12 de agosto de 2010

Com vocês... Calafrio!! Resenha!

Já há um bom tempo que comecei a ler e-books na internet e parei de comprar tantos livros. Bem que a maioria dos livros que leio na net são traduções de fãs de muitos livros que ainda não estão a venda no Brasil.

Um tempo atrás li Shiver e fiquei encantada com o livro. Apesar de ser mais um livro contando a história de um casal adolescente, fiquei emocionada com a narrativa e terminei sentindo uma nostalgia maravilhosa. Valeu a pena!!

Aí, no mês passado, fui ao cinema pela segunda vez ver Eclipse com minha prima e depois do cinema fomos na Saraiva Store e me deparei com a capa de Shiver que estava marcada em meu coração. Mas a surpresa maravilhosa veio quando peguei o livro e ele estava em português!!!! Traduzidinho em minhas mãos!! rs

O nome em português é Calafrio...


Calafrio mudou meu conceito sobre os lobos, agora eu adoro os lobos. Eu quero um lobo! (Papai Noel, traz um lobo pra mim???)

Mas vamos lá! “Os Lobos de Mercy Falls”

Nossa heroína da vez é Grace, uma garota independente apesar dos seus dezessete anos que passa por uma situação estranha e perigosa seis anos atrás perto de sua casa. Mas Grace sobreviveu, porque um lobo (um lindo e gentil lobo de olhos amarelos) – a salvou.

Então ela passa os próximos anos, sempre que pode, observando esse lobo de olhos amarelos, seu lobo, como ela o chama (Mt fofo isso!).

O que Grace não sabe é que ele não é um simples lobo, ele também é humano e tem um nome: Sam.

Por destino, ou coincidência, chega a vez de Grace salvar Sam. E é quando ela o vê pela primeira vez em forma humana (e mesmo assim o reconhece). Ela sabe que aquele é o lobo que a salvou, o lobo que ela vem observando há anos, seu lobo de olhos amarelos. E claro, eles se apaixonam.

E é aí que a história começa...

Bem, os lobos neste livro não são nada semelhantes aos lobos que lemos nos livros atualmente. 

Uma das coisas que mais gostei no livro é o fato da trama ser contada por dois pontos de vista. Um capítulo é narrado pela Grace, outro por Sam e assim continua até o final. Isso faz com que você tenha noção dos sentimentos e pensamentos de ambos os personagens.

Para mim, Calafrio foi escrito divinamente, a escolha das palavras, a poesia com que a Maggie Stiefvater escreve (e principalmente a “poesia” com que foi traduzido).
Não tem como não se apaixonar pela história. O relacionamento de Sam e Grace é verdadeiro, triste, intenso, apaixonante e fará você ter calafrios!

Segue para vocês um trecho da história, que eu acho que está na parte de trás do livro!!

“Eu o vi de novo, depois disso, sempre no frio. Ele ficou na beira da floresta no nosso quintal, seus olhos amarelos firmes em mim enquanto eu enchia o alimentador de pássaros, ou tirava o lixo, mas ele nunca se aproximou. Entre dia e noite, um tempo que durava para sempre no longo inverno de Minnesota, eu podia me balançar no pneu congelado, até sentir seu olhar. Ou, mais tarde, quando eu não cabia mais no balanço, eu ia até o deck e silenciosamente me aproximava dele, a mão estendida, a palma para cima, os olhos baixos. Não era uma ameaça. Eu estava tentando falar sua língua. Mas não importava o quanto eu esperasse, não importava o quão duro eu tentasse alcança-lo, ele sempre desaparecia no mato antes que eu pudesse atravessar a distância entre nós. Eu nunca fiquei com medo dele. Ele era grande o bastante para arrancar o meu balanço, forte o bastante para me derrubar e me arrastar para a floresta. Mas a ferocidade de seu corpo não estava em seus olhos. Eu lembrei de seu olhar, cada tom de amarelo, e eu não pude ter medo. Eu sabia que ele não me machucaria. Eu queria que ele soubesse que eu não o machucaria também. Eu esperei. E esperei. E ele esperava também, embora eu não soubesse o que ele esperava. Eu sentia como se fosse a única tentando. Mas ele estava sempre lá. Me observando observa-lo. Nunca próximo demais, mas nunca longe também. E assim foi, um inquebrável padrão por seis anos: a presença freqüente dos lobos no inverno e sua ausência ainda mais presente no verão. Eu não pensava realmente sobre o perigo que representavam. Eu pensava que eles eram lobos. Apenas isso”.

Ficou com vontade ler? Espero que simmmm... O primeiro volume já está disponível no Brasil.
O segundo volume (“Linger” em inglês, e sem titulo em português), deve sair por aqui no ano que vem. O terceiro, “Forever”, sai em 07/2011 nos EUA.

Bjs,
Math

6 comentários:

  1. Menina!!
    Antes de ler o trechinho do livro, eu já tava gostando!!!
    Adoro esse tipo de histórias impossíveis e ao mesmo tempo tão possíveis na literatura!!
    Bela escolha Math!!
    E sabendo que existe mais dois volumes então! Já me ganhou!!
    Tá na minha lista!
    :*

    ResponderExcluir
  2. Eu amo Calafrio!!!!!

    O Sam é tão fofo e meigo!!! Team Lobo!!!!

    ResponderExcluir
  3. Eu fiquei com vontade d ler Calafrioooooooo......dpois do Jacob, fiquei uma coisa com os lobos sabe?????? Hahaha...AMOOOO LOBOS...vou procurar esse livro

    Bjuu

    ResponderExcluir
  4. Eu amo Calafrio, é um dos meus livros preferidos.
    Adoro a história de Sam e Grace, eles são perfeitos. Louca pra ler Espera.

    ResponderExcluir
  5. Não sei não... Tô meio sem vontade de ler!! Desculpe-me fãs, sei como é chato quando falam mal de algo que gostam, mas estou meio sem saco para histórias adolecentes!! Vamos ver se alguém me emprestar, eu até tento ler!! Bjo

    ResponderExcluir
  6. Eu preciso ler esse livro D:
    Simplesmente isso.

    ResponderExcluir

Destile seu veneno, comente!

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Posts Recentes

Últimos Comentários

As envenenadas pela maçã Ѽ by TwilightGirls RJ Ѽ - Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados