5 de dezembro de 2012

Doce Veneno #10: Ator não é personagem


Olá, envenenados! 

Mais uma quarta-feira chegando e já estamos em dezembro! Sabe o que isso significa? Que já é Natal da Leader Magazine!!!! Hahaha... Brincadeiras a parte o assunto de hoje já foi comentado em uma das primeiras colunas, quando falei sobre pessoas que tomam posse de personagens. Tsc tsc... Lembro que todos concordamos que isso era a coisa mais sem fundamento que a gente podia ver. Pegando carona nessa verdadeira infestação de adaptações que estão sendo feitas, vamos falar sobre pessoas que confundem ator com personagem. 


Doce Veneno: Ator não é personagem 

Todas as obras adaptadas passam um pouco por isso, o ator acaba sendo a cara do personagem e fica marcado por isso. Vejam exemplos: Daniel Radcliff como Harry Potter; Viggo Montersen como Aragorn; Robert Pattinson como Edward Cullen; e por aí vai uma longa lista. Não importa se você leu o livro antes, depois que a história vai para as telonas, quase sempre o personagem ganha o rosto do intérprete na nossa cabeça. Quer fazer um teste? Pense em Mr. Darcy, de Orgulho e Preconceito. Pensou? Agora responda com honestidade: Qual é o rosto que você viu quando pensou? Aposto que foi o do Matthew Macfadyen 

Isso é normal. Não estudo psicologia nem psiquiatria mas tenho certeza que existe alguma teoria que explique essas associações em nosso cérebro. Até aí, ok. O problema é quando se acredita que Robert Pattinson é realmente Edward Cullen. Oi? Fico me perguntando se realmente esperam que ele brilhe no sol, rs. Mas falando sério, esse desvio de entendimento gera questões que são, no mínimo, engraçadas. Por exemplo: acreditar que o ator é de determinado jeito porque o personagem que ele interpreta é daquele jeito. Como assim, pessoa? Ele é um ator, faz parte do show ele te convencer daquilo. Significa apenas que ele é competente. E eu sei que TODO MUNDO conhece alguém que se encaixa nesse perfil. 

Outra coisa que adoro é gente que se apaixona pelo ator/personagem: “Vou casar com o Ian porque eu amo o Damon.”, e ai de quem chegar perto do Ian, rs. Nesses momentos você percebe que as coisas extrapolaram o bom senso e chegaram longe demais. Geralmente, o maior problema é essa questão das fãs descontroladas que realmente acreditam que aquele cara é a consolidação carnal dos seus sonhos. 

Vocês vão falar que nem sempre é assim, que vocês sempre pensaram no Hunter Parrish para o papel do Peeta e que o Josh não tem nada a ver. Eu também não via no Josh minha primeira opção e para ser bem sincera, demorei horrores para me convencer. Mas agora, quando leio Peeta em qualquer lugar, é o seu rosto que eu associo. Para contrabalancear, darei um exemplo de personagem popular cujo interprete não me convenceu: Gale, interpretado por Liam Hemsworth – mais conhecido como irmão do Chris e namorado da Miley, rs. Esse é um que quando vejo no filme, custo a identificar. Ele jamais será Gale para mim. É claro que isso varia de pessoa para pessoa. O ator que eu considero perfeito para tal personagem pode não ser perfeito para outro e vice-versa.  

Como eu disse no início, as adaptações estão bombando. O próximo a ser lançado é Instrumentos Mortais, da Cassandra Clare. Quem aqui já viu o elenco? Vocês apoiaram a escolha de Jamie Campbell Bower para o papel de Jace Wayland?  Outros livros também serão adaptados, como Belo Desastre, A Maldição do Tigre e 50 Tons de Cinza. Quero saber de vocês, quem deveria interpretar Travis MaddoxRen e  Christian Grey 

Independente de quais sejam as escolhas de vocês e de quem os interprete, só deixo aqui meu apelo: Não confundam ator e personagem. Pelo amor, já basta ter visto a garota falar que o personagem era DELA, né?! Não quero ver ninguém brigando por ator, falando “O Ben Barnes é meu porque ele é o Dimitri.”, ou então, “Claro que o Dimitri é o Ben Barnes, você não sabe que ele é exatamente assim?”. Por favor gente, vamos crescer, vamos evoluir. Claro que você pode achar o Matt Bomer lindo e tudo mais, mas daí a bater o pé dizendo que ele é o Christian Grey e brigar com qualquer um que discorde, é perder a linha. Take it easypeople! 

Acho que por hoje é só! Então, deixem o comentário de vocês, suas críticas, reclamações, sugestões de temas... E até a próxima quarta-feira! ;) 

Beijocas 


5 comentários:

  1. kkkkkkkkkk adorei! Realmente eu pensei naquele Mr. Darcy kkkkk
    Realmente as vezes o cérebro confunde personagem e ator, mas nada que com o tempo não melhore kkk
    Adorei o post!
    Bjos

    ps: não gostei da escolha que fizeram para o Jace, não não.... o que eu imagino é bem mais bonito kkkkk

    ResponderExcluir
  2. ADOREI! Acho super maneiro a gente poder ter uma imagem de um personagem na nossa cabeça enquanto lê o livro, mas daí a misturar as coisas... Amo o Edward mas o Robert não me convence, por exemplo... Acho que a IMAGEM do robert tem tudo haver com o edward, mas para por ai!
    Essas distinções são necessárias... não podemos misturar a vida real com a ficção!

    ResponderExcluir
  3. Gostei, muito, legal. Bom , eu sou daquelas tb que leio o livro e depois assisto o filme e para falar a verdade eu quase nunca idealizo o perfil do personagem, mas acho legal. Por exemplo o Travis Maddox independente da idade vi no perfil do Channing Tatum, mas com certeza os produtores vão achá-lo velho; O sr. Grey se não fo o Matt Bomer creio que Henry Cavil seria perfeito e por ai vai. No começo eu não via Mamie Campbell Bower como o Jacy, mas depois de ver algumas cenas gostei. É aquele caso é difícil vc não ligar uma coisa a outra, sei lá, e meio a vontade de materialização rsrsr... Adorei demais o post. Valeu!!!

    ResponderExcluir
  4. Se eu disser que nunca li Orgulho e Preconceito e não imaginei o ator como Mr Darcy vocês vão me achar muito alienada?
    shhhhiiiiiii não é esse o assunto aqui, então deixa quieto....rs

    Então... Tem louco para tudo nesse mundo, não é? E essa é minha opinião com quem mistura demais ator e personagem, que é meio louco (como se eu não fosse as vezes, mas acho que não chego a esse ponto).

    E não... Não concordo nem um pouco com a escolha do Jace e o Jamie nunca será o Jace para mim - vai ser até complicado assistir o filme, mas tudo bem, continuo amando o Jace de qualquer jeito (mas não como se ele fosse meu, ok? hhahaha)

    Como sempre, adoro seus posts Renata.
    Beijoooooooooooo

    ResponderExcluir
  5. Mas no meu caso, quando fala em Mr.Darcy a imagem que me vem é de Colin Firth, e já que o texto trata de "escolhas" ou melhor "visões" também as vezes certas frases são apenas brincadeiras para implicar e criar uma diversão entre amigas, ou seja, temos que encarar algumas coisas como brincadeiras e não tudo a ponta de faca.

    ResponderExcluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados