8 de março de 2013

Sexta Envenenada: Dia Internacional da Mulher



“Se não fossem as mulheres, o homem ainda estaria agachado em uma caverna comendo carne crua.
 Nós só construímos a civilização com o fim de impressionar nossas namoradas.”
Orson Wells


Olá, Envenenados!


Este post é dedicado a todas nós, mulheres, seres espetaculares, os mais perfeitos da Criação.
Embora tenhamos muito ainda a conquistar, merecemos os louros de anos de superação e progresso em vários âmbitos.
Com isso e todo meu carinho, espero sintam presentes nesta homenagem todos os absintos fictícios (infelizmente) que apresentamos até agora nesta coluna recheada de pecado.
Além das lembranças e agrados, que estejam presentes os Irmãos, os policiais durões, policiais bem-humorados, detetives deliciosos, heroínas fortes, bem resolvidas e muito amor, muita paz e um pouquinho mais de... vitórias!
Ninguém, certamente, há de se cansar disso, né?
Nem todos sabem porque comemoramos o Dia Internacional da Mulher no dia 08 de março, mas como esta é uma história de luta, de opressão e de conquista, não necessariamente nesta ordem, vamos contar um pouquinho sobre ela, hoje, até porque muitos questionam a data.

Então, lá vai...
O 8 de março foi escolhido para lembrar as lutas por igualdade, redução da jornada de trabalho, paridade, etc. Mas, sobretudo para homenagear dezenas de operárias de uma fábrica nova-iorquina que foram mortas num incêndio, durante uma manifestação para reivindicar coisas que hoje estão previstas na lei máxima de vários países, mas que em 1857 foi motivo para atearem fogo na fábrica, destruindo não apenas um patrimônio financeiro, mas também a vida de seres humanos que não pediam mais do que mereciam.
Pois é, não é um dia para ser lembrado com flores, bombons e outras coisas que todo mundo sabe que a maioria das mulheres curte. Não é um dia para ser romântico, mas para lembrar como somos indispensáveis à sociedade, para lembrar que uma grande parcela do mercado de trabalho é ocupado por mulheres, e não apenas como operárias, mas também em cargos de liderança, em posições que anteriormente eram ocupadas exclusivamente por homens.
Mas, mais importante ainda, é lembrar que muitas mulheres ainda estão sendo subjugadas, oprimidas, mutiladas e mortas, vítimas da discriminação e da violência doméstica.
Hoje não quero falar de um absinto fictício, mas de muitos reais. Andei lendo algumas poesias e outros textos direcionados a nós, mulheres, absintos desta Sexta Envenenada, neste dia 8 de março de 2013, e embora sejam inúmeros, escolhi alguns que me tocaram o coração e a alma, como mulher, como mãe, filha, profissional, enfim, como ser humano.

Sou uma pessoa que foi agraciada com muitas mulheres maravilhosas ao longo desses meus 43 anos. Assim, quero que todas as mulheres que fazem parte da minha vida, sintam-se lembradas em cada uma das minhas palavras. Um carinho em especial à minha saudosa “vó” Maria Luíza, à minha amada mãe Nivia, minha filha querida Beatriz, minhas irmãs Sandra, Cátia e Camilla, minha cunhada Bete, minhas sobrinhas Nívea Maria, Victória e Maria Elisa, às minhas professoras, às minhas alunas, às minhas amigas – cujos nomes prefiro não mencionar para não ser injusta, caso me escape algum, mas que sabem que estão aqui (você também Patrícia Esber – que os anjos estejam te embalando), às minhas companheiras de blog (Mathilde, eu te amo!) e, sempre, às nossas leitoras.
Enfim, dedico estas palavras com todo o amor que há em mim, já que esta é uma das postagens mais emocionantes que já fiz, a todas vocês, que já por serem mulheres são maravilhosas.
Quando eu era criança, ouvia uma música que era tema de um programa antigo, voltado para a mulher na Rede Globo. O programa era o TV Mulher e a canção era Cor de Rosa Choque, da Rita Lee.
Na época, eu não me interessava por isso, pois só queria mesmo era ver desenhos animados, mas como a mulher da minha vida assistia, eu, por tabela, acompanhava. Só lembro que adorava a letra.
Cor de Rosa Choque
Rita Lee
Nas duas faces de Eva
A bela e a fera
Um certo sorriso
De quem nada quer...
Sexo frágil
Não foge à luta
E nem só de cama
Vive a mulher...
Por isso não provoque
É Cor de Rosa Choque
Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!
Não provoque!
É Cor de Rosa Choque
Não provoque!
É Cor de Rosa Choque


Por isso não provoque
É Cor de Rosa Choque...
Mulher é bicho esquisito
Todo o mês sangra
Um sexto sentido
Maior que a razão
Gata borralheira
Você é princesa
Dondoca é uma espécie
Em extinção...
Por isso não provoque
É Cor de Rosa Choque
Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!
Não provoque!
É Cor de Rosa Choque
Não provoque!




São tantos os textos que nos enaltecem, que seria necessário muito mais espaço e tempo para colocá-los aqui, mas entre outros, encontrei esse, atribuído ao autor de Os Miseráveis. Para um homem do século XIX, Vitor Hugo, de fato, era alguém a frente do seu tempo. Talvez, naquela época, por serem ditas por alguém do sexo masculino, não passassem apenas de belas palavras bem organizadas, mas se compreendidas na sua essência, revelariam muito mais que mera admiração.

O Homem e A Mulher
Vitor Hugo
O homem é a mais elevada das criaturas;
A mulher é o mais sublime dos ideais.
O homem é o cérebro;
A mulher é o coração.
O cérebro fabrica a luz;
O coração, o AMOR.
A luz fecunda, o amor ressuscita.
O homem é forte pela razão;
A mulher é invencível pelas lágrimas.
A razão convence, as lágrimas comovem.
O homem é capaz de todos os heroísmos;
A mulher, de todos os martírios.
O heroísmo enobrece, o martírio sublima.
O homem é um código;
A mulher é um evangelho.
O código corrige; o evangelho aperfeiçoa.


O homem é um templo; a mulher é o sacrário.
Ante o templo nos descobrimos;
Ante o sacrário nos ajoelhamos.
O homem pensa; a mulher sonha.
Pensar é ter, no crânio, uma larva;
Sonhar é ter, na fronte, uma auréola.
O homem é um oceano; a mulher é um lago.
O oceano tem a pérola que adorna;
O lago, a poesia que deslumbra.
O homem é a águia que voa;
A mulher é o rouxinol que canta.
Voar é dominar o espaço;
Cantar é conquistar a alma.
Enfim, o homem está colocado onde termina a terra;
A mulher, onde começa o céu.


Um texto que achei a nossa cara é o de Martha Medeiros, jornalista, escritora, mulher, brasileira e lindona.


[...] Toda mulher é doida. Impossível não ser. A gente nasce com um dispositivo interno que nos informa desde cedo que, sem amor, a vida não vale a pena ser vivida, e dá-lhe usar o nosso poder de sedução para encontrar the big one, aquele que será inteligente, másculo, se importará com nossos sentimentos e não nos deixará na mão jamais. Uma tarefa que dá prá ocupar uma vida, não é mesmo? Mas além disso, temos que ser independentes, bonitas, ter filhos e fingir de vez em quando que somos santas, ajuizadas, responsáveis, e que nunca, mas nunca, pensaremos em jogar tudo pro alto e embarcar num navio pirata comandado pelo Johnny Depp, ou então virar loura e cafetina, ou sei lá, diga aí uma fantasia secreta, sua imaginação deve ser melhor que a minha.

Eu só conheço mulher louca. Pense em qualquer uma que você conhece e me diga se ela não tem ao menos três dessas qualificações: exagerada, dramática, verborrágica, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante. Pois então. Também é louca. E fascina a todos.
Nossa insanidade tem nome: chama-se Vontade de Viver até a Última Gota.
Só as cansadas é que se recusam a levantar da cadeira para ver quem está chamando lá fora. E santa, fica combinado, não existe. Uma mulher que só reze, que tenha desistido dos prazeres da inquietude, que não deseje mais nada? Você vai concordar comigo: só se for louca de pedra.”
Martha Medeiros

Outros dois textos que adoro e escolhi são atribuídos ao brasileiro, que amo demais, Luis Fernando Veríssimo, gaúcho cujo humor inteligente, cru e popular dão espaço à paixão com uma facilidade encantadora.
Um homem inteligente falando das mulheres
Tenho apenas um exemplar em casa, que mantenho com muito zelo e dedicação, mas na verdade acredito que é ela quem me mantém.
Mulher vive de carinho. Dê-lhe em abundância. É coisa de homem sim, e se ela não receber de você vai pegar de outro.
Beijos matinais e um 'eu te amo’ no café da manhã as mantém viçosas e perfumadas durante todo o dia.
Flores também fazem parte de seu cardápio – mulher que não recebe flores murcha rapidamente e adquire traços masculinos como rispidez e brutalidade.
Respeite a natureza. Você não suporta TPM? Case-se com um homem.
Mulheres menstruam, choram por nada, gostam de falar do próprio dia.
Não faça sombra sobre ela. Se você quiser ser um grande homem tenha uma mulher ao seu lado, nunca atrás. Assim, quando ela brilhar, você vai pegar um bronzeado.
Porém, se ela estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda.
Aceite: mulheres também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar.
O homem sábio alimenta os potenciais da parceira e os utiliza para motivar os próprios.
Ele sabe que, preservando e cultivando a mulher, ele estará salvando a si mesmo.
É, meu amigo, se você acha que mulher é caro demais, vire gay. Só tem mulher quem pode!”
Mulheres
"Certo dia parei para observar as mulheres e só pude concluir uma coisa: elas não são humanas. São espiãs. Espiãs de Deus, disfarçadas entre nós.
Pare para refletir sobre o sexto-sentido.
Alguém duvida de que ele exista?
E como explicar que ela saiba exatamente qual mulher, entre as presentes, em uma reunião, seja aquela que dá em cima de você?
E quando ela antecipa que alguém tem algo contra você, que alguém está ficando doente ou que você quer terminar o relacionamento?
E quando ela diz que vai fazer frio e manda você levar um casaco? Rio de Janeiro, 40 graus, você vai pegar um avião pra São Paulo. Só meia-hora de vôo. Ela fala pra você levar um casaco, porque "vai fazer frio". Você não leva. O que acontece?
O avião fica preso no tráfego, em terra, por quase duas horas, depois que você já entrou, antes de decolar. O ar condicionado chega a pingar gelo de tanto frio que faz lá dentro!
'Leve um sapato extra na mala, querido.
Vai que você pisa numa poça...'
Se você não levar o 'sapato extra', meu amigo, leve dinheiro extra para comprar outro. Pois o seu estará, sem dúvida, molhado...
O sexto-sentido não faz sentido!
É a comunicação direta com Deus!
Assim é muito fácil...
As mulheres são mães!
E preparam, literalmente, gente dentro de si.
Será que Deus confiaria tamanha responsabilidade a um reles mortal?
E não satisfeitas em ensinar a vida elas insistem em ensinar a vivê-la, de forma íntegra, oferecendo amor incondicional e disponibilidade integral.
Fala-se em 'praga de mãe', 'amor de mãe', 'coração de mãe'...
Tudo isso é meio mágico...
Talvez Ele tenha instalado o dispositivo 'coração de mãe' nos 'anjos da guarda' de Seus filhos (que, aliás, foram criados à Sua imagem e semelhança).
As mulheres choram. Ou vazam? Ou extravasam?
Homens também choram, mas é um choro diferente. As lágrimas das mulheres têm um não sei quê que não quer chorar, um não sei quê de fragilidade, um não sei quê de amor, um não sei quê de tempero divino, que tem um efeito devastador sobre os homens...
É choro feminino. É choro de mulher...
Já viram como as mulheres conversam com os olhos?
Elas conseguem pedir uma à outra para mudar de assunto com apenas um olhar.
Elas fazem um comentário sarcástico com outro olhar.
E apontam uma terceira pessoa com outro olhar.
Quantos tipos de olhar existem?
Elas conhecem todos...
Parece que frequentam escolas diferentes das que frequentam os homens!
E é com um desses milhões de olhares que elas enfeitiçam os homens.
Enfeitiçam!
E tem mais! No tocante às profissões, por que se concentram nas áreas de Humanas?
Para estudar os homens, é claro!
Embora algumas disfarcem e estudem Exatas...
Nem mesmo Freud se arriscou a adentrar nessa seara. Ele, que estudou, como poucos, o comportamento humano, disse que a mulher era 'um continente obscuro'.
Quer evidência maior do que essa?
Qualquer um que ama se aproxima de Deus.
E com as mulheres também é assim.
O amor as leva para perto dEle, já que Ele é o próprio amor. Por isso dizem ‘estar nas nuvens’, quando apaixonadas.
É sabido que as mulheres confundem sexo e amor.
E isso seria uma falha, se não obrigasse os homens a uma atitude mais sensível e respeitosa com a própria vida.
Pena que eles nunca verão as mulheres-anjos que têm ao lado.
Com todo esse amor de mãe, esposa e amiga, elas ainda são mulheres a maior parte do tempo.
Mas elas são anjos depois do sexo-amor.
É nessa hora que elas se sentem o próprio amor encarnado e voltam a ser anjos.
E levitam.
Algumas até voam.
Mas os homens não sabem disso.
E nem poderiam.
Porque são tomados por um encantamento que os faz dormir nessa hora."
Luiz Fernando Veríssimo

Lindo, né?
Mas o que importa mesmo é que chegamos a um nível social, cultural, educacional e até político nunca esperado pelas primeiras mulheres a se mostrarem contra a discriminação e subestimação que sofreram.
É claro que hoje ainda passamos por situações complicadas - ainda há o estigma de que uma mulher só é completa se tiver um companheiro, filhos, etc. Qual de nós não sofre esse tipo de cobrança?
Se somos solteiras: está namorando?
Se está namorando: quando é o casório?
Se é casada: não pretendem ter pelo menos um filho?
Se tem um filho: só um?
Se é feliz no casamento: não desconfia de nada?
Se é infeliz: por que não se separa? Dê um rumo em sua vida!
Se é separada: não pretende se casar novamente? Ninguém é feliz sozinho!
Afinal, o que a sociedade quer de nós?
Felicidade é um conceito abstrato, e está onde quisermos que esteja, não depende dos outros e sim de cada um de nós.
Nós, leitoras, por exemplo, ficamos felizes a cada lançamento dos livros que tanto esperamos, e esquecemos, nem que seja por alguns minutos, das agruras do dia a dia, quando recebemos novidades ou apenas comentários a respeito de um título tão aguardado.
Ficamos ainda mais felizes, quando recebemos mensagens, recados no Facebook, ou com um bate papo online, apenas para desejar Bom Dia, Boa Semana, Bom Final de Semana, Definições de Amizade, entre tantas outras coisas boas que nós, separadas apenas pelo teclado e monitor, conseguimos passar e receber com a alma e o coração.
É para nós e tantas outras mulheres que sonham, idealizam, lutam, todos os dias, que ainda sofrem discriminações, que idealizamos este post... cheio de carinho, cheio de vontade de abraçar cada uma, sentir o pulsar do coração de cada uma, independentemente da preferência, sabemos que todas amam a essência, pois todas nós, apenas pelo fato de termos leitura como prazer comum, também somos especiais, nos conectamos pela alma, e através dela fizemos laços inimagináveis: desejamos o bem uma da outra, nos preocupamos, quando podemos auxiliamos, torcemos, vibramos, choramos juntas, rimos e amamos juntas, isto sim é amizade.
No grande palco do mundo, nesta ópera que é a vida, este post tem a pretensão de trazer alegria e desejar a todas as mulheres do mundo, leitoras ou não - de livros clássicos ou mais populares – muita paz, saúde e realização!
Recebam nosso carinho!

Fiquem bem e Carpe Diem!


20 comentários:

  1. Lindooooooo..... homenagem maravilhosaaa.... a sua cara!!! Post rico de palavras lindas, de conforto, de força pra nós mulheres de fibra!!! Parabéns a você que é uma linda mulher!!! Beijo grande com carinho <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cassinha, minha amada!
      Sempre doce e cheia de fé!
      Sabe muito bem que também estava em meus pensamentos enquanto escrevia. Você, com certeza entende bem minhas palavras. Te amo. Não sei como agradecer por sua presença em minha vida.
      Ainda precisamos conversar!
      Namaste, querida!
      Beijos

      Excluir
  2. Querida, que post sensacional! Me arrancou lágrimas várias e várias vezes! Me identifiquei todos os textos incríveis que você escolheu, e olha que eu nem sou essa "mulheeer" toda aí! hahaha

    Nossa, o Veríssimo arrasa né? Os dois textos dele foram os meus preferidos. É lindo como ele fala tudo de uma forma tão perfeita e simples! Só um homem muito sensível para perceber tudo o que ele descreveu (e são eles que estão em falta no mercado...).

    Parabéns para você (e não só pelo dia de hoje!), que é mulher, mãe, filha e amiga de uma forma incrível e merece tudo de maravilhoso!

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penélope, sua fofa!
      Também me emocionei muito enquanto montava o post. Também: não é para menos, né! Ser mulher já é emocionante essencialmente.
      Amo você, menina linda,você sabe disso.
      Beijos
      Tania

      Excluir
  3. Post lindo demais,emocionante,dá orgulho ser mulher e principalmente ter conhecido uma mulher de tanto valor quanto você!!!!

    Estou emocionada!!!

    Parabéns Tania,pelo seu dia,pelo post,por transmitir tanta emoção em suas palavras!!!!


    Beijos

    Bianca
    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Biazinha!
      Linda é você, por sua sensibilidade, por seu companheirismo e dedicação.
      Você é uma pessoa muito especial e emocionante,obrigada por estar na minha vida!
      Beijos
      Tania

      Excluir
  4. Lindo ... lindo ... lindo!
    Se contar que chorei você acredita! Parabéns Tânia, pelo nosso dia, por sua sensibilidade, por suas palavras...

    Beijos

    =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda... linda... linda!
      Nathylinda, acredito sim, porque também é sensível, é mulher, e sabe que tudo que está escrito ali faz parte de sua vida também.
      Adoro você!
      Obrigada por tudo!
      Beijos

      Excluir
  5. Postagem simplesmente MARAVILHOSA!

    Como me emocionei! E preciso dizer: como eu amo Luiz Fernando Veríssimo!
    E preciso dizer mais ainda: Como eu amo você, pessoa incrível da minha vida!

    Parabéns para todas nós!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, amiga maravilhosa!
      Tão bom ver você por aqui, melhor ainda saber que gostou do que escrevi,pois escrevi para você também.
      Veríssimo é ímpar, é maravilhoso e nós somos divinas.
      Também te amo, Lígia, temos essa conexão que não se explica!
      Beijos

      Excluir
  6. Beleza de texto, muito bom . Parabéns Vânia pelas sua escrita. E feliz nosso dia todo dia.=)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Verônica!
      E felizes todos os dias mesmo, pois todos são nossos!
      Beijos
      Tania

      Excluir
  7. Que post lindo Tania!
    Fiquei emocionada, a nossa vida é exatamente do jeito que você falou, me reconheci em vários momentos, li algumas frases como se estivesse repensando meu dia, meu mês, minha vida.
    Parabéns pelo texto e pelo dia!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que linda é você, Nadja!
      Sensível, querida, carinhosa. Como podemos explicar os elos que vamos criando, afinal são mais de 5 anos de amizade e nem sequer nos vimos pessoalmente, mas o calor de nossas palavras podem ser sentidos como se abraços fossem!
      Obrigada querida!
      Beijos

      Excluir
  8. Estou muito emocionada ao ler este post!!

    Tania seu coração é lindo e este seu dom de colocar o AMOR em palavras é maravilhoso!!

    Ler palavras 'vivas' e que tocam a gente tão fundo é uma benção!!

    Obrigada amiga por seu carinho e por suas disponibilidade!!

    Vou ler de novo... agora!!!

    Beijos e te amo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos emoção à flor da pele, Chefinha!
      Esse trabalho que fazemos é quase filantrópico, pois é feito com dedicação, com amor e carinho.
      Como não ser sensível em nossa situação? Somos guerreiras de verdade, domamos (me recuso a matar) um leão por dia, ao chegar em casa encontramos disposição e inspiração para fazer o que fazemos e ainda cuidamos de tudo mais.
      Obrigada por permitir que eu me dispa neste espaço tão maravilhoso!
      Também te amo!
      Beijos

      Excluir
  9. Tania sua linda! Texto rico de emoção, verdade e de muita alegria. Me emocionei demais lendo este texto pois fiquei a lembrar de uma mulher que foi muito especial em minha vida: minha avó! Obrigado querida por dividir conosco este maravilhoso talento que você tem para a escrita. Te amo viu? Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também, Lia!
      Minha avó foi uma mulher inigualável, forte, crente e preciosa demais para este mundo. Ás vezes nem acredito que ela existiu, ou que era para desta dimensão. Mas tive o privilégio de conviver com ela.
      Eu é que sou grata por expor o que sinto e saber que há pessoas como você que tiram um precioso tempo para conferir e ainda por cima se emocionar comigo.
      Também te amo, sua linda!
      Beijos

      Excluir
  10. Oi, Tânia! Lendo este teu post, me recordei daqueles que vc escrevia no outro blog, o talento continua único, maravilhoso!
    Tuas palavras tocam o coração, fazendo a garganta secar com aquele pretenso engolir quando queremos travar a lágrima!
    Ser mulher não é nada fácil, o mundo ainda é muito preconceituoso, vc descreveu muito bem. Contudo, é muito bom, pois as mulheres, em sua maioria, são muito mais sensíveis, ousaria até dizer superiores, do que os homens. Digo superiores porque, pelo que tenho notado, as mulheres têm saído na frente em relação às conquistas realmente preciosas dessa vida: amor, bondade, solidariedade, respeito - na minha percepção, esses valores são imprescindíveis!
    Adorei a tua homenagem aos teus familiares, muito bonito de se deslumbrar o amor em família nos dias atuais.
    E amei, tb, o teu recadinho à doce Paty Esber! Para mim, amizade é infindável, sabemos que do lado de lá ela está sendo bem cuidada, mas como nós, tb sente falta dos amigos e familiares que deixou por aqui. Num dia feliz, todos estaremos reunidos novamente, num lugar muitíssimo melhor do que este aqui.♥Saudades♥
    Parabéns, Tania! Lindo post, homenagem belíssima!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lucy, menina sempre sensível e presente!
      Você entendeu tão lindamente o que eu quis que me fez chorar com suas palavras, pois foi exatamente o que senti e pretendi passar. O tempo corre tão rapidamente que o que sentimos parece não mudar. Sou grata por ti e por todas as mulheres magníficas que estão em meu coração, assim como poder expressar o que sinto do jeito que gosto!
      Obrigada, minha doce Lucy!
      Beijos

      Excluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados