23 de novembro de 2012

Resenha: 'P.S. Eu te Amo' da @Novo_Conceito




P.S. Eu te amo

Autora: Cecelia Ahern ISBN: 9788581630625
Selo: NOVO CONCEITO 
Ano: 2012
Número de páginas: 368












Sinopse

Gerry e Holly eram namorados de infância e ficariam juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada. 

Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas quais Gerry, gentilmente, a guia em sua nova vida sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca.



Cecelia Ahern não é uma desconhecida do público. 

Aos 21 anos lançou “P.S. Eu te Amo”, um sucesso que foi levado aos cinemas e se transformou num dos filmes mais adorados do gênero. A autora também escreveu vários outros livros de sucesso e foi uma das criadoras da série “Samantha Who?” – série que eu gostava muito, rs.

A Novo Conceito trouxe a história novamente, com uma nova capa mas com a mesma emoção. É impossível não se encantar com a pessoa que Gerry era – e ainda é –, principalmente para Holly. 

Além do mais, eu confesso que não consigo dissociar Gerard Buttler da imagem do personagem. Eu nem morro de amores pelo ator, mas acho que ele caiu como uma luva para o papel. Sou completamente cativada por ele como Gerry.

Na realidade acho Holly um tanto chatinha. Eu entendo que ela está mal, depressiva porque perdeu o homem que amava e tudo mais, e que é difícil seguir em frente. Ah, também entendo que ela tem uma família completamente doida e que alguns personagens dessa família poderiam ser abolidos. Mas ela abusa do direito de ser chata e coitadinha. Graças a Deus que as cartas do Gerry apareceram, porque se não, teria pena das pessoas em torno dela.

Holly tem amigas ótimas, que fazem das tripas o coração para ajudá-la a superar essa fase. Denise e Sharon são típicas melhores amigas: Riem, choram brincam, sacaneiam, debocham, compram a briga, se metem no que não são chamadas... Exatamente como deve ser. Alguns dos melhores momentos do livro envolvem a presença delas.

Já que eu tinha falado ali em cima da família de Holly, deixa-me explorar um pouquinho mais. O pai de Holly é um amor, um cara calmo, que aguenta com parcimônia todas as diferenças entre os membros da família. Jack, é o irmão que joga junto, o mais próximo dela. Sua mãe e Declan, o irmão mais novo, são quase neutros. Mas o bicho pega mesmo quando se trata de Ciara e Richard, seus outros irmãos. MEU DEUS! Ninguém merece esses dois. Ciara é o símbolo do egoísmo, do tipo que acha que tudo tem que girar o tempo todo em torno do seu umbigo. E Richard parece um velho ranzinza. Chato, reclamão, perfeccionista, estagnado. Eu fico cansada só de ler o nome dele.

Quando Holly começa a despertar para a vida, surge Daniel, um cara que parece ser uma ótima tentativa de recomeço. Eu juro que coloquei minhas fichas nele, mas é claro que eu não ganhei, né?! Daniel no final das contas me decepcionou... Mas não vou entrar em detalhes. =P

A verdade é que quem se destaca mesmo no livro é Gerry. Apesar de morto, ele é o personagem mais vivo da história, o real responsável por fazer as coisas acontecerem com todos aqueles que amava. É ele o personagem principal, e fico com a sensação de que sempre foi assim, mesmo quando ele era vivo. 
Apaixonante!

Se você já viu o filme, recomendo que leia o livro e confira o que tem de semelhante e o que tem de diferente. 

Se você ainda não viu, leia o livro e depois assista ao filme. 
Garanto que você não se arrependerá de nenhum dos dois. ;)


7 comentários:

  1. eu assisti ao filme e amei. O livro não li ainda mas pretendo fazê-lo em breve. Tenho lido diversas resenhas sobre o livro e todas são positivas e a sua não foi diferente; aliás, ela está muito boa mesmo. Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Eu só vi o filme!
    Queri ler o livro ainda!
    Beijos
    Rízia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li o livro,mas assisti ao filme.Achei muito emocionante o filme.E na história Holly fica arrasada quando perde seu grande amor,ms depois de receber as cartas de Gerry, ela tenta recomeçar a vida,as amigas dela são hilárias.Quero ler o livro para ver quais coincidências tem com o filme.

    ResponderExcluir
  4. Estou bem curiosa em relação a esse livro. Mas o que me deixa curiosa também é se a Holly no final vai ficar com alguém... Em breve lerei, e matarei a curiosidade.

    Beijos,
    Mandi - Book and Cupcake.

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito da sinopse desse livro, parece ser bastante interessante. A resenha ficou muito boa :)

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  6. Eu já li (: Nossa adorei sua resenha! Me identifiquei demais rsrs
    Eu pensei EXATAMENTE a mesma coisa que você ! :o

    bjs ! Gah

    ResponderExcluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados