada que ainda não criei coragem para ler o segundo livro, vai que morre outro? rsrs

    B-jussss! ♥

    ResponderExcluir
  12. Eu fico super triste quando um personagem que amo demais morre dá vontade de ter uma conversa com o autor rsrsrs, mas enfim eu sei que faz parte e tudo mais, só que machuca nosso coração né... Eu nunca desisti de continuar a leitura por causa disso, mas também não vou dizer que isso não vai acontecer... Mas cara que a maioria das vezes é chato isso é...

    Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Nossa quando vc falou de matar personagem eu pensei na hora na Richelle Mead, e quando li seu post lá estava vc falando isso tb. Aiai Dimitri quem guenta rs?

    Miquilis: Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  14. Me identifiquei demais com a postagem, eu quero morrer junto quando o autor (a) mata meu personagem favorito, pra mim a leitura até perde a graça, mas ainda bem que foram poucas vezes que tive essa decepção porque é duro viu! :(

    ResponderExcluir
  15. Ai nem fale, viu o que eu já passei de raiva e já quis socar uns autores por ai. Tinha necessidade de matar o Sirius, o Lupin e o Dobby e a coruja, ai que raiva. Recentemente passei raiva com Jogos Vorazes o mulher sem coração. E o Nicholas Sparks então?

    ResponderExcluir
  16. Amei o post!!!!
    Li só o primeiro livro do George... Já Harry Potter, até hoje espero o Dumbledore reviver!!! Fiquei em choque quando ele morreu. No último livro então, a dor foi muito maior!!! Pura maldade da Rowling!!!!

    ResponderExcluir
  17. Amei o post!
    Bem, até o momento não passei por essa situação. Haha, até agora não li nenhum livro que me fizesse passar por esse momento de dor e angústia. Mas tenho um medo danado de encostar em um livro assim, em que o autor acabe matando meu personagem favorita.
    Bem citado o caso da série The Walking Dead. De fato, se Darly morrer (ele é o melhor, sem condições, ele mantém firme todo a série, só acho), há grandes chances de eu abandonar a série. É que a gente se apega, vai junto com o personagem e torce por ele. Ver ele morrer não é nada bom para ninguém!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  18. Nossa esse post me fez ficar triste e revoltada... sim porque me fez lembrar as dores da minha vida literária... No HP além dos que vc citou tem o Fred, a Tonks, e a Edwiges ( chorei horrores). Richelle Mead tb parte meu coração. John Green tb partiu bem partidinho...

    AAAAHHHH surtando com a sua promo

    beijos

    Fran

    ResponderExcluir
  19. Essa situação é complicada mesmo. Fiquei muito revoltado com as mortes em Harry Potter. Cara, como é que ela me mata o Fred, Lupin, Dumbledore, Sirius, Tonks, etc. Os outros nem falo tanto, pois as que mais me afetaram foram essas.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  20. É sempre um sofrimento quando algum personagem favorito morre ou um ente querido dele. Para mim a mais sofrível foi a de Sirius, fiquei órfã (novamente)junto com Harry.

    ResponderExcluir
  21. Além do Sirius, Snape (divo!) e companhia, senti muito a morte do Fred também... fico pensando como foi a vida da família Weasley sem ele. Porque George sem Fred é tipo " amor sem beijinho, Buchecha sem Claudinho".

    ResponderExcluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados