10 de abril de 2013

Doce Veneno #17: Livro digital ou Físico??


Olá, envenenados!


Como vocês estão? Todo mundo bem? 

Como sempre, muita coisa acontecendo na blogosfera e nem sempre dá tempo de acompanhar tudo. 

No último mês vi uns três bafões que chamaram a minha atenção envolvendo blogs, editoras e leitores. 

Então, a coluna de hoje foi inspirada num debate recente que vi principalmente no Twitter, causado pela decisão de uma editora de não enviar mais livros físicos para os parceiros, só e-books. 

Não vou entrar no mérito da decisão da editora, mesmo porque não é o foco da coluna, mas a questão que surgiu para mim foi: livro físico ou digital?



Doce Veneno: Livro digital ou físico, qual você prefere?

Já há algum tempo os livros digitais vem ganhando cada vez mais espaço e angariando cada dia mais fãs. Claro que ele tem suas vantagens, afinal, não ocupa espaço – a não ser o da mémoria do seu computador, tablet, celular, e-reader –, você pode carregar para qualquer lugar quantos livros quiser sem carregar peso e para quem sofre com falta de espaço como eu, acabou-se os problemas!

Sim, ótimo! Mas e o cheiro do livro? 
E o prazer de virar as páginas, de ir e voltar de acordo com seu bel prazer? 
E a sensação de olhar para os seus livros e bater o olho naquele que você leu já faz um tempo e saber que você pode puxá-lo só para folhear e rever suas partes favoritas?

Essa discussão, entre amantes de ambas as partes, tem se intensificado nos últimos tempos. 

Eu vejo benefícios e desvantagens em cada um dos dois lados. E, como todo mundo, tenho minha preferência. 

Apesar das muitas vantagens do livro digital – eu mesma já me rendi aos seus apelos com alguns livros que não me cativam tanto – eu ainda sou fã incondicional do livro físico. 

Cada vez que compro um livro meu namorado pergunta se eu pretendo fazer uma cama de livros, porque não tem mais lugar para colocá-los em casa, mas ainda assim, não consigo controlar o impulso de sempre que quero ler um novo livro, compro o físico e não o digital.

Entretanto, não condeno quem se tornou fã dos livros digitais. Principalmente para quem tem um e-reade, como o Kindle, que tem todo o conforto de não cansar os olhos; as vantagens são inumeras. Para quem lê no tablet, no computador ou no celular, é um pouco mais complicado. Eu que já tenho uma visão ruim, leio um pouquinho e já fico com os olhos ardendo e doendo loucamente. Mas os leitores de livros digitais, cada vez mais cheio de funções, tem se tornado cada vez mais populares.

Retornando ao motivo que me serviu de inspiração, vem a questão das editoras. Preciso me pronunciar a respeito disso sobre dois aspectos. 

O primeiro é que de fato a editora tem um custo ao enviar os livros físicos para os parceiros. O custo de enviar o livro digital é bem menor e inclusive mais prático para eles. 

Mas o segundo aspecto é que se por um lado eu acho que esse é um direito da editora, eu também acho que ela deveria ter avisado previamente (no momento em que abriram para parceria) a nova regra. Quanto mais as claras essa relação ficar, melhor. 

Vi blogueiros falando que a editora deveria dar aos leitores também o leitor de livros digitais, uma vez que só iriam enviar livros em e-book. Eu tive que rir desse e de outros comentários feitos, acredito eu que tenham sido apenas no calor do momento. O que eu acho é o seguinte: se a parceria nesses moldes não funciona para você então envie um e-mail para a editora encerrando a parceria e explicando o seu motivo. Jogue limpo, seja honesto e faça o que a editora não fez: tenha respeito pelo trabalho deles e pelos seus leitores.

Como eu disse anteriormente, eu não abro mão dos livros físicos, mas entendo o apelo dos livros digitais. Da mesma forma, entendo que troca de um por outro e entendo até quem tenha os dois. Mais importante do que isso para mim é que eu possa continuar tendo o direito de ir na livraria, ficar horas escolhendo qual livro quero, comprar, levar para casa, sentar na cama, abrir meu livro e sentir aquele cheiro único e inconfundível. 

E quem não liga para isso, que viva feliz com seu e-reader. \o/

É isso, pessoal! 

Espero que vocês tenham gostado da coluna de hoje e que deixem seu comentário aqui para deixar a colunista feliz! 

Vejo vocês na próxima coluna ;)


Beijocas,

24 comentários:

  1. Concordo com vc principalmente no detalhe de sentir o cheirinho de livro novo que eu amo! li apenas 2 livros digitais pois nao me agradou mt e tbm acho que a editora deveria abrir o jogo .....
    Bjs adoro o blog

    ResponderExcluir
  2. Sou adepta dos livros digitais, na verdade costumo ler bastante as versões que surgem por ai na internet. Mas apenas porque não dá pra eu comprar todos os livros que quero... impossível. Mas, se eu pudesse, não trocaria os físicos não!! Prefiro beeem mais, apesar de já ter acostumado a ler no computador.

    :) http://naproximapagina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente Renata!
    Eu admito que sou fã incondicional dos livros físicos: as capas lindas e com seus detalhes em relevo, brilhosos, em baixo relevo; as lombadas igualmente bem trabalhadas, uma ao lado da outra, pra que possamos admirar. Como uma boa mãe, tenho orgulho dos meus filhotes e, sim, adoro mostrá-los e saber que são todos meus. Percorrer as folhas sem preocupação, usar marcadores para não se perder na leitura - até aqueles post-its próprios, tenho vários e são muito fofos -, passar os dedos pela parte interna da lombada, comparar a forma como são feitos - se são colados, costurados, prensados...
    Apesar de desejar ter um leitor de livros justamente pela praticidade, não é a mesma coisa. Sou apaixonada pelo cheirinho de livro novo, pelo design das capas - as vezes paro de ler e fico admirando a capa -, os relevos altos e baixos, os brilhos, os destaques, o verniz... poxa, livro é muito bom! E também adoro os livros antigos com suas capas de couro...
    E é claro que a editora tem também o direito de escolher em qual forma querem mandar o livro, afinal, é uma cortesia...admito, deveriam ter avisado antes de firmar as parcerias, mas é uma cortesia gente, já pararam pra pensar no imenso gasto que elas tem enviando as provas pra todo mundo? E mesmo com o livro já pronto depois...Quem não quiser, que realmente jogue limpo e abra mão! E nada de ficar chorando as pitangas e pedindo e-reader pras editoras: são cortesias, é um agrado que a editora faz com os parceiros. Não gostou? Abra mão e deixe outra pessoa a cargo disso.
    Meu comentário ficou gigantesco, mas queria deixar minha opinião aqui ;x
    Beijos gelados,

    http://thetheatredesvampires.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu prefiro livros físicos, mas também não sou contra aos livros digitais, só acho que a editora tinha que ter avisado previamente que não enviaria mais exemplares físicos de seus livros. O negócio é que os parceiros, em vez de se mostrarem profissionais, ficaram batendo boca nas redes sociais. A única solução era encerrar a parceria e pronto. Esse ato de alguns blogueiros faz com que toda a blogosfera literária pareça uma pedinte por livros!

    O negócio é eu não acho certo a editora enviar e-books, porque primeiro, não tem como você escrever uma crítica totalmente fiel do livro, se você não avaliar a diagramação, projeto gráfico, capa e tudo mais... porque quem for comprar o livro, não apenas comprará o e-book, e vamos ser sinceros, nem todos os leitores no brasil possuem um e-reader!

    A solução é: encerrar a parceria. É fácil e não lesa ninguém. Te digo uma coisa: quando a editora perceber que suas parcerias estão esgotando, vai logo reverificar suas políticas!

    ResponderExcluir
  5. Digital é pro desespero de não arrumar o físico. Não tem como, prefiro físico pra sempre. O digital não tem a mesma graça, Cadê aquela capa lindinha pra você babar? A contracapa, lombada, cheirinho de livro novo ou só o cheiro do livro, letrinha ali impressas...se não tem objeto não tem graça! Se eu não toco não tenho. Imagina marcar lá no skoob como tenho? É uma ilusão pra mim, porque não tenho nada! :'(
    Prefiro o físico, é a magia da leitura completa com ele.

    ResponderExcluir
  6. Oioioi,
    passando só pra avisar que te indiquei para um meme lá no blog - Os sete pecados capitais da leitura
    http://thetheatredesvampires.blogspot.com.br/2013/04/meme-sete-pecados-capitais-da-leitura.html#more

    Espero que goste.
    Beijos gelados.

    ResponderExcluir
  7. Concordo mil vezes que tem suas vantagens e desvantagens, mas eu não troco um livro fisico por 10 digitais, o cheiro dele é o que eu mais amo, poder passar as páginas, ter algo na mão, sei lá não troco por nada. Os livros físicos se tornaram parte já da minha vida e é também uma forma de manter viva a tradição porque já não largamos a tecnologia assim, com os livros digitais estariamos consumindo cada vez mais isso e nós tornamos viciados. Ler livros físicos é conseguir se desligar um pouco de toda a tecnologia.
    Beijo Larissa Daiana

    ResponderExcluir
  8. Eu sou muito mais os livros EM MÃOS ocupando espaço em minhas pratileiras (pois os trato como relíquias) do que ocupando espaço no computador e/ou outros derivados. Tenho uma satisfação enorme quando alguém entra no meu quarto e se depara com minha mini biblioteca, tenho muito orgulho de ter os livros e quero todos assim.

    ResponderExcluir
  9. É verdade que esse assunto tem sido muito discutido em todas as redes sociais.
    Eu particularmente acho que jamais trocaria o livro físico pelo digital. Já tentei ler muitos livros digitais pelo computador e não passei nem das 10 primeiras páginas pelos seguintes motivos:
    1º - O livro físico eu posso carregar pra onde quiser e principalmente ler aonde quiser, como no ônibus por exemplo, lugar em que eu leio com mais frequência, já com o livro digital não seria possível essa façanha, já que não possuo um e-reader para carregar por aí.
    2º - Quando pego algum livro para ler no computador, fico sempre adiando a leitura do mesmo, fico pensando "daqui a pouco eu leio", o que não acaba acontecendo já que fico conectada à internet e vício é vício, e com o livro físico não, saio do computador e fico por horas lendo meu livro sem pensar na possibilidade de deixar para ler depois já que não tem mais nada me distraindo.
    Concordo com você, pra quem tem e-reader deve ser muito mais fácil se adequar ao livro digital, mas pra quem não o tem fica deveras inviável.
    Eu amo os livros físicos, aquele cheirinho nunca vai existir nos livros digitais e é por isso que não troco um livro impresso por nada nesse mundo!

    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
  10. eu não gosto dessa história de livro on line, acho que vc só perde perde a sensação gostosa de folhear um livro, cheirar, senti ele, olhar para a prateleira e ver, olhar as lombadas e sem falar que nos livros digitais ler na frente do pc, do celular de qualquer outro meio eu fico com dor de cabeça e me canso mais facilmente

    ResponderExcluir
  11. O primeiro livro que eu peguei pra ler foi Lua Nova e na verdade foi em e-book(grupo de fãs <3).E aí comecei a ler e não parei mais. Hoje já li mais de 200 livros em e-book, físicos eu só tenho 25(a maioria eu ganhei nas promoções dos blogs do fim do ano passado pra esse ano <3!) e eu acho que é de cada gosto mesmo.Os e-books tão caros na minha opinião, e se for baseado em preço o físico ganha muito mais.
    As vantagens dos e-books são várias e as desvantagens só aparecem pra quem é muuuito fascinado com o cheiro, cada página virada e todos os detalhes que envolvem os livros!
    Gosto da praticidade dos e-books e fico com eles! <3

    ResponderExcluir
  12. Renata disse tudo garota.
    Eu leio tantos os livros digitais como os livros físicos. Geralmente leio um de cada ao mesmo tempo rsrs.
    As vezes mesmo lendo o e-book compro o físico, pois é como você bem disse, não tem sensação melhor do que abrir o livro,sentir o cheirinho dele e poder olhar sempre pra ele ali.
    Os dois tem suas vantagens e desvantagens e cada um decida o que melhor lhe convir .
    Beijos
    @Agda01

    ResponderExcluir
  13. Prefiro livros físicos, e vou para sempre pensar assim pq meu sonho é ter uma biblioteca. Não abro mão das sensações físicas que o livro proporciona!
    Pretendo sim um dia ter um e-reader, mas eu pretendo ter ele para livros importados que não tem traduzido por aqui, e que por falta de cartão internacional eu não posso comprar...

    Qt a editora, bom os livros são 'pagamentos', qd se tornam digitais é como se esse 'pagamento' fosse cortado...então eu acredito que não deveria ser assim...Eles querem mto e dando pouco em troca!

    miquilis: Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  14. Eu tb concordo com vc. E minha opinião é q eu realmente leio e gosto dos digitais, mas não abro mão dos físicos e nem de ter o meu exemplar em livro físico. Tem livros q goste de ler no computador mesmo e se eu gostar, vou atrás do físico pra ter o meu exemplar. Tem livros q li e gostei, mas não faço questão de ter o exemplar físico.

    ResponderExcluir
  15. Nossa, tem gente que é folgada mesmo. Como assim querer que a editora envie o e-reader? Não quer mais nada né?
    Quanto ao formato, eu era das denfersoras do livro físico até pouco tempo. Não gostava do digital, de forma alguma. Depois que comprei e comecei a usar o leitor, achei fantástico. Não substitui, mas complementa. Quando não podemos levar um monte de livros, ou quando queremos muito uma obra e esta está caríssima no papel, etc, nestas situações o ebook é excelente. E porque não quando estamos com preguiça de cheirar, segurar, sentir o peso (e tudo mais que amamos).
    Eu gosto dos dois e acho que cada um tem seu valor e momento!
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Eu acredito que a maioria das pessoas como eu, que sempre teve mania de pegar os livros e ficar admirando, também preferem os livros físicos do que os digitais. Desde que surgiu essa onda de e-books e tudo que os envolvem eu nunca dei muita bola e provavelmente não vá dar hehe Uma das únicas coisas que leio no notebook/celular são fanfics hehe Acho que perde um pouco da graça ver só a capa e tudo mais na tela, não ter a sensação de tocar, das texturas (sim, pode parecer brega, mas muita gente vai concordas comigo) e do cheiro. Fora que é muito mais gostoso vc exibir sua estante com todos seus livros preferidos né hahaha

    ResponderExcluir
  17. Adorei esse post! Concordo plenamente que o livro fisico nao tem substituto, pq te-lo em mãos é uma sensação inexplicavel, mas que o e-book tem seu valor, é claro que tem! Enfim, acho que cada um escolhe o que mais lhe agradar e ponto...mas onde eu estava que nao vi o bafão no twitter sobre a Editora enviar e-books para os parceiros? E o pior, teve gente achando que a editora tinha que enviar o leitor junto, hahahaha! Eu perdi, nao vi nada disso! Bjão!

    ResponderExcluir
  18. Essa questão de digital e fisico me acompanha até na minha profissão, acredita? Vivem falando que o jornal de papel vai acabar e dar lugar para o digital. A mesma coisa se repete quando se fala de livros. E para ambos a minha resposta é a mesma: NADA substitui o físico.
    Acho que o livro digital é tão chato. Não tem página para folhar, não tem aquele cheirinho de novo, sabe? Que graça tem nisso. Não dá nem pra colecionar! Sem contar que, pelo menos pra mim, faz mal para a visão.

    beijos
    Kel
    porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Renata, super concordo com vc...
    eu não troco o livro fisico pelo digital... mas eu quero poder ter essa opção...
    é claro que tenho ebooks, já li alguns... mas prefiro ter o livro mesmo sabe... folhear as páginas... voltar , procurar e reler, o digital perde essa magia... mas conheço gente que prefira por ser um peso menos a carregar...
    Quanto ao bafão eu acompanhei , e como leitora quase dei na cara da pessoinha que falou... alguns se esquecem que podem pedir cancelamento da parceria, que ninguém é obrigado a fazer uma coisa que não quer... o que também não dá , é este ser fingir que tá td bem e depois pegar alguma resenha pronta em outro blog e postar como sendo sua ... (outro bafão no twitter)

    bjuus

    ResponderExcluir
  20. Eu também prefiro o livro e assim como você não tenho lugar para guardar. Ontem mesmo notei que a única prateleira que tenho estava empenando, então fiquei louca e pensando se ela caísse. Vi a madeira despencando e enlouqueci então passei todos os livros para dentro do guarda roupa, não ficou nada bonito, e espero que logo uma estante resolva esse problema.
    Depois de contar minha história kkkk minha posição sobre livros e e-books. Eu prefiro o livro porque não tenho um e-reader, e acredito que se tivesse um ainda iria preferir o livro fisico.
    Mas esse bate-boca entre blogueiros e editora também ficou bem feio né, não sei é da editora que estou pensando, mas vou ter que dizer que nenhum dos dois está certo.

    Abraços,
    Raquel.

    ResponderExcluir
  21. Acho que foi sacanagem da editora não ter avisado antes dos e-books, nem todos podem ficar lendo no pc, tablet etc, mas quem se sentir incomodado mesmo é só cancelar a parceria.

    Não tenho problemas com e-books, quero meu kindle assim que der e isso não significa que abri mão dos livros físicos. Apenas tem muitos livros mais ou menos pra ler que podia muito bem entulhar num e-reader diminuindo espaço e ficar no físico só os meus preferidos.

    Érica Martins
    Espiral dos Sonhos

    ResponderExcluir
  22. Eu sou totalmente fa dos ebooks, são quase 6 anos de muito amor por eles, esperei demais esse momento, a vinda dos e-readers pro Brasil e espero que seja mais valorizados. Eu tambem gosto muito dos livros fisicos, mas acho que nem todos valem a pena comprar o fisico, prefiro ter assim, so os favoritos…
    Vi isso da parceria nas redes sociais e achei absurdo, tanto da parte de uns blogueiros como da editora, ninguem é obrigado a ter parceria, se nao quer cancela.
    Espero que o mercado valorize mais, o preço ainda ta bem salgado…
    bj

    ResponderExcluir
  23. Eu amo livros.........físicos!!!!
    Não consigo me acostumar com os digitais.....desculpa quem gosta, mas pra mim não funciona!
    Gosto de segurar o lviro, de sentir o cheiro, de olhar a lombada pra ver se vai ficar legal na estante...gosto de sentir o papel ao virar cada página..gosto de carregar um livro comigo pra todo canto mesmo que seja complicado em um ônibus lotado!
    Acho que a modernização é válida, mas espero que os livros físicos nunca desapareçam !
    E quanto à editora..é uma pena que tenham agido dessa forma sem ter comunicado previamente os parceiros ! Me sentiria enganada e desrespeitada no lugar dos parceiros !

    ResponderExcluir
  24. Sem sombra de dúvidas o livro físico. É algo que você vai guardar com carinho e ver a sua disposição e as suas vistas sempre. Já o ebook, você não sente nas suas mãos, não tem aquele cheirinho de novo ou usado mesmo. Tantas lidas Naquelas páginas que o coitado fica marcado e as vezes,sem querer com uma gordurinha ou outra. Mais o importante é ter um livro.

    ResponderExcluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados