3 de setembro de 2012

A Vida como Ela Ainda Será


No dia 23 de agosto, Nelson Rodrigues faria 100 anos. 
Este brilhante jornalista e escritor foi um profundo crítico da sociedade carioca do inicio do século XX. Suas peças e crônicas expunham cruamente, como uma fratura exposta, a dissimulada moral da classe média suburbana, seus devaneios, traições e perversões, onde tudo era velado, escondido ou mesmo sufocado.

 
 “Nunca a mulher foi menos amada do que em nossos dias.”

Nelson Rodrigues tinha o talento para mostrar que por de traz do véu da moralidade e dos bons costumes, homens e mulheres eram capazes de atos mesquinhos, cínicos, interesseiros. Era a vida como ela era. 

“O casamento não é culpado de nada. Nós é que somos culpados de tudo.”

Em suas obras, a mulher é a vítima óbvia da truculência,do cinismo e das depravações masculinas. E ela é vítima, sempre vítima. De maridos opressores, da sociedade hipócrita, dos casamentos falidos e, muitas vezes, vítima de si mesma. A mulher rodrigueana não vê muitas alternativas:ou se conforma ou se rebela e quando o faz, ou recebe um chifre ou uma bofetada.

“Toda mulher gosta de apanhar. Só as neuróticas reagem.”

Convido vocês a assistirem os episódios de A Vida Como Ela É  (está tudo no YouTube). Com a direção fantástica de Daniel Filho e com a soberba narração de José Wilker (irônica e debochada, como Nelson), assistir A Vida... é um deleite. Sem dúvida, é Nelson Rodrigues puro, completo, o todo pela parte.

No entanto, o mais fascinante que podemos perceber ao acompanhar as obras do polêmico jornalista é que a vida mudou, a sociedade se diversificou e a mulher se libertou. Passou de vítima a papel principal. A Vida...de Nelson Rodrigues e toda sua obra é um relato brilhante de seu tempo.Muitas de suas críticas ficaram no passado, outras,são tão atuais quanto um jornal vespertino.

“Toda mulher bonita é um pouco a namorada lésbica de si mesma.”

É claro que as fraquezas da natureza humana vão estar sempre presentes, mas hoje não temos mais o véu de falsidade para encobrir nossos atos. Hoje, é tudo muito direto, sincero e cru até demais: está tudono Face para todos verem. 

“Tarado é toda pessoa normal pega em flagrante.”

Hoje precisamos de novos questionamentos, novas chacoalhadas. Os de Nelson Rodrigues causaram mal-estar, polêmica e críticas, mas ajudaram uma geração a se ver melhor, a se contestar. Cabe a nós apenas agradecer.

“Dinheiro compra tudo. Até amor verdadeiro!”

 
Silvio Luis de Sá
Jornalista 
com MBA em Marketing Digital
e um amigo das Envenenadas pela Maçã
 

Um comentário:

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados