20 de junho de 2012

Resenha: ‘Quando cai o Raio’ da Meg Cabot

Bom dia envenenados,

A Galera Record na semana passada me enviou dois grandes presentes: dois livros da ‘Divah’ Meg Cabot para ler!

A semana passada foi uma semana difícil para mim, o coraçãozinho da minha mãe nos deu um susto e tive que viajar com ela para que pudesse fazer alguns exames delicados. Minha cabeça estava a mil e confesso para vocês que se não fosse a Jessica Mastriani… minha semana teria sido bem mais difícil!!

Quer saber por quê? Leia a resenha…

quando cai o raio - meg cabot






Quando cai o Raio
Série: Desaparecidos
Autora: Meg Cabot
ISBN: 9788501088178
Editora: Galera Record
Ano de lançamento: 2011
Páginas: 272









Sinopse
          
Quando cai o raio, isso pode significar problemas – como Jessica Mastriani descobre ao ser pega de surpresa com a sua melhor amiga Ruth em uma tempestade.
Não que Jessica tentasse evitar confusões, pelo contrário. Afinal, ela sempre acaba envolvida em brigas com o time de futebol e presa na detenção por meses sem fim…
Pelo menos isso tinha seus pontos positivos, como se sentar perto de Rob, o motoqueiro mais gato da escola!
Mas dessa vez o problema é sério… Porque, de alguma maneira, ao voltar para casa sob aquela tempestade, Jessica se vê com um talento inédito.
Um incrível poder que pode ser usado para o bem… ou para o mal.



 
Jessica Mastriani é a minha nova heroína adolescente!! #prontofalei
Eu adoro todos os personagens criados pela Meg Cabot. 


Não tenho uma vasta experiência com seus livros, mas comecei a me encantar pela autora quando li a série A Mediadora. 



Depois veio os livros da Série Cabeça de Vento, que li a pedido da Galera Record. E me encantei pela autora de novo!!



Não li nada de Diários da Princesa, mas tenho amigas que elogiam a série e a defendem com afinco.



Eu só sei… que minha experiência com a Divah Meg, tem sido a melhor das melhores e quando você gosta tanto de uma série de livros e a autora vai publicar outra… Não sei… Me dá um frio na barriga achando que talvez esta nova série não seja tão boa quanto a anterior!



Mas, o frio na barriga passou rapidinho…



Quando comecei a ler Quando cai o Raio, meu medo foi embora. Já na primeira página Meg nos conquista com sua escrita divertida, leve e dinâmica.



A protagonista, Jessica Mastriani, é quem conta a história em primeira pessoa e nos diverte com suas confusões e sua honestidade do início ao fim!



Enquanto eu lia sempre tinha um sorriso no rosto e minha mãe me cutucava no ônibus e dizia: “Mathilde, você está rindo alto!”



Pois é… quer entender o efeito Jessica em mim? Então leia a orelha do livro e me diga se a Meg não acertou direitinho ao escrever de uma forma que a protagonista conversasse com a gente o tempo todo.

“Mandaram que eu escrevesse um relato, em primeira pessoa, sobre o que aconteceu comigo, falando toda a verdade e nada mais do que a verdade. Então tá. O que aconteceu comigo: fui atingida por um raio.
Tudo culpa da Ruth, que resolveu que queria voltar da escola andando, para queimar uns quilinhos… Acabou que eu é quem fui queimada.
Ninguém acreditou em mim, nem eu mesma, pra ser sincera. Eu não estava me sentindo mal, não tinha nenhuma marca ou machucado… Nem estava chamuscada!
 Mas logo as coisas começaram a mudar.
 Quando acordei no dia seguinte, de alguma forma sabia onde estavam as duas crianças cujas fotos estampavam a caixa de leite, aquelas do Disque-Desaparecidos, sabe?
Pois é. Eu tinha certeza absoluta sobre onde elas estavam. O problema é que eu achava que estava fazendo uma coisa boa! Liguei para o Disque-Desaparecidos e avisei à simpática senhorinha onde estavam essas duas crianças, e depois mais outras…
Até que dois não-tão-simpáticos agentes federais apareceram na minha escola para conversar comigo. Até parece!
Agora sou foragida da justiça, tenho que ajudar um dos meninos que foram encontrados e ainda preciso disfarçar o quanto o motoqueiro da sala de detenção mexe comigo…
 Ainda bem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar… Certo?”
O livro é todo escrito desta forma. Jessica se descreve como uma adolescente baixinha, que usa os cabelos bem curtos pela praticidade. Com 16 anos já se meteu em tantas confusões que até perdeu a conta. É extremamente leal a sua amiga Ruth e quando esta é chamada de gordinha pelos brutamontes do time de futebol americano, Jéssica ‘precisa’ defender a amiga e acaba quebrando um nariz aqui e outro lá.

Ela aprendeu a bater e bater direito com seu pai! Isso mesmo…

Quando ainda pequena, Jessica percebeu que seu irmão mais velho era zoado pelos colegas da escola e que não se defendia. Então, quando o irmão estava longe, Jessica dava uma boa lição nos tais ‘colegas’ e isso fazia que seu irmão ficasse em paz por mais duas ou três semanas.

Jessica é corajosa, inteligente, sarcástica, muito esperta e adora velocidade e motos.

Logo após ser atingida pelo raio, e começa a perceber seu poder de encontrar pessoas desaparecidas, sua vida vira de pernas para o ar! Ela fica famosa em todo o país e milhares de pessoas e jornalistas acampam na porta de sua casa esperando por uma entrevista ou por um milagre.

Todo esse assédio acaba por desestabilizar a saúde mental do seu irmão Douglas e para proteger sua família, Jessica acaba aceitando a oferta do governo americano e vai para uma instalação militar ser testada por diferentes médicos que querem saber como ela adquiriu esta sua habilidade surpreendente.

Quando Jess percebe que o governo americano quer muito mais do que fazer testes… ela aciona seus amigos bad ass (Ficar em detenção com alunos barra pesada tem lá as suas vantagens!) e foge deixando todo mundo maluco!

E a fuga é uma cena digna de filme de ação e de filme bom!! rs
Bem… a história é maravilhosa e se prepare para lê-la do início ao fim sem sair do lugar. O livro é pequeno e a leitura é tão dinâmica que você se envolve e termina de ler rapidinho.

O final do livro é surpreendente e deixa claro para o leitor que Jessica está passando a perna nos agentes federais e que no segundo livro muitas outras aventuras virão!

Isso mesmo… para nooooooooooossa alegria existe o segundo, o terceiro, o quarto e o quinto livro da série Desaparecidos!!!!!! Yey!!!

Aqui no Brasil a Galera Record já publicou este primeiro e o segundo que é lançamento deste mês!!
Amanhã posto aqui no blog a resenha do segundo volume da série: Codinome Cassandra!

Se você está procurando uma leitura divertida… Encontrou!!
Mas #ficaadica…

Compre os dois livros juntos!! Quando cai o Raio + Codinome Cassandra, porque quando o primeiro termina… você fica em cólicas querendo ler o segundo, mas não fique tão envolvido pela história… não se esqueça que beber água, ir ao banheiro e beliscar alguma coisinha é importante… Então faça isso entre um livro e outro, ok?!!

Beijocas e até amanhã,

Um comentário:

  1. Puxa, adorei!! Só li um livro da Meg até hoje, A Rainha da Fofoca, que gostei muito!! E esse parece fantástico!! Acho que estou precisando de outra dose de Meg, estou gostando dos livros que ando lendo, mas algo leve e divertido cairia bem! rs... Pena que a falência chegou com todas as forças! hehe...

    Beijo!

    Ju
    entrepalcoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados