5 de julho de 2011

Resenha “Cabeça de Vento” – Galera Record

Boa noite envenenadas,
Hoje trago para vocês uma resenha da escritora Meg Cabot! \o/\o/\o/\o/
Confesso que quando a galera Record me propôs a leitura de Meg, fiquei um pouco receosa…
Meg Cabot é a diva de muitas das minhas amigas viciadas em livros e o que eu conhecia dela era somente a série sobrenatural: A Mediadora.
Nunca tinha lido nenhum chick lit da Meg ou nenhum livro ‘menininha’… he he he he
Mas, confiei na fama da nossa querida autora e mergulhei dois dias neste livros e não me arrependi nenhum pouquinho… de fato… eu ADOREI!
 
cabec3a7a-de-vento
 
Cabeça de Vento

Editora: Galera Record
Autora: Meg Cabot
ISBN: 978-85-01-08320-3
Número de páginas: 319









Sinopse:
Emerson Watts é uma nerd assumida. Enquanto todas as outras garotas pensam em maquiagem, roupas e sapatos, ela prefere discutir as fases de seu jogo favorito com seu melhor amigo Christopher. Saber sobre os artistas famosos era apenas algo de última necessidade e em momentos de tédio que sua irmã deixava as revistas teens jogadas por aí.
Inclusive foi sua irmã a culpada indireta por fazer que sua vida mudasse. Em não queria ir a tal inauguração de uma das maiores redes de lojas da cidade, mas tinha que servir de “babá” para sua querida maninha, para que a mesma não se jogasse nos braços do cantor Gabriel De Luna e fosse parar em alguma cobertura da cidade em festa de um famoso aleatório.
Na inauguração da loja Emerson sofre um acidente, e sua vida muda totalmente! Ela foi alvo de uma “pequena” cirurgia, e agora terá que descobrir como se virar com uma forma de vida totalmente diferente de seus joguinhos de computador. Além disso descobre que essa vida é muito mais difícil que ela imaginava, flashes e sorrisos forçados são só o começo.





Cabeça de Vento é um livro daqueles que você começa a ler, se envolve pela história… a curiosidade bate… se infiltra na pele e quando você se dá conta… já terminou.
O livro conta a história de duas adolescentes totalmente diferentes um da outra. São elas: Nikki Howard e Emerson Watts, mais conhecida por Em.
Em é uma estudante comum, mas idealista, que passa totalmente despercebida na escola onde estuda! É uma geek, altamente inteligente… feminista que não liga para a sua aparência. Não tem nenhuma amiga, mas tem um melhor amigo, o Christopher. Eles estão sempre juntos e adoram jogos de computador, livros e Em é apaixonada por ele. E ele, claro, não faz nem ideia…
Nikki Howard é uma super modelo, rica, famosa e totalmente ‘cabeça de vento’. É idolatrada pela população teen e está nas capas das revistas, nos outdoors e vitrines de quase todas as lojas de Nova York.
Em não liga para o mundo da moda, mas o tempo todo é abordada pelas patricinhas da escola, que ela carinhosamente apelida de mortos-vivos, que questionam seu modo de se vestir, seu cabelo e suas unhas roídas. Além de enfrentar este bombardeio estereotipado na escola, em casa Em também sofre com as críticas de sua irmã mais nova Frida. Frida é mais nova que Em e totalmente diferente da irmã, pois se veste para os outros… sempre pensando em garotos e em se tornar uma líder de torcida, e claro que odeia o jeito desligado e despojado de Em.
Pois é… no início do livro, Meg Cabot nos apresenta a vida das protagonistas antagônicas e quando a gente menos espera… ela solta um acontecimento a lá ficção cientifica e me deixa totalmente de queixo caído… Mas não fique preocupado, pois a Meg não coloca nada de naves espaciais ou extra terrestres, o tema é outro… e está relacionado a biotecnologia. 
Já contei que elas moram na Big Apple?? he he he he he Ai… ai… essa grande maçã!! Isso mesmo… Elas moram em Nova York e uma inauguração de uma loja de departamentos Stark está chegando e Nikki Howard é a garota propaganda da marca e estará presente. Como se isso não bastasse para deixar Frida louca pra ir na inauguração, também estará presente o cantor famoso e lindo Gabriel Luna, de quem ela também é fã. Só que ela não pode ir sozinha, então Em a leva junto com Christopher.
Falando em Stark, a marca é dona de quase toda a Nova York e monopoliza os mercados de roupa, maquiagem, eletrônicos e outros.
Bem, o dia da tal inauguração chega e com ele um terrível acidente envolvendo nossas protagonistas acontece. Um mês depois, Em acorda no hospital e se sente estranha, sua voz está diferente e parece que Frida fez suas unhas, pois ela não se lembra de alguma vez na vida ter usado francesinhas, e claro que ela fica muuuuuuuuuuuito assustada quando descobre, ao se olhar no espelho, que o rosto que a observa não é o seu, é o de Nikki. Em fica perplexa e chocada... agora ela tem o corpo de uma “cabeça de vento morta-viva”. Graças aos avanços secretos da medicina das indústrias Stark… Em tem seu cérebro implantado no belíssimo e valiosíssimo corpo de Nikki.
Em vê sua vida mudar drasticamente, pois agora ela é a Nikki e não pode contar para ninguém a verdade! Como a cirurgia foi caríssima e sua família não pode pagar pelo resultado… ela tem que se acostumar com a vida glamurosa de modelo, ser o rosto da marca Stark e deixar sua vida antiga para trás. Claro que rola uma ameaça velada da Stark para deixar Em presa neste corpo.
É aí que a história começa e que a gente não consegue largar o livro mesmo, Em se mete em muitas confusões hilárias e ao mesmo tempo Meg consegue descrever o drama que ela enfrenta ao se tornar o que antes abominava. Em/Nikki começa uma jornada de  auto-conhecimento, tentando harmonizar o que restou de sua antiga vida com a sua nova carreira, que não é tão glamurosa quanto parece.
A Meg nos presenteia com os personagens secundários, a carismática Lulu, a amiga maluquete e espontânea (e totalmente cabeça de vento) de Nikki é um show a parte. Ela acolhe Em super bem, pensando se tratar de uma transferência espiritual tipo a dos filmes “Sexta Feira Muito Louca” ou como o filme brasileiro “Como se eu fosse você”. Todas as cenas de Lulu são hilárias, principalmente quando ela começa a dar dicas de como conquistar um garoto e de como ser autoconfiante para Em/Nikki.

Falando nisso, a vida amorosa de Em neste primeiro livro da série se transforma numa loucura, pois muito homem bonito, gentil, fofo, nerd, amigo, rico, delicioso que você se perde completamente e não consegue escolher um para torcer como par romântico de nossa protagonista.

Este é só o primeiro livro da trilogia “Cabeça de Vento”, que é formada por mais dois livros.
Eu adorei o livro, a história é envolvente e dá para perceber quando acaba… que ele era só o começo de uma história muito mais elaborada e cheia de mistérios que vem pela frente.
Adorei ler um livro que faz uma crítica sutil e inteligente aos “padrões americanos” de beleza, e mostra que ainda hoje: “É a beleza que importa.. ninguém se importa com o interior”. Por isso, depois de ler este livro, virei fã mesmo da Meg, pela coragem em abordar um tema tão importante para as nossas adolescentes. Fique bonita para você mesma… e não para os outros!!
Eu recomendo!!
Beijocas, 

24 comentários:

  1. Olá! Li cabeça de vento fz um tempinho e gostei basntante. Como todo livro de série, é mais explicativo por ser o primeiro, mas o segundo, Sendo Nikki é muito bom e supera esse. Adorei sua resenha, gostei da sinceridade! =)

    ResponderExcluir
  2. Eu tbm só conheço a Meg por A Mediadora, que diga-se de passagem é DEMAIS.

    Fiquei curiosa para ler esse "outro lado" dela ...

    ResponderExcluir
  3. ah, gente *---* adorei a resenha. tinha lido outra resenha do mesmo livro essa semana :3
    eu só li chick lit da meg. ainda não li a mediadora :xx preciso ler! xD
    sim...nao deva nada por essa sinopse..na verdade nunca gosto das sinopses dos livros da meg hauhsa mas dentro!!! dentro ébmaravilhoso :D sempre
    adoro
    :*

    ResponderExcluir
  4. Eu adorei a resenha mais tenho que confessar que antes do seu blog eu nunca tinha escutado falar nesses livros. Estou adorando conhecer coisas novas.

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda não li nenhum livro dessa autora, mas depois de ler a resenha desse ele vai entrar para a minha lista.

    ResponderExcluir
  6. Gente, eu já li esse livro e adorei!! Confesso que no inicio eu detestei a Em, mas depois fui criando simpatia por ela. Claro que ela não é minha favorita, mas também não é a pior de todas...
    Agora, quando vai chegando no final, é impossível largar esse livro!! Em e Christopher, aiai, são meus favoritos!
    No inicio também não fui muito fã da Lulu, mas depois gamei na dela *-* ahahahhahaha
    Como sempre tia Meg arrasa em outro livro!! Eu necessito dessa continuação e to torcendo pra alguém me dar de presente no meu aniversário!! Ótima resenha Math!!
    Beijos,Débbie
    http://loucospor-livros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pela resenha! Muito em breve pretendo ler Cabeça de Vento. Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Eu só li um livro da Meg e já me apaixonei pela escrita dela.
    Sou LOUCA pra ler A Mediadora!
    Desejo loucamente, vai rolar promoção? *olhos brilham*

    Beijos, Lê
    http://queroserbookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Particularmente eu não gostei dessa capa do livro, tem tantos outros livros da Meg que as capas são lindas demais! Mas essa não é do meu gosto. rsrs Porque pela capa parece que o livro é bem "frufru", daquelas meninas patricinhas, metidas e nojentinhas, meio "As Patricinhas de Beverly Hills". rsrs
    Emerson, garota? Parece nome de homem! Oo
    Ahhh, lendo a sinopse me lembrou o filme "Sexta-Feira Muito Louca", (percebeu como eu gosto sempre de associar uma coisa com outra? rsrs isso é um defeito!! rsrs), mas adorei a parte em que ela "troca" de lugar com a super modelo!!
    E o livro parece ser divertido demais, que se perdemos na leitura! Ahh fiquei com vontade de ler agora, só para ver como ela se sairá no lugar da Nikki, deve ser muito muito divertido!!
    Nossa, sinceramente só pela capa eu não dava nada para o livro, mas lendo sua resenha, eu adorei a estória, foge totalmente dos livros tão comentados, daqueles de vampiros, sobrenaturais, fantasia.. é o tipo de livro que dá vontade de ler e esquecer de tudo, ficar lendo, se divertindo, rindo muito sozinha (e todas as pessoas te olhando e te achando louca! rsrs).
    Adorei sua resenha!
    Ia deixar o livro passar totalmente despercebido por mim, agora ficarei mais atenta. rsrs
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  10. Seja romance adulto, sobrenatural ou de menininha... Meg Cabot sempre arrasa! Mais uma resenha que me diz que preciso ler urgente um livro dela.

    ResponderExcluir
  11. a única coisa que pode-se dizer é: Meg Diva.

    ah. e gostei da resenha :x

    ResponderExcluir
  12. Nossa, adorei sua resenha. Eu já sou fão da Meg e não li esse livro ainda por besteira. Já tive várias oportunidades de comprá-lo, mas precisava de outros no momento. Que bela fã eu sou. Não foi só a Lulu que pensou desse jeito, não. No começo da resenha, e até mesmo na sinopse, eu já pensava que seria algo parecido com esses dois filmes, mas vejo que estava completamente enganada. Fiquei muito curiosa sobre essa história de cérebro implantado... Me parece ser um livro muito bom, e como sempre com uma dose de "humor da Meg". Agora sim preciso ler esse livro!
    =D

    ResponderExcluir
  13. Ahhh, SANATA MEG CABOT! Dhyvaaa! Livros super f*** e com esse não é diferente! Quero muito ler... Tô virando ao avesso!
    - Luiz Felipe Matos

    ResponderExcluir
  14. Adorei a resenha. Já faz algum tempo que quero ler esse livro, mas ainda não tive a oportunidade.

    ResponderExcluir
  15. Oi meninas!!!
    Adorei esse livro....uheuhe..as trapalhadas da Em são impagáveis...
    Achei que o começo do livro foi uma viajada total..mas enfim...Meg é Meg e não tem como não amar! =D

    ResponderExcluir
  16. Ainda não tive oportunidade de ler esse livro!! Mas já vi várias resenhas super positivas do mesmo!! E fora que é da diva Meg ne?!
    Adorei a resenha!!
    E realmente: "É a beleza que importa.. ninguém se importa com o interior”
    beijos

    ResponderExcluir
  17. Adorei a resenha!
    Quero muito ler esse livro, urgente!

    ResponderExcluir
  18. Ja tava querendo ler esse livro a algum tempo, depois dessa resenha, to mais aciosa ainda! rsrsrs

    ResponderExcluir
  19. Eu ainda n]ao li Cabeça de Vento, mas sou super fã da Meg. Há um tempo atrás falaria que tudo q ela escreve é bom, mas me decepcionei um pouco com Insaciável e Liberte...

    Ainda assim, como Cabeça de Vento é um pouco mais antigo, imagino que deva ser ótimo. Quero ler!!

    Beijocas!
    @ReeAlvees

    ResponderExcluir
  20. Gostei da resenha, o livro parece ser interessante, começa como uma história sem nada especial, mas vai cativando aos poucos.

    ResponderExcluir
  21. Ai meu deus...
    Eu não tinha me interessado nem um pouco por cabeça de vento. Não por nada, porque na verdade eu acho que eu nem tinha lido a sinopse (pela capa achei que era mais uma daquelas histórias de meninas ricas q conseguem tudo o que querem)...
    Mas eu esqueci de dois detalhes... esqueci que é um livro da Meg (e todo mundo diz que ela é diva), outro detalhe é que eu esqueci de como são suas resenhas dona Tonionni...
    Sempre me pegando de jeito e me deixando na vontade...
    Acabou de entrar para minha lista de "preciso muito desse livro"

    Beijos
    Lica

    ResponderExcluir
  22. Estou doida pra ler este livro, minha amiga leu e fica insistindo pra eu ler também.
    Adoro os livros da Meg, por enquanto minha série preferida é A Mediadora.
    Livrosd que dão lição de moral de beleza geralmente tem boas histórias.

    Bye

    ResponderExcluir
  23. Eu adoreiiii! Tenho que ler essa série!

    Nunca li nadica de nada da Meg.... #vergonha

    Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  24. parece ser mt mt boom, Meg escreve mt bem

    ResponderExcluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados