30 de janeiro de 2013

Doce Veneno #13: Indicação de Livro! Uma furada?


Bom dia, envenenados!

Todo mundo bem? Como vocês tem passado esses dias de janeiro? Muito calor, muita chuva? Férias? Espero que vocês estejam descansados, porque por aqui, a ralação continua. 

Então, sem mais demora, vou direto ao assunto do dia: indicações de livros.

Doce Veneno: O livro que você me indicou é uma droga!


É um fato! Todo mundo já passou pela situação de ler um livro que foi super-hiper-ultra-mega-blaster indicado por alguém que você tem em alta conta e aí, na hora que pegou para ler, detestou o livro. 

E aí, como faz? 

Como você diz para aquela pessoa  que a indicação é uma bosta, que o livro é uma bela porcaria e que você ODIOU o livro. Chato, né?! 
Já aconteceu com você, pode confessar. Comigo também.

Uma das coisas mais constrangedoras que podem acontecer é isso. 

Vou abrir meu coração para vocês e dizer qual foi o meu caso... 

Na verdade, tenho duas situações, mas vou comentar só uma: Fallen. 

A série dos anjos caídos, escrita por Lauren Kate, me foi indicada por alguém que eu prezo muito a opinião e sempre considerei como certeira. Mas aí, quando li, não rolou química. Na verdade, eu até estava gostando do início da história, estava curiosa com o que poderia acontecer e tal. Até aquele momento “mágico”, que ao se conhecerem na escola, Daniel faz um gesto grosseiro para a garota e ela se apaixona. Oi? Lógica passou longe disso...

Aí, meu bem, não adianta se a Lauren escreve bem ou não – e para não ficar dúvida, acho que ela escreve muito bem obrigada –, mas o que importou para mim é que aquela história não tinha pé nem cabeça e que mais do que isso, me irritou profundamente. Parei, deixei de lado mesmo. Não comprei o resto da série e nem peguei emprestado para ler. A única coisa que fiz foi peguntar às pessoas que eu sei que acompanham a série como que terminava a história, porque apesar de não ter gostado, sou curiosa demais para não querer saber o final.

Mas o resumo da ópera é o seguinte: foi uma grande furada a indicação e, pior do que isso, comecei a ter em menor estima a opinião da pessoa. Penso duas vezes antes de pensar se vou ler ou não o que ela indicou, pergunto uma segunda opinião, talvez até uma terceira. E para ser honesta, achei isso bem chato, viu?! 

Infelizmente isso aconteceu, sem que eu percebesse, mas de repente, já estava lá. E me perguntei várias vezes: será que eu digo ou não digo que detestei? Bom, eu acabei contando que não gostei, expliquei os motivos e a pessoa entendeu super na boa. Não poderia ser diferente, ela é uma querida e sabe que nem tudo agrada a todos.

Porém, existe um problema nessa situação. Nem todo mundo aceita ter sua opinião contrariada. A gente sabe que tem pessoas que se ouvirem uma palavra contrária ao que ela pensa, uma crítica àquele livro “ótimo” que ela indicou e você não gostou, viram verdadeiras loucas. 
Tem casos tão extremos que as pessoas inclusive mudam o comportamento com o amigo por causa de algo tão pequeno. 

Obviamente, isso mostra o quão imatura a pessoa é, e certamente você sabe que a pessoa é assim. Aí, vale o seu posicionamento. Se você acha que vale mais demonstrar e compartilhar a sua opinião com ela, vá em frente. Se você acha que isso não é tão relevante e vale mais prezar pela amizade... Então guarde a opinião para si. 

De toda forma, em qualquer caso, pense bem antes de falar. Tome cuidado com suas palavras para que elas não sejam pesadas demais e acabem magoado alguém que, independente de qualquer coisa, só quis ajudar.

No final das contas, a situação é sempre uma escolha nossa. E vale a pena pensar um pouquinho, certo?! 

Mas agora, quero saber de vocês: Já passaram pela situação? 

Contem para mim como foi com vocês, vamos compartilhar esse perrengue. ;) espero ver o comentário de vocês aqui, hein?!


Beijocas e até a próxima!

9 comentários:

  1. Adorei TUDO o que você falou. Tudo. Eu vou falar disso, mas antes vou falar rapidinho de Fallen: Se você não gostou de Fallen, nem tente ler os outros da série, porque Fallen é o melhor. Só era isso que eu queria dizer HEJFEHUEHSJ

    De livros que me indicaram (e que eu não gostei-não gostei tanto): As vantagens de ser invisível (sim!), Ecos da Morte (zzzzzzzzz) e mais um da Marian Keyes que eu abandonei, porque realmente o livro não estava muito bom.

    Comprei As Vantagens de ser Invisível por causa dos blogueiros que fizeram uma gritaria na internet por causa do livro. Todos amaram. Todos adoraram. Era uma obrigação de um bookaholic ler esse livro esse ano. Eu li e... Não gostei. Só fui gostar mais um pouquinho do livro quando eu reli (esse mês ainda), que daí entendi melhor um pouquinho... Daí aumentei no skoob a pontuação e tal (antes era 1 estrela, agora são 3) (risos).

    Ecos da Morte foi de alguém cuja opinião eu realmente importo. Uma amiga. Temos gostos quase idênticos para livros e eu comprei esse livro porque ela tinha amado e tal, mas o livro não me conquistou. (Desculpa pela palavra, mas achei uma bosta). E foi isso. Eu falei pra ela que eu não gostei (acho que eu falei pra ela que o livro era uma bosta, não lembro) e ela ficou triste mas eu não pude fazer nada. Tive que ser sincero. Imagina se ela dissesse que era pra eu ler a continuação? o.O

    Magina que loucura.

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca passei por essa situação, acredite se quiser HAHA Acho que é porque eu não sigo todas as indicações e nem leio o que está na "moda" se eu antes ler um pouco sobre o livro e analisar se realmente vale a pena, se estou na vibe para aquela leitura. Acho que também rola isso, apesar das pessoas terem gostos parecidos, os livros e as histórias acabam tocando cada um de uma maneira e então, às vezes você não está numa fase boa e alguns livros não caem bem ou então o livro é de um tema que você curte mas você acaba não gostando da maneira como é narrado. Isso é muito pessoal. Eu compartilho da opinião de que Fallen é péssimo, mas discordo do Felipe José do comentário acima no que se refere ao livro As Vantagens de ser invisível que achei completamente sensacional e apaixonante. Eu sempre tento ficar por dentro dos livros que estão sendo comentando, recebendo indicações mas SEMPRE filtrando o que realmente me interessa (até porque não estou aqui pra entrar nessa competição de "li 1000 livros no ano" que rola pela blogosfera - estou soltando veneno também haha)
    Hum, posso te indicar um livro ótimo? HAHAHA brincadeira, adorei a coluna (:

    ResponderExcluir
  3. Já li muito livro indicado que não curti, já me indiquei livros que o pessoal não curtiu...por isso que acho que gosto é como bunda..hahaha cada um tem a sua hahah
    Mas nunca me afetou o fato de não ter gostado ou da pessoa ter falado mal do que amei
    Mas sei que tem muita gente que fica defendendo autor como se fosse da família hahahha e personagem como ele quem tivesse criado hahah
    Amei a coluna

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. "Super-hiper-ultra-mega-blaster" NEM VOU DIZER QUE VOCÊ ESTÁ ME PLAGIANDO OK? hahahahha Mas você pode <3

    Cara, isso nunca me aconteceu! Assim, não é todo livro que eu amo de paixão, mas certamente eu acho algo de legal nele. Todos os livros que me indicaram eu gostei e muito(Exemplos mil: Jogos Vorazes, Percy Jackson, Série Mortal e Belo Desastre - esse tem seu dedinho!).

    Vou nem falar que agora eu quero super saber quem foi a pessoa que te indicou Fallen... Mas eu juro que consigo imaginar você, no alto de toda a sua personalidade crítica, lendo a cena em que o Daniel dá o dedo pra Lucy HAHAHAHAHAHA gente, você deve ter tido um micro AVC!!!

    Uma lição eu tirei deste post: nunca irei te indicar livros para preservar nossa amizade! hahahaha :p

    Beeijoos!!

    ResponderExcluir
  5. ja aconteceu comigo
    mas a pessoa levou numa boa
    é por isso que eu quase nao peço opinião pq quando peço e vou ler e é uma droga fico pensando no que a pessoa vai achar quando eu dizer que é uma droga

    ResponderExcluir
  6. Comigo também nunca aconteceu de pegar uma indicação e abandonar o livro! Posso até não ter me apaixonado...curti de certa maneira!

    Sempre fico com "um pé atras" sobre recomendações, mas como isso faz parte do meu serviço acabei criando formas de recomendar sem que a pessoa fique decepcionada e não volte mais rs.

    Estava com saudade do seu veneno ;]

    ResponderExcluir
  7. Eu já recomendei livros que uma amiga não curtiu tanto e vice-versa! É meio chato sim , mas o que vale é a liberdade de se gostar ou não de algo e não ter a obrigação de dizer que adorou sendo que não sentiu dessa forma!
    Um exemplo: Minha amiga amou a série Os Imortais e eu odeio essa série com todas as minhas forças!!! rsrsrs
    Li inteirinha e com muito sacrifício,mas foi a minha maior decepção literária da vida!

    ResponderExcluir
  8. Bem nem todo mundo gosta da mesma coisa e é bom divergir. Não há como agradar Gregos e Troianos ao mesmo tempo. O gosto vai de cada um e a preferência também. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Já passei por isso várias vezes, e também já indiquei livros que simplesmente amei e a outra pessoa não gostou.

    ResponderExcluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados