12 de maio de 2013

Mães más... ou Envenenadas?? rs

     
     Nesta semana, entrando na sala dos professores da escola onde trabalho tive o privilégio de ler este texto que foi entregue pelo professor de Ética e Cidadania da escola Objetivo/Americana, Sr. Roberto Candelori, a todos os alunos da sala de aula, para que entregassem a seus pais. 

     A única condição solicitada pelo mesmo foi de que cada aluno ficasse ao lado dos pais até que terminassem a leitura.

     O texto, a seguir transcrito, foi publicado recentemente por ocasião da morte estúpida de Tarcila Gusmão e Maria Eduarda Dourado, ambas de 16 anos, em Maracaípe – Porto de Galinhas. 

      Depois de 13 dias desaparecidas, as mães revelaram desconhecer os proprietários da casa onde as filhas tinham ido curtir o fim de semana. A tragédia abalou a opinião pública e o crime permanece sem resposta.

       Eu não conhecia o texto e, ao lê-lo, fiquei muito sensibilizada... por isso estou transcrevendo-o aqui para que assim como eu, vocês possam dar valor ao imenso amor que as mães nos dedicam mesmo quando achamos que são 'más'!!


 “Um dia quando meus filhos forem crescidos o suficiente para entender a lógica que motiva os pais e mães, eu hei de dizer-lhes: - Eu os amei o suficiente para ter perguntado aonde vão, com quem vão e a que horas regressarão.

Eu os amei o suficiente para não ter ficado em silêncio e fazer com que vocês soubessem que aquele novo amigo não era boa companhia.

Eu os amei o suficiente para fazê-los pagar as balas que tiraram do supermercado ou revistas do jornaleiro, e os fazer dizer ao dono: “Nós pegamos isto ontem e queríamos pagar”.

Eu os amei o suficiente para ter ficado em pé, junto de vocês, duas horas, enquanto limpavam o seu quarto, tarefa que eu teria feito em 15 minutos.


Eu os amei o suficiente para deixá-los ver além do amor que eu sentia por vocês, o desapontamento e também as lágrimas nos meus olhos.

Eu os amei o suficiente para deixá-los assumir a responsabilidade das suas ações, mesmo quando as penalidades eram tão duras que me partiam o coração.


Mais do que tudo, eu os amei o suficiente para dizer-lhes NÃO, quando eu sabia que vocês poderiam me odiar por isso (e em alguns momentos até odiaram). 

Essas eram as mais difíceis batalhas de todas. Estou contente, venci... Porque no final vocês venceram também! E em qualquer dia, quando meus netos forem crescidos o suficiente para entender a lógica que motiva os pais e mães; quando eles lhes perguntarem se sua mãe era má, meus filhos vão lhes dizer:


“Sim, nossa mãe era má. Era a mãe mais má do mundo...As outras crianças comiam doces no café e nós só tínhamos que comer cereais, ovos, torradas. As outras crianças bebiam refrigerante e comiam batatas fritas e sorvetes no almoço e nós tínhamos que comer arroz, feijão, carne, legumes e frutas. Mamãe tinha que saber quem eram nossos amigos e o que nós fazíamos com eles.

Insistia que lhe disséssemos com quem íamos sair, mesmo que demorássemos apenas uma hora ou menos. Ela insistia sempre conosco para que lhe disséssemos sempre a verdade e apenas a verdade.

E quando éramos adolescentes, ela conseguia até ler os nossos pensamentos. A nossa vida era mesmo chata! 

Ela não deixava os nossos amigos tocarem a buzina para que saíssemos; tinham que subir, bater à porta, para ela os conhecer.

Enquanto todos podiam voltar tarde da noite com 12 anos, tivemos que esperar pelos menos 16 para chegar um pouco mais tarde, e aquela chata levantava para saber se o passeio foi bom (só para ver como estávamos ao voltar).

Por causa de nossa mãe, nós perdemos imensas experiências na adolescência: 
Nenhum de nós esteve envolvido com drogas, em roubo, em atos de vandalismo, em violação de propriedade, nem fomos presos por nenhum crime.

FOI TUDO POR CAUSA DELA!

Agora que já somos adultos, honestos e educados, estamos nos esforçando e pedindo a Deus que nos ajude a sermos “PAIS MAUS”, como minha mãe foi. 

Eu acho que este deve ser um dos grandes males do mundo de hoje:  
A INSUFICIÊNCIA DE MÃES MÁS!"



Então, queridas mães 'envenenadas' curtam este dia do...

“Leva um casaquinho!”, “Eu não sou sua empregada!”, 

“Não se esquece de lavar atrás das orelhas!”

“Só experimenta um pedacinho!”, “Eu não te falei?”, 

“Você não atende o celular!”,

“Só quero o seu bem!”, “O que foi que você disse?”, 

“Na minha época...”,

“Você não sai desse computador!”, "Quando você tiver seus filhos..."


Que Deus as abençoe e prolongue seus dias na Terra...


12 comentários:

  1. Que lindooooooo esse texto *-*
    Eu amei! Eu tenho uma mãe má que é tudo em minha vida! Se não fosse por tudo o que ela fez em minha vida, eu não estaria aqui hoje escrevendo isso com imenso amor e carinho, eu não estaria na universidade com apenas 16 anos, eu não estaria feliz :)
    Eu só tenho a agradecer por tudo o que ela fez.
    Mensagem linda! Tocou ambos os corações: o meu e de minha mãe!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Ente lágrimas, comento: é assim mesmo!
    Post lindo, com verdade a cada letra, a cada espaço ou sinal de pontuação.
    Eu sou uma mãe muito má, com toda certeza! Obrigada querida, por me aliviar do peso de toda a minha maldade!
    Te amo! Beijos na Dona Silvia!
    Tania

    ResponderExcluir
  3. Maravihoso texto!! Agradeço todos os dias a mãe má que tive. Se não fosse ela, eu não seria a pessoa que sou hoje. Sua coluna me fez reviver cada palavra da minha mãe, e eu sei, muito bem, que não fui uma filha fácil de ser educada. Felizes os filhos que têm ou tiveram uma mãe má.
    Obrigada, minha linda!!!
    Feliz Dia das Mães para você e sua mãe.
    Te amo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Espero que o carinho que foi depositado às mães no dia de hj seja espalhado por todos os dias do ano. Que os filhos consigam refletir a cerca do que ouvem de seus pais e a cerca do que respondem.
    Todos viemos juntos para aprender a ser integralmente responsáveis, a começar nas nossas relações mais próximas S2!

    Miquilis: Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  5. Que coisa mais linda, é tudo, tudinho, a mais pura verdade!
    Amei o post e também desejo ''que Deus as abençoe e prolongue seus dias na Terra...''.

    ResponderExcluir
  6. Eu já conhecia esse texto. Li ele há uns anos e morri de chorar! hehe tenho uma cópia dele na minha caixinha de coisas que eu levo para a vida toda! É lindo né? leio sempre.
    Minha mãe era (e ainda é às vezes) exatamente assim! Eu odiaaava quando ela ligava pra casa das minhas amigas quando eu ia dormir lá, só pra saber se ia ter alguém em casa e pra conhecer a mãe delas.
    Mas eu tenho certeza que serei uma mãe beem má assim também! :D

    ResponderExcluir
  7. Amei o texto... É lindo!!!
    Agradeço por ter tido uma mãe má e peço sabedoria para poder ser má desse jeito primoroso com meus filhotes!!!!
    Feliz dia das mães!!! (Um pouquinho atrasado, rs)
    Beijos!!!!
    Clarice Julião

    ResponderExcluir
  8. Que lindooooo esse texto!!! Vou mostrar pra minha mãe depois! hehhe

    ResponderExcluir
  9. Que texto lindo, não tinha visto. Eu agradeço por ter uma mãe má, e ao ler esse texto queria que ela fosse ainda mais, as vezes me pego fazendo coisas que me decepcionam, mas a vida é assim estamos propensos a errar e aprender e que mesmo já sendo "adulta" que minha mãe continue sendo má.

    Abraços,
    Raquel.

    ResponderExcluir
  10. Amei esse texto, isso tudo é a pura verdade! Mesmo nem sempre agradando os filhos, as mães fazem o que podem e o que não podem pelo bem dos filhos. Mesmo que nem sempre percebamos o tamanho do amor e dos sacrifícios que elas fazem por nós, as mães continuam ali em todos os momentos. Agradeço a Deus por ter uma mãe "má".

    ResponderExcluir
  11. Nossa amei o texto! Bom, os filhos as vezes não sabem reconhecer o sacrifício que é ser uma mãe, confesso que já fui uma filha muito ingrata e hoje sei reconhecer os esforços que minha mãe fez. Graças a Deus ainda tenho minha mãe ''má'' junto comigo!

    ResponderExcluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados