18 de novembro de 2011

Resenha de ‘Pode beijar a Noiva’ de Patrícia Cabot

Bom dia envenenadas,

A Editora Essência, selo da Planeta, traz para nós fãs de um romance leve e totalmente menininha… uma delícia de livro escrito pela DIVA Meg Cabot.

Espero que gostem da resenha de…

pode-beijar-a-noiva
 



Pode Beijar a Noiva

Editora: Essência
Autora: PATRICIA CABOT
ISBN: 9788576656173
Ano: 2011
Páginas: 240
 
 
 
 





Sinopse
         Emma Van Court, dama de uma família londrina, jamais esperava ficar viúva e sem vintém na aldeia escocesa de Faires. E quando uma fortuna lhe foi prometida, se ela tornasse a se casar, a bela professora deparou-se com um mosaico de homens solteiros lutando por suas atenções, desde o pastor local até um detestável barão.
          Um doce beijo selaria aquele amor...
    James Marbury, conde de Denham, era moderno e sofisticado... e totalmente desacostumado às estradas lamacentas e aos telhados de palha de Faires, para onde viera depois de saber do falecimento de seu primo Stuart. E sem demora ficou exasperado ao descobrir que seu amor louco e intenso pela viúva Emma continuava tão forte quanto antes. Diante de tantos homens solteiros que a cortejavam, James encontrou uma única solução: oferecer-se como marido temporário para Emma... mesmo que secretamente ele desejasse fazer seus votos durarem para sempre.
 


          Meg Cabot quando começou a escrever seus romances históricos lá nos ‘Isteites’ assinava-os com o seu nome do meio Patrícia e por isso temos hoje livros da mesma autora, com estilos bem diferentes… mas deliciosos de ler!

          A editora Essência está publicando os livros da Meg assinados como Patrícia e confesso que este é o primeiro que eu leio. Adorei demais!!

                 A história é leve e a leitura flui com rapidez aplicando na veia da gente muuuuiiiiitttttoooooo romance e ternura.

          É o tipo de livro ótimo para se ler entre os romances sobrenaturais que a gente ama tanto também!! rs

          Já contei que Pode Beijar a Noiva é um romance histórico, né?! Ele tem início no século XIX na Grã-Bretanha e é lá que conhecemos nossa protagonista geniosa e determinada Emma Van Court.

          Emma é uma protagonista forte e do jeito que eu gosto de ler nos livros. Aquela que faz acontecer… mesmo que depois se dê mal e precise de ajuda, mas não tem medo de errar ou de tentar ir atrás do que quer.

          Pois é, neste caso… a meta ou o objetivo de Emma é um homem… he he he he

          Ela é apaixonada por Stuart Chesterton um rapaz que mora com a tia rica e com o primo esbanjador, lindo e maravilhoso James Marbury, o Conde de Denham.

          A paixão de Emma por Stuart começa mais pelos ideais que o rapaz tem ao ser preocupado com os pobres e oprimidos e desapegado aos bens materiais. O sonho dele é ir morar numa ilha pequena e bem pobre da Escócia e lá fazer a diferença como cura, um tipo de pastor da Igreja Anglicana.

          Já James não entende os ideias do primo e é bem apegado ao luxo e a uma vida regada a privilégios que o dinheiro pode dar. Mas ele não é nenhum sem noção… ele é secretamente apaixonado por Emma e faz todas as vontades da moça.

          Emma, perde os pais bem garota e por isso vai viver com seus tios ricos, mas também tem a mesma visão que Stuart e se compadece dos pobres preferindo viver uma vida sem muitos requintes e dividir seu dinheiro com os menos favorecidos.

          Bem… os planos de Stuart de ser um cura na Escócia não é bem visto por sua tia e seu primos e quando eles descobrem que o rapaz pretende se casar em segredo com Emma e a levar para viver na remota ilha distante… a coisa fica feia.

          Mesmo James e Stuart brigando e se desentendendo… os planos se realizam e mesmo desagradando seus familiares, Emma vai com o rapaz para a solitária ilha de Faires.

          James fica desconsolado e guarda seus sentimentos pela moça.

Mas… a vida é uma caixinha de surpresas!! Seis meses depois… tudo é diferente…

Stuart está morto e Emma está sozinha vivendo numa ilha, ajudando os pobres e numa situação prá lá de inusitada… e engraçada…

A gente dá muitas risadas vendo como ela consegue se meter em várias enrascadas e culpar a árvore de desejos de Faires por isso!! Uma árvore que deveria dar boa sorte para os recém casados!!

Nesta parte do livro… a história dá uma guinada e é maravilhoso ver que quando o amor tem que acontecer entre duas pessoas… ele vai acontecer…. mesmo que você esteja empacada numa remota ilha da Escócia.

Ai…ai… James então, reaparece na vida de Emma e entre trancos e barrancos… que eu não vou contar para não estragar as partes hilárias e íntimas… ele consegue colocar um plano em prática para conquistar o coração da bela moça.

Apesar de ser um romance histórico, as cenas romântica são calientes e bem descritas… he he he eh he… se é que vocês me entendem!!!

Meg com todo seu brilhantismo de escritora, nos brinda com uma história cheia de amor e humor!!

Adorei ler ‘Pode beijar a Noiva’ e eu recomendo como leitura de férias, meninas!!

Agora, é comprar os outros livros e me aventurar por outros momentos históricos!!

Beijocas, 

16 comentários:

  1. Ai, que maneiro! Sabem queeu nunca li nenhum livro da Meg? Nem mesmo os que ela assina como Patricia Cabot. Bom, se o conto dela em Formaturas Infernais conta, então eu pelo menos li alguma coisa. xD

    ResponderExcluir
  2. Estou com vários dela aqui e nunca li. Esse realmente está sendo muito elogiado. Humor e amor, são perfeitos juntos rsrs.
    Parabéns pela resenha.

    Fernanda
    http://leitoraincomum.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Meg realmente é diva,
    E ela consegue escrever bem sobrenatural, romance, comédia.
    Adoro os livros dela, mas ainda não li esse.
    Bjok

    ResponderExcluir
  4. oiE

    eu nunca li nenhum livro da Patricia Cabot (nem da Meg, para falar a verdade. Mas acho esse estilo mais interessante...) e estou doida por um. espero só terminar os que eu tenho para adquirir um dela.

    Eu queria "Aprendendo a Seduzir", mas agora eu acho que, talvez, eu compre "Pode Beijar a Noiva".


    beijos
    delly
    atravesdanevoa
    http://atravesdanevoa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho esse livrooo...é perfeitooo...tenho outros da Patrícia q são muito bons tbm...

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela resenha! Estou ansiosa para ler Pode Beijar a Noiva! Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Sou louca para ler os livros da Cabot, e esse é um deles! Amei a resenha! Bjos

    ResponderExcluir
  8. Amei a resenha, sou uma fã ávida de Meg Cabot, aliás melhor dizendo do lado 'adulto' da Meg Cabot porque prefiro mil vezes os romances mais maduros, como Ela foi até o fim do quê os juvenis. O único assim que até hoje é o meu favorito é a Saga A Mediadora, o resto nops. Flor, dá uma olhadinha no meu blog? http://drunkculture.blogspot.com é literário e se gostar segue viu? Tá rolando sorteios bem bacanas ^^

    ResponderExcluir
  9. Ja li alguns livros da Meg. Mas ainda não tive oportunidade de ler algo com contexto histórico!! Gosto bastante desse estilo!!
    Fiquei com vontade de ler. Espero ter oportunidade de ler!!

    Beeijo =*

    ResponderExcluir
  10. Puxa, não sabia que o livro era de romances historicos *-* E eu so grande fã do estilo.
    Confesso que esperava mais do livro :( Já tinha visto algumas resenhas negativas dele mas não pensei que fosse assim. Sei lá, isso da mocinha fugir com outro... não me agrada. Talvez se ela ficasse pelo menos na cidade enquanto o outro tentava conquista-la seria melhor, mas a diva Meg sabe o que faz. Ganhei esse faz um tem po, mas ainda não chegou, tenho certeza que ele vai furar a fila rssrsr Outro que quero da autora é a rosa do inverno, esse parece d+
    Bj

    ResponderExcluir
  11. Acho que já li uma resenha deste livro que a Paros escreveu! E já tinha adorado... Mas curiosamente não coloquei em minha listinha... Adorei Math! Quando tiver oportunidade irei ler Patrícia Cabot... E quero começar por esse livro... Já que conheço Meg Cabot sei que não vou me decepcionar!

    ResponderExcluir
  12. Estou louca pra ler esse livro!!! Adorei sua resenha, está na minha lista de leitura faz tempo!!! ótimo resenha!!!

    ResponderExcluir
  13. Esse também foi o primeiro (e único até agora) livro que li no qual a Meg assina como Patricia Cabot.
    Gostei muito desse livro, principalmente por causa das personalidades dos protagonistas, Emma é realmente muito geniosa e o James *suspira* é perfeito demais! É muito bom acompanhar como a relação entre eles se desenvolve!
    O livro tem algumas cenas calientes mesmo, além de ser muito engraçado em algumas partes, caí na risada várias vezes durante a leitura!
    Ainda não li nenhum livro da Diva Meg Cabot do qual eu não tenha gostado e esse foi mais um que entrou para a minha lista de livros favoritos! Estou ansiosa para ler os outros romances históricos nos quais ela assinou como Patricia Cabot.

    ResponderExcluir
  14. parece ser muuuuuuuuuuuuuuuuito bom
    adorei o post

    ResponderExcluir
  15. Se as cenas romântica são calientes, estou dentro Math! hahahahaha

    Brincadeiras a parte, eu já li "Aprendendo a seduzir" (que é LINDO E TUDO MAIS!) que também foi assinado pela Meg como Patricia e parece muito com o que você falou... Romance de época, protagonista forte e engraçada... Ai ai, meu tipo preferido de leitura porque eu relaxo e me divirto lendo a DIVA suprema!

    Vou correndo botar esse livro como desejado no Skoob! :D

    Obrigada pela dica! Mil beijos!
    Ingryd Lessa ~ PseudoEstante

    ResponderExcluir
  16. Bom... nunca li nenhum livro da Meg!

    Mas esse me chamou a atenção!

    Adorei sua resenha Math! Muito fofa!

    Beijos!!!

    ResponderExcluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados