25 de maio de 2013

Então por que gostamos mais das vilãs?

Nesse verão post eu decidi fazer algo diferente, quiqui 6acham?


Resolvi falar de um assunto que sempre dá pano pra manga: vilãs. Exatamente, as antagonistas de nossas séries favoritas que roubam as cenas, dançam Molejo, matam empreguetes e usam tons pastéis porque sobra Vanish em casa. Falarei de algumas pertencentes às tramas que assisto, mas sintam-se à vontade para mencionar outros projetos de Carminhas nos comentários. Então, bora iniciar os trabalhos?


  • Donna Ladonna (The Carrie Diaries)
- que tem eu?
Primeiro: o que é esse nome combinando com o sobrenome? Tão... The Carrie Diaries! A série é um preview do cultuado Sex And The City e eu não esperava que fosse tão viciante. Donna começou como a vilã clichê de toda série colegial, cantando Show das Poderosas, catando geral e se fazendo de colega de todo mundo, mas era só dar mole que ela roubava, na certa, uns 35 namorados. Aos poucos, os roteiristas optaram por dá-la mais destaque e a personagem se tornou minha favorita da série, com tanto a oferecer - e está oferecendo! - e sempre dando as melhores tiradas, nas situações onde seus conselhos exóticos se encaixam surpreendentemente. Chloe Bridges tem o talento de pronunciar seu texto de um jeito único, dando o tom correto e fugindo do entojado caricato, pois muitas atrizes a interpretariam dessa maneira. Uma surpresa? Não se trata de uma líder de torcida.

  • Katherine Pierce / Katerina Petrova (The Vampire Diaries)

Quando o admirável Kevin Williamson era o showrunner de TVD, uma coisa era certa: os cliffhangers (ganchos) de uma temporada para outra eram um show. Ao final da primeira, eis que conhecemos a vambitch mais amada de todas as séries: Katherine! A doppelganger de Elena sempre foi uma personagem de background que acompanhávamos nas memórias dos irmãos Salvatore, mas quando a vemos em Mystic Falls, tudo muda de figura. Conhecemos uma criatura egoísta, carente, perspicaz e que não mede esforços ou cretinice para conseguir o que lhe apetece, que se matou para se transformar em vampira a fim de salvar a própria vida (?) e seguiu desde então fugindo de Klaus, o vampiro mais velho e poderoso do mundo. Entretanto, como uma boa filha de uma quenga, arranjou tempo de ter uma filha, que acabou dando prosseguimento à linhagem Petrova até chegar em Elena e cagar tudo na vida de Damon e Stefan. Suas quotes são impagáveis e há sempre surtos do fandom com suas cenas. Afinal, se é para escolher entre a doppelganger boa e a má, quem vai preferir a songa?

  • Regina Mills / Evil Queen (Once Upon A Time)
EVIL REGALS APPROVE!
O azarão da ABC que tomou conta de toda sua programação nos deu um presente de vilã para amar e admirar: Lana Parrilla. A atriz, desde o começo, mostrou a que veio, sendo considerada a verdadeira protagonista da série de sucesso, por meio de uma atuação natural, empolgante e cujas ações despertam instantaneamente as sensações no espectador. Como Rainha Má, ela descaracterizou a velhinha que envenenava maçã, leite e Ades e a narcisista que abusou do Renew para preencher o status de quem vai caçar Branca de Neve com roupa de estrela do rock e apronta peripécias ardilosas pelo caminho. Ao mesmo tempo que suas ações de vingança são imperdoáveis e seu egoísmo amplificado impressiona, há uma humanização que nunca coube à personagem através de suas motivações, de seu passado e do jogo em que foi uma mera peça, transformando-a em algo muito maior e profundo que os próprios papéis principais. Sua contraparte, Regina, a prefeita da - infelizmente - fictícia Storybrooke, mantém a elegância, a cretinice e as quotes fantásticas de Vossa Alteza, talvez com um pouco mais de libido e menos guardas à disposição. Em poucas palavras: estamos todos obcecados.

  • Sue Sylvester (Glee)

Sue f*cking Sylvester. Nunca na minha vida vi uma pessoa com uma mente tão fértil para insultos e sarcasmos nonsense como a personagem interpretada brilhantemente pela Jane Lynch, que assim como tantas outras citadas acima, possui mais de um motivo para ser como é, ter um lado humano mais natural que todos o elenco e ser amada e aclamada pelo público. No início longínquo da primeira temporada, a treinadora das líderes de torcida do McKinley High tinha dois objetivos na vida: vencer as competições de cheerleading e destruir o Glee Club. Com o passar do tempo, a personagem foi se expandindo, do corpo docente à política e à maternidade, com todos os horrores de fase-a-fase. Seu relacionamento com o resto do casting é divertidíssimo de acompanhar, com seu apelidos pessoais e opiniões que fazem a gente parar e pensar "De que droga ela tá falando?!" em meio a muitas risadas. É complicado falar de Sue, que sucinta bastante da comédia cretina e, não satisfeita, ainda mais cretina de Glee, mas que cresceu com a série e rendeu bem mais que o previsto para nossa alegria. Bom, não consigo explicar, por isso deixarei algumas quotes para aqueles que não a conhecem, terem uma pequena ideia de como é lidar com essa bomba relógio de suplementos ilegais:
"Você dá passinhos estranhos quando anda, como se tivesse crescido no Japão Imperial e deformaram seus pés."
"Pronto. Não vai mais me confundir com sua aparência de travesti. Doarei isso para as vítimas do furacão Katrina. Podem usá-lo para tapar os buracos dos trailers."
"Você não merece o poder da Madonna. Você não tem nada da auto-confiança dela, seu poder sobre seu próprio corpo, ou o magnetismo sexual dela. Para simplificar, você tem toda a sensualidade de um daqueles pandas do zoológico que se recusa a procriar."
  • Sutton Mercer (The Lying Game)
purq vc vale muinto
É, eu tenho uma queda imensa por essa moça aí de cima. The Lying Game é quase uma série irmã de Pretty Little Liars, para quem não conhece, e sofre um grande risco de cancelamento, apesar de ter apresentado uma midseason incrível em sua temporada mais recente. Mas vamos falar de coisa boa, vamos falar de Tekpix Sutton Mercer, a irmã rica de mais uma versão onde gêmeas são separadas e trocam de vida por uns tempos turbulentos. Emma, a irmã pobre e boa, é uma personagem que foge do estereótipo da garota ingênua, bobinha e heroína, é humana com um toque natural que só Alexandra Chando consegue dar. Com Sutton, a coisa muda de figura. Estamos falando de uma garota mimada, adotada, que "empresta" sua vida à irmã gêmea que conheceu há pouco tempo pelo Skype para procurar a desnaturada da mãe-quenga e, quando volta, vê que todos gostam mais da "nova Sutton" do que dela mesma e, se seu caráter já não era lá essas coisas, imagina a partir disso? Tem muita sambada na cara, "hair flip thing" e manual de como ser sexy sem ser vulgar. Com tiradas sarcásticas, uma maneira inesquecível de falar, gesticular e até mesmo insinuar, a gente cai de amores pela sua personalidade, que mascara uma carência incompreendida e a necessidade de ser o centro das atenções. Sutton é considerada a Katherine de TLG. Não importa, amo as duas de qualquer jeito cretino de ser!
"(o pai de Sutton ganhará um prêmio médico por seus serviços)
Emma: Que prêmio?
Sutton: Por colocar silicone em desabrigados, sei lá."
  • Victoria Grayson (Revenge)
E TENHO DITO!
Matriarca da Família Grayson, Rainha dos Hamptons, amante de terrorista, Teen Mom, assassina fria e agora, primeira-dama de Nova Iorque. Com um currículo desses, Victoria tinha que ser uma vilã amada pelos telespectadores da série mexicana não-mexicana mais viciante de todos os tempos. Isso sem contar o plot principal, de ter acordado com o marido no plano que colocou o pai de Emily Thorne Amanda Clarke atrás das grades injustamente e enviou a pobre garota para uma vida de lares adotivos, reformatórios e tudo que a badass tinha direito de sofrer. Vicky é um personagem e tanto, que "batalhou" para chegar aonde chegou, passando por mal bocados que se resumem a todas as novelas da Thalia no SBT. Ela aprendeu das piores maneiras com a vida que família é o bem mais precioso que pode se ter e se tornou uma mãe inescrupulosa que defende os filhos com métodos moral e criminalmente discutíveis. É incrível a habilidade de Madeleine Stowe, com um só olhar, revelar tudo que a Mama Grayson está pensando; um olhar e estamos todos nos escondendo sob as mesas porque Mordor is coming. Na última temporada, sua química - ou a falta dela, dependendo do ponto de vista - com Henry Czerny, o patriarca Grayson, sempre rendeu diálogos hilários, estavam afiadíssimos. E o mais legal é que a barreira que separa antagonista - Victoria - e protagonista - Amanda/Emily - é mais fina do que as duas podem imaginar; são duas faces da mesma moeda cretinamente bem vestida.

*VILÃ BÔNUS QUE VALE MAIS DO QUE DINHEIRO*

  • -A (Pretty Little Liars)


Decidi colocá-la como um extra exatamente pela especulação de sua identidade, que já perdura mais de três temporadas. E falo da -A original, chefe de quadrilha e dona de franquias de bonecas de terror, não do Time -A. Esse ser humano que não tem nada melhor para fazer atormenta quatro mentirosas com seus segredos mais podres desde que a líder de seu grupo de amizades, Alison, "morreu" misteriosamente. Com SMS capciosos, e-mails ameaçadores, fotos comprometedoras, chantagens descaradas, assassinatos duvidosos e  muitas, muitas brincadeiras e travessuras criativas e perturbadoras, -A é, atualmente, a mais vil de nossa lista pelo fato de não sabermos sua identidade, suas motivações - se há alguma - e seu real objetivo com tudo isso. Temos conhecimento apenas de que ela faz o que faz porque sim e deal with that. -A é onipresente, arma picuinhas como ninguém, é bitch e geral sabe e não parece ter limites. Espero que a série deixe de ser essa palhaçada que foi a terceira temporada e realmente ande com esse mistério todo que já passou da validade, tanto que -A hoje em dia é mais piada que amedrontadora, em minha reles opinião. Mas NUNCA a subestime, só por precaução.

-------------------------------------------------------------------------------------------------

E chegamos ao fim de mais uma patacoada. Espero que tenham gostado, caso contrário me processem tô zoando sou pobre. Quero saber nos comentários de vocês quais outras vilãs do mundo das séries são deliciosas de se assistir praticando suas cretinices, preparando bruxarias ou revendendo Jequiti. #partiu

Caíque Pereira

13 comentários:

  1. Amo amo amo a Regina!! Sou Evil regal até o fim!! HAHAHAHA A Lana é uma ótima atriz e faz mais fácil ainda gostar da Evil queen hehe
    Também adoro a Katherine!! Prefiro ela do que Elena haha Se bem que Elena sem emoções também foi uma boa fase!! hehe
    Agora assim não lembro de nenhuma vilã de série, mas uma de filme que sempre vou gostar, muito provável pela atriz, é a Miranda de O diabo veste prada! hehe

    ResponderExcluir
  2. UHAUHAHAHAH muito legal esse post com as vilãs! A Regina de Once Upon A Time é demais! A atriz é incrível. Ela respira a evil queen! Ela tem um ar muito majestoso! kkkkkkkk
    Agora, assim, não consigo me lembrar de nenhuma outra super vilã =( Que triste. AAAh, lembrei da Bárbara da novela "Da Cor do Pecado" eu acho... vale? kkkkkkk
    Lembrei da maldita Dolores Umbridge de Harry Potter tbm. CRUZES!

    ResponderExcluir
  3. Hahahaha, adorei o post e cai de gargalhadas! É incrível como sempre eu há de gostar sempre das vilões. Elas além de lindas, incríveis, são cretinas, malvadas e é o que torna qualquer série melhor do que já é! Um mundo sem vilões não existe, é fato!
    Katherine, por exemplo, é tão sarcástica, adoro quando há a aparição dela na série, adoro mais ainda quando ela abre a boca e fala o quem para falar. E a minha querida Victoria Grayson, como ela não há! Linda, estilosa, mãe de uma garota e de UM RAPAZ, Jesus! (esse filho tinha que ser dela mesmo) hah. Enfim, adoro a maldade e o modo cínico de ser dela. Quando ela aparece, ela rouba a cena.
    Yeah, de fato, Katherine e Victoria (nomes realmente fod*s para duas vilões) são minhas favoritas. E no momento, eu não me lembro de nenhuma vilã! :~
    Beijo,
    Jéssica.

    ResponderExcluir
  4. Amei a listinha*
    Minhas favoritas são The Evil Queen e Victoria Grayson, nossa amo demais. E no caso da Lana, eu gosto muito mais dela, do que muito mocinho por aí.
    Beijos

    Camila Leite
    @sonhospontinhos
    http://sonhosentrepontinhos.com

    ResponderExcluir
  5. A minha Evil Queen favorita está ai. A Lana arrasa na pele da Regina. A Katherine é a minha doppelquenga favorita!! A Nina samba na cara do recalque nesses interpretando a Katherine, sério.
    Beijos

    http://vidade-princesa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Vamos combinar que a doppelQUENGA é a favorita... acho que foi ela que ensinou a Carminha a ser tão má!

    Uma vilã que eu adoro tbm é a Morrigan da série The Lost Girl ela e o Vex tocam o terror *___*


    Caique arrasando como sempre! Você é demais =]

    ResponderExcluir
  7. Adorei o post,não gosto de algumas das vilãs do post,mas tem outras que eu amo loucamente com a Sue,ela é impagável assim como o post!!!

    Perfeito!!!

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Adorei o post, ficou bem descontraído.
    Confesso que adoro vilãs mas, não torço por elas.
    Tem uma vilã que admiro muito que é a Miranda Priestly, a querida diaba de ''O Diabo Veste Prada'' que, assim como o filme, é um dos meus livros preferidos.

    ResponderExcluir
  9. Regina, Katherine e Sue são minhas preferidaaas! Liiindas!!

    ResponderExcluir
  10. Victoria Grayson se tornou uma das vilãs que eu mais amo/odeio nesse vasto mundo de vilões, terminei a primeira temporada de Revenge e fiquei engasgada na frente da televisão, quando comecei a segunda levei um susto tão grande que não consegui sequer raciocinar, essa vilã tem classe. O engraçado é que é impossível odiarmos os vilões, eles são nossas fontes de emoções, conheço a maioria que você listou, e nossa eu adorei, eu nem me lembrava o quanto eu detestava a Sue, enfim, amei, mas por enquanto a Sra. Grayson é minha vilã preferida, mas é como você disse, a linha entre ela e a Emily é tênue!

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Kath é uma vaca e eu adoro essa vaca! xD
    Quem quer saber de mocinha chata e sem graça que nunca faz nada de mal, nem matar uma mosca mata? Ahhh, eu amo essas vilãs! Regina é outra que adoro, muito máááá!

    ResponderExcluir
  12. todo mundo gosta mais das vilãe, por que elas são mais divertidas, e nao ficam sofrendo por tudo rs.

    ResponderExcluir
  13. Adorei os personagens escolhidos! Conheço quase todos e posso dizer que amo a Rainha Má, Regina, de Once Upon a Time, ela tem ua lingua afiada e planos totalmente macabros como o de levar todos para uma outra cidade sem memória. A Kath também não deixa a desejar, a bich é azeda e não tem medo de falar o que pensa.

    Abraços,
    Raquel.

    ResponderExcluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados